São Paulo: Prioridade é o Transporte Público, Corredor de ônibus ABD vai ganhar mais 12 KM

terça-feira, 1 de junho de 2010


Uma das soluções apontadas para o trânsito e para os transportes públicos é a criação e ampliação de corredores exclusivos, que priorizem os meios coletivos de locomoção. Além de representar uma urgência para a situação de mobilidade urbana, a solução é apontada como resposta rápida para as necessidades de atender a uma demanda maior e mais exigente gerada pela Copa do Mundo no Brasil, em 2014. E uma das regiões de São Paulo onde os jogos devem ser realizados, o Morumbi, vai ganhar uma ligação exclusiva com o ABC Paulista.

O corredor ABD, que hoje tem 33 quilômetros de extensão, unindo a zona Leste de São Paulo (São Mateus) a zona Sul (Jabaquara) pelos municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema e Mauá, vai ganhar mais 12 quilômetros de vias segregadas só para ônibus.E a promessa tem data para ser cumprida: dia 21 de julho, segundo a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, órgão do Governo do Estado de São Paulo.

O projeto já era antigo e as obras estavam paradas. O corredor, que está em fase de conclusão vai ligar o trecho do corredor ABD, a partir do Terminal Metropolitano de Diadema, até a estação de trens da CPTM, Morumbi, linha 9.

A Metra já opera, pelo serviço Metraclass, com ônibus e micro-ônibus linha entre Diadema e a região do Shopping Morumbi e Berrini, mas com o corredor as viagens serão mais rápidas e seguras, com o ônibus estando isolado dos demais veículos do trânsito convencional.

O novo traçado do corredor inclui vias de grande movimento, como a Avenida Presidente Kennedy, em Diadema, e na Capital, Cupecê, João de Luca, Vicente Rao e Roque Petroni Júnior.Uma outra boa notícia para os paulistanos, é que o corredor, além de receber o serviço que vem do ABC Paulista, será utilizado por pelo menos 11 linhas municipais da Capital, que ganharão agilidade e terão o tempo de viagem reduzido.

Os 12 quilômetros de extensão do corredor ABD custaram os cofres públicos 22, 9 milhões de reais, valor inferior a um quilômetro de obras do metrô. Já está prevista a integração com a estação Brooklin/Campo Belo do metrô, quando a linha 5 lilás estiver concluída.

Os 18 pontos serão modernos, guias elevadas na altura do piso do ônibus, rampas de acesso para cadeiras de rodas, comunicação visual de linhas, itinerários e horários, sinais de alerta quanto a chegada e partida dos ônibus do local, bancos anatômicos e lixeiras.

Futuramente, ainda sem data prevista, os 12 quilômetros contarão com cinco estações de transferência: Jardim Miriam, Washington Luiz, Vereador José Diniz, Santo Amaro e Morumbi.A empresa Metra já estuda mais ônibus adaptados para este novo serviço.

Fonte: Ônibus Brasil
READ MORE - São Paulo: Prioridade é o Transporte Público, Corredor de ônibus ABD vai ganhar mais 12 KM

Fortaleza: Veja os novos pontos de parada de ônibus no Centro


A assessoria de imprensa da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) informou, na tarde desta terça-feira, 1º, que a reorganização dos pontos de retorno (última parada) de ônibus que trafegam pelo Centro não vai mais ocorrer a partir desta quarta-feira, 2, como informado anteriormente pela assessoria.
No entanto, a assessora de imprensa do órgão, Dely Sátiro, garante que a reorganização ocorrerá em breve. De acordo com a Etufor, a medida está relacionada à inversão do sentido da Rua Pedro Pereira e à implementação da linha do Centro.
Agentes da Etufor e do Sindiônibus estarão nos principais pontos de embarque e desembarque para divulgar as alterações.
Veja os novos pontos de parada:

Ponto de parada: Av. Tristão Gonçalves entre Liberato Barroso e Pedro Pereira
206 - Pe. Andrade
308 - Demócrito Rocha
316 - Genibaú/Centro
341 - Conjunto Ceará/Centro I
343 - Conjunto Ceará/Centro II
385 - Conjunto Ceará/Centro

