Evento religioso para trânsito em vários pontos do Rio de Janeiro

quarta-feira, 21 de abril de 2010


O trânsito no Rio deu um nó no início da tarde desta quarta-feira (21) por causa da movimentação de ônibus e fiéis que seguem para um evento religioso que será realizado a partir das 16h na Enseada de Botafogo, na Zona Sul do Rio.
O evento “Dia D”, organizado pela Igreja Universal do Reino de Deus, foi autorizado pela Prefeitura do Rio.
De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), o trânsito está praticamente parado nas seguintes vias: Elevado da Perimetral, sentido Aterro do Flamengo; Avenida Presidente Vargas, na pista lateral, sentido Candelária; Rua Pinheiro Machado, no sentido Botafogo; Elevado Paulo de Frontin