Ponto de parada: Av. Tristão Gonçalves entre Pedro Pereira e Pedro Primeiro
302 - Rodolfo Teófilo/José Bastos
314 - Henrique Jorge
331 - Conjunto Esperança/Centro
374 - Aracapé/Centro

Ponto de parada: Rua 24 de Maio entre Pedro Pereira e Pedro Primeiro
307 - Itaoca/Jardim América
310 - Campus Universitários/Pan Americano
320 - João XXIII/Centro
331 - Conjunto Esperança/Centro
350 - Av. José Bastos
371 - Parangaba/Centro
389 - Campus do Pici/Jovita Feitosa
390 - Av. João Pessoa

Ponto de parada: Rua 24 de Maio entre Rua Pedro Primeiro e Av. Duque de Caxias
200 - Av. Bezerra de Menezes
206 - Padre Andrade
240 - Quintino Cunha/Centro
251 - Antônio Bezerra/Centro

Ponto de parada: Rua Pedro Primeiro entre Rua 24 de Maio e Av. Tristão Gonçalves
202 - Rodolfo Teófilo/Bezerra de Menezes
355 - Siqueira/José Bastos
360 - Siqueira/João Pessoa

Ponto de parada: Rua Pedro Primeiro entre Rua General Sampaio e Rua 24 de Maio
303 - Igreja São Raimundo
305 - Bela Vista/Humberto Monte
333 - Bom Jardim/Centro/Expresso
365 - Bela Vista/Viriato Ribeiro
387 - Jardim Jatobá/Centro/Expresso
403 - Itaoca/Expedicionários
407 - Cj. José Walter/Expedicionários

Ponto de parada: Rua General Sampaio entre Pedro Primeiro e Pedro Pereira
363 - Vila Manoel Sátiro/Centro
401 - Montese/Parangaba
404- Aeroporto/Benfica/Rodoviária
405 - Parque Dois Irmãos/Expedicionários
406 - Planalto Ayrton Senna/Expedicionários
411 - Montese/Lagoa
502 - Vila União

Ponto de parada: Av. do Imperador entre Castro e Silva e Senador Alencar
108 - Santa Maria/Bezerra de Menezes
201 - Bezerra de Menezes/Bairro Ellery
220 - Av. Sargento Hermínio
233 - Olavo Bilac/ Bairro Ellery

Fonte: O Povo
READ MORE - Fortaleza: Veja os novos pontos de parada de ônibus no Centro

Rodoviária de BH recebe 40 mil passageiros neste feriado


Cerca de 40 mil passageiros devem embarcar no Terminal Rodoviário Israel Pinheiro, no Centro de Belo Horizonte entre quarta e quinta-feira, feriado de Corpus Christi. A estimativa é da Prefeitura de Belo Horizonte, que pretende intensificar as medidas de segurança e ampliar o número de agentes de trânsito na rodoviária do Centro e na Estação São Gabriel, que novamente recebe o embarque e desembarque de passageiros de algumas linhas interestaduais.

Cerca de 2 mil pessoas são esperadas no terminal São Gabriel.Para atender a demanda do feriado, o terminal do centro de Belo Horizonte vai disponibilizar na quarta-feira, véspera do feriado, 188 ônibus extras, totalizando 865 veículos.

Na quinta-feira, vão ser 90 ônibus extras, em um total de 776 ônibus. Já na Estação São Gabriel, serão 17 ônibus extras, em um total de 50.

Fonte: UAI Minas
READ MORE - Rodoviária de BH recebe 40 mil passageiros neste feriado

Perda na tração causa incidente e paralisação no Metrô do Recife


Um trêm que trafegava entre as Estações Mangueira e Santa Luzia, nas imediações dos bairros da Mangueira e de Afogados, Zona Oeste do Recife, sofreu na manhã desta terça (1º) perda momentânea na tração, paralisando o veículo e deixando em pânico os passageiros, já que as portas de emergência não permitiam a saída.

De acordo com o superintendente de controle de tráfego do Metrô ,do Recife Valdir Ferreira, "O que aconteceu de fato foi uma perda na tração. Desde da Estação de Tejipío tivemos problemas no alinhamento do trem. Já nas imediações da Estação Santa Luzia, houve uma falha na tração, e a posterior parada do veículo, os passageiros resolveram sair do carro e caminhar pelos trilhos no sentido Ipiranga, próximo à Afogados".

» Confira o mapa do metrô do Recife e saiba onde fica cada estação

Com a saída das pessoas pelos trilhos, a administração do Metrô teve que cortar a energia que movem os trêns. Segundo o assessor de comunicação, Carlos Gilberto Cavalcante "houve um problema na pressão do ar. As pessoas viram o trem parado e entraram em pânico. Resolveram caminhar pelos trilhos, assim, tivemos que cortar a anergia, o que fez com que todo o sistema parasse". De acordo com o assessor, as operações do Metrô já estão normalizadas.
Segundo um dos passageiros, que conseguiu chegar à Estação Afogados, Leonildo Carneiro da Silva "em Santa Luzia, o metrô quebrou, foi um pânico e um tumulto de mais de 200 pessoas. Foi preciso quebrar janelas para podermos sair do trem".

Fonte: JC Online
READ MORE - Perda na tração causa incidente e paralisação no Metrô do Recife

Assembleias aprovam paralisação do transporte público em Sorocaba


As cinco empresas responsáveis pelo transporte público em Sorocaba, STU (Sorocaba Transportes Urbanos), Reunidas Paulista, Jundiá Transporte, Rosa e São João, além da Votur, encarregada do transporte urbano de Votorantim, foram notificadas segunda-feira sobre a possibilidade de greve dos funcionários. Por lei, as empresas devem ser comunicadas 72 horas antes da paralisação. Se não houver negociação até sexta-feira, os ônibus podem parar, informa o presidente do Sindicato dos Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, Paulo João Estausia.
Nas duas assembleias realizadas segunda-feira, a decisão pela greve foi unânime. A categoria dos rodoviários reúne 1, 6 mil funcionários, a maioria deles (1,2 mil) motoristas de ônibus.
“Caso não haja nenhuma nova proposta patronal, as assembleias de sexta-feira servirão para definirmos as estratégias e o melhor dia para o início”, explica o presidente Estausia.

Fonte: Rede Bom Dia
READ MORE - Assembleias aprovam paralisação do transporte público em Sorocaba

Letreiros de ônibus vão sofrer alterações


Até 31 de de julho, os letreiros de ônibus deverão ser maiores e com cores padronizadas. A ideia é que os usuários possam enxergar com mais facilidade para onde vai o transporte público. Quem já perdeu um ônibus por não conseguir identificar o nome da linha sabe a importância da exigência feita pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e pelo Inmetro. Estão obrigados a seguir as regras os ônibus fabricados a partir de 2002. Em Blumenau, todos os ônibus já seguem as normas.


De acordo com o presidente do Consórcio Siga, Humberto Sackl, o modelo da ABNT é usado no município desde 2004, em cumprimento à lei de acessibilidade:– Nossos ônibus que têm letreiros de pano são pretos com as letras brancas, e os eletrônicos possuem as letras em amarelo. Mas para facilitar ainda mais, os novos transportes têm letreiros eletrônicos com as letras em branco, o que melhora muito mais a visibilidade, especialmente à noite.

Em 2010, o Consórcio Siga adquiriu 48 novos veículos, que substituiram os ônibus da frota fabricados antes de 2000. Segundo Sackl, os próprios fabricantes dos veículos já padronizam os letreiros antes da entrega. O cálculo base para a acessibilidade é que pessoas sem deficiência visual leiam o letreiro com o ônibus em movimento a 50 metros de distância, cerca de meio quarteirão, explica a neuro-oftalmologista Marcela Bordaberry. A médica afirma que, mesmo que a letra tenha tamanho adequado, os painéis não podem ter letras em movimento, porque dificulta a leitura.
O que vai mudar
- As letras deverão medir 15 cm de altura, o que permitiria a visualização do itinerário a pelo menos 50 m de distância
- As cores usadas também serão regulamentadas. Para os letreiros feitos de pano, os caracteres devem ser na cor verde-limão ou amarelo-limão, em fundo preto
- Os letreiros eletrônicos devem ser nas cores amarelo âmbar ou branco, também em fundo preto
- Estão obrigados a seguir as regras todos os ônibus fabricados a partir de 2002


Fonte: Jornal de Santa Catarina
READ MORE - Letreiros de ônibus vão sofrer alterações

Metroviários aceitam proposta e cancelam greve em São Paulo


Em assembleia realizada nesta segunda-feira, os funcionários do Metrô de São Paulo aceitaram proposta da empresa e cancelaram a paralisação de 24 horas prometida para esta terça (1º), segundo o sindicato da categoria.
Os metroviários reivindicavam reajuste salarial de 5,81%, aumento real de 4,25%, reajuste de 6,18% para o vale alimentação e vale refeição e salários iguais para funções iguais.
O Metrô propôs reajuste de 5,05% para os salários, vale refeição e alimentação, baseado no Índice de Preços ao Consumidor da Fipe.
Após a ameaça de greve na semana passada, a empresa aumentou o reajuste do vale refeição para 14,52%, que passará de 22 para 24 cotas mensais, e do vale alimentação para 11,85%.
Já a Participação nos Resultados terá valor mínimo de R$ 3.600, sendo uma parcela fixa de R$ 2.783,83, mais 40% do salário nominal de cada metroviário.
Segundo o sindicato, o Metrô propôs medidas para equiparar os salários de funcionários com as mesmas funções, mas a assembleia decidiu manter a mobilização para evitar a situação.
A proposta de plano de carreira apresentada pela empresa foi a única rejeitada pela assembleia. O sindicato afirma que ela é um resumo do plano que está na Secretaria da Fazenda, "cheia de subjetividades".

Fonte: Folha de São Paulo
READ MORE - Metroviários aceitam proposta e cancelam greve em São Paulo

Ônibus rápido é alternativa para transporte público de BH


São anos de estudos e indecisões em torno da melhor alternativa para o transporte coletivo da capital. São milhares de belo-horizontinos frustrados por não presenciarem a expansão do metrô. Enquanto isso, carros não param de inchar o trânsito da cidade.

Diante do cenário complexo, a prefeitura elegeu o Bus Rapid Transit (BRT) como a solução da mobilidade para usuários do transporte público na capital mineira. O ônibus rápido - que circula por vias exclusivas e só para em estações determinadas chega rodeado de promessas: redução do valor da passagem e do tempo de espera, além de viagens mais rápidas, confortáveis e seguras.

A capital anuncia que vai investir alto, mais precisamente R$ 1,026 bilhão (R$ 51,3 milhões dos cofres municipais e R$ 974,7 milhões em recursos do governo federal, via PAC), na implementação das quatro primeiras áreas de BRTs. A primeira delas, na avenida Antônio Carlos, está prevista para ser entregue em 2012.A mobilidade é uma das principais bandeiras do prefeito Marcio Lacerda, e, com o BRT, ele pretende eliminar dois problemas de uma só vez: atender às principais reclamações dos usuários de ônibus sobre a falta de qualidade do serviço e fazer aqueles que ainda não o utilizam a aderirem.

O maior desafio, segundo o gerente de coordenação de políticas de sustentabilidade da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), Marcelo Cintra, será convencer os milhares de belo-horizontinos a deixarem os veículos na garagem e adotarem o ônibus. Segundo ele, uma das metas é fazer com que 10% das pessoas que hoje andam de carro migrem para o BRT nos próximos dez anos. "Não podíamos esperar mais 20 anos pelo metrô.

O BRT é uma solução viável e barata, implementada em cidades como Curitiba e Bogotá. O objetivo é evitar que a cidade pare. Não queremos que as pessoas deixem de usar o carro, mas que elas adotem o coletivo", diz Cintra.

O primeiro BRT circulará entre as avenidas Antônio Carlos e Pedro I. A justificativa é simples. Os ônibus precisam de uma via exclusiva para rodar e, com a duplicação, a escolha foi natural. Nesse mesmo raciocínio, a Cristiano Machado será a segunda a ter ônibus rápido. A Carlos Luz/Pedro II e o trecho central fecham a primeira fase do projeto.

A segunda etapa, que ainda não tem recursos garantidos, prevê que o BRT chegue a outras vias até 2020. Segundo o especialista em transporte e tráfego urbano, Ronaldo Guimarães Gouvêa, o BRT é um sistema melhor do que o atual, mas que não pode ser um substituto do metrô.

"O BRT tem uma possibilidade limitada. Poucas avenidas são largas o suficiente para implementá-lo. Isso impede que ele seja pensado de uma maneira mais ampla. O BRT é bem-vindo, mas não resolve o problema a longo prazo", analisa

Fonte: O Tempo
READ MORE - Ônibus rápido é alternativa para transporte público de BH

Insegurança ronda os terminais de integração em Aracaju


O transporte público em Aracaju é feito principalmente por ônibus de empresas privadas, que fazem parte do Sistema Integrado de Transporte. Nesse sistema o usuário pode se deslocar por praticamente toda a cidade e também municípios da Grande Aracaju pagando apenas uma passagem de ônibus, já que existem os Terminais de Integração, onde se tem à disposição várias linhas de coletivos sem precisar pagar mais passagens, desde que as descidas e subidas aos ônibus sejam feitas nesses terminais.

Os Terminais de Integração na capital são 6: Terminal do DIA (Distrito Industrial de Aracaju), o Terminal Centro (Rodoviária Fernando Sávio), Terminal da Zona Sul (Bairro Atalaia), Terminal Zona Oeste (Rodoviária Nova), Terminal dos Mercados e Terminal Maracaju. Apesar da praticidade e economia para o usuário do transporte coletivo proporcionadas pelos terminais, existem já há muitos anos inúmeras críticas por parte da população e profissionais envolvidos referindo-se às condições físicas, à segurança e manutenção desses locais.

A estudante e comerciária Isabele Santos Souza usa ônibus diariamente nos terminais, principalmente o do DIA. "A estrutura dos terminais é péssima. O do DIA, por exemplo, só serve para gente pegar ônibus, porque não dá para ficar muito tempo lá, pois é muita sujeira, os banheiros são imundos, não há nada neles, nem papel higiênico, sem falar que muitas vezes têm até fezes no chão. Tanto que quase ninguém os usa.

O chão é cheio de buracos; se a pessoa não tiver cuidado, pode se machucar. E ainda há o problema da superlotação, principalmente em horários de pico. O do Centro mesmo, é uma confusão. Totalmente caótico", disse Isabele.

Fonte: Correio de Sergipe
READ MORE - Insegurança ronda os terminais de integração em Aracaju

Fique por dentro: A Trensurb Agora tem um Link no Blog 'Meu Transporte''


A Trensurb foi criada, em 1980, para implantar e operar uma linha de trens urbanos no eixo Norte da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) e atender, diretamente, as populações dos municípios de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.
Começou a ser idealizada a partir de 1976, através de estudos desenvolvidos pelo GEIPOT (Grupo Executivo de Integração da Políticas de Transportes da Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes ), que justificou o projeto pela redução do fluxo de veículos na BR-116, já saturada à época, e pela oferta à população dos municípios mencionados de uma alternativa de transporte com baixo custo e com maior rapidez, segurança, conforto e capaz de absorver uma demanda inicialmente prevista na casa dos 300 mil passageiros por dia.



READ MORE - Fique por dentro: A Trensurb Agora tem um Link no Blog 'Meu Transporte''

Na Grande Recife, Novo viaduto é entregue pelo governo


Mais uma etapa da requalificação da Estrada de Batalha foi concluída na manhã de ontem, com a abertura ao tráfego de veículos do viaduto que passa por cima do cruzamento da via com a avenida Barreto de Menezes, em Prazeres. A expectativa é de que os cerca de 40 mil carros que seguem diariamente pela Estrada da Batalha em direção ao Recife se livrem do engarrafamento que se forma no local.
O fluxo de carros vai ser em mão única até o domingo, quando o viaduto passa a receber os carros nos dois sentidos. A mudança vai ocorrer para liberar a pista local, onde vai ser construído um segundo viaduto paralelo ao primeiro, previsto para ser entregue em setembro. O viaduto aberto ontem custou R$ 12,5 milhões e levou nove meses para ser construído.
O governador Eduardo Campos e o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, inauguraram oficialmente o viaduto e fizeram uma caminhada para inspecionar o equipamento. Apesar de os responsáveis pela obra garantirem que o tráfego seria liberado no final da manhã, o viaduto ainda passava por alguns ajustes, como a pintura das faixas e a colocação da mureta de contenção do lado esquerdo.
“O novo viaduto é mais um passo para resolver o problema viário nos deslocamentos norte-sul da Região Metropolitana do Recife. Com a conclusão das obras na Estrada da Batalha, a cidade vai ganhar muito em mobilidade, já que as vias locais também estão sendo melhoradas”, destacou o prefeito.
O governador destacou os ganhos sociais e econômicos que a obra vai trazer para o bairro de Prazeres. Segundo Campos, o complexo viário vai ser “equipado também com quadras esportivas, posto de saúde, núcleo policial, pátio de eventos e um centro cultural, atendendo a um anseio antigo dos moradores”. As obras dessas instalações, que vão fazer parte de uma praça que vai ficar por baixo da pista, devem começar após a conclusão do segundo viaduto.
O governador ainda afirmou que a conclusão das obras na Estrada da Batalha vai estimular os investimentos turísticos na região sul da RMR. “Muitos postos de trabalho estão sendo gerados diretamente pela obra e outros vão vir quando os empresários perceberem que existe mais um eixo de ligação ao litoral sul do Estado”, acrescentou Campos.

Fonte: Folha de Pernambuco
READ MORE - Na Grande Recife, Novo viaduto é entregue pelo governo

Fortaleza: Motoristas e cobradores vão decidir se entram em greve na próxima quinta-feira (3)

Em duas horas e meia de reunião, motoristas e cobradores afirmaram ter dado um passo importante na luta pelo atendimento das reinvindicações. Eles vão decidir na próxima quinta-feira (3) se entram ou não em greve. A categoria reividica 45% de aumento salarial e melhores condições de trabalho. Em assembleias anteriores, o Sindiônibus havia oferecido 4,5%.

Fonte: Verdesmares

READ MORE - Fortaleza: Motoristas e cobradores vão decidir se entram em greve na próxima quinta-feira (3)

DF: Passe Livre volta a funcionar normalmente


Por volta das 14h50, os R$ 3 milhões do Passe Livre estudantil foram depositados na conta da empresa Fácil, após a paralisação da recarga às 12h, desta segunda-feira (31/5), devido a falta de dinheiro. Apesar das longas filas nas agências da empresa, a operação está fluindo. Contudo, o horário de atendimento não será estendido e vai acabar às 17h.

A outra metade dos R$ 6 milhões, que foi depositada na última sexta-feira (28), terminou em menos de três dias. MemóriaA liberação do dinheiro foi aprovada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), na terça-feira (25/5). Mas a decisão foi publicada apenas no fim da tarde de quinta (27/5), em uma edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal.

Este é o terceiro repasse autorizado pelo governador do DF, Rogério Rosso. No dia 15 de maio, foram liberados R$ 2 milhões, mas três dias depois o dinheiro acabou. O GDF, então, liberou mais dinheiro - dessa vez, R$ 636 mil. No entanto, no dia seguinte (19/5), a verba já havia acabado e, desde então, os alunos estavam sem o benefício.

Fonte: Correio Brasiliense
READ MORE - DF: Passe Livre volta a funcionar normalmente

Rio Branco: Greve de ônibus entra no 9º dia e provoca caos para a população


A paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo de Rio Branco chegou ontem ao extremo. Indignados com a falta de ônibus, alguns usuários danificaram carros, secaram pneus e atiraram pedras contra os pára-brisas dos veículos. Além disso, tinham como opção de transporte as lotações clandestinas com tarifas altas.De manhã, a Superintendência Municipal de Transporte e Transito (RBTrans) recebeu os representantes dos sindicatos dos taxistas para analisar junto à categoria um plano estratégico para atender a população durante a greve, que retirou das ruas todos os carros que fazem o transporte coletivo de passageiros na capital.
De acordo com o superintendente da Rbtrans, Ricardo Torres, foram discutidos junto ao sindicato as rotas e o quantitativo de carros para cada uma delas e também o valor a ser cobrado por passageiro. Além disso, foi realizada uma reunião junto à procuradoria jurídica para saber quais intervenções poderiam ser tomadas pelo município.
“Fomos surpreendidos pela paralisação dos cobrados e pela atitude de retenção dos carros tomada pelas empresas, e com o fenômeno da chuva a situação virou um caos. Vamos aguardar a decisão da 14ª região do Tribunal Regional do Trabalho, para então entrarmos com nosso plano de ação emergencial em prática. Estamos trabalhando pela normalidade do serviço”, pontua.
Até o fim desta edição a decisão do TRT a respeito da legalidade da greve ainda não havia sido publicada. Torres garante que, mesmo tomando medidas emergenciais, continuará incentivando o acordo entre os sindicatos para que o sistema volte a operar normalmente.
Para a auxiliar administrativa de uma instituição privada da capital, Marisa Moraes, existe a necessidade de uma intervenção judicial, já que a população é quem está sendo prejudicada. Ela alega que as empresas foram contratadas para prestar o serviço e a população deve pagar para fazer uso, porém os empresários não estão cumprindo com o contrato.
“A greve não é problema meu, e sim da empresa. Os empresários devem o serviço à prefeitura à qual eu pago meus impostos, portanto, exijo uma providência. Em um trajeto que pagaria R$ 1,90 que já é caro, tive que desembolsar R$ 10 porque muitos mototaxistas aproveitaram a situação e exageraram na tarifa. Como precisamos, vamos pagar”, conclui.



Fonte: Página 20
READ MORE - Rio Branco: Greve de ônibus entra no 9º dia e provoca caos para a população

Motoristas de ônibus fazem greve em Johannesburgo


O sistema de ônibus de Johannesburgo entrou em greve nesta segunda-feira. Os motoristas resolveram cruzar os braços em protesto ao regime de trabalho padrão para a categoria; a prefeitura da cidade sul-africana afirmou que acatará aos pedidos, mas classificou a manifestação como ilegal.
"Eles querem ser efetivados, atualmente não há contratos", informou Lisa Seftel, chefe do transporte de Johannesburgo por meio de um comunicado oficial. A responsável pelo departamento disse que a prefeitura aceitará as reivindicações dos motoristas, mas disse que tomará as medidas cabíveis contra a greve que infringiu os procedimentos.
"A companhia aceitou a efetivação dos motoristas a partir de 1º de julho, mas eles querem o contrato imediatamente. Há procedimentos que podemos tomar neste caso, os grevistas não seguiram a conduta adequada para a manifestação", acrescentou.
O protesto dos motoristas de ônibus em Johannesburgo desta segunda-feira é o segundo da classe em maio. No início do mês, eles haviam exigido que a cidade reconhecesse seu sindicato, a Samwu (sigla em inglês da União dos Trabalhadores Municipais da África do Sul).

Fonte: Terra
READ MORE - Motoristas de ônibus fazem greve em Johannesburgo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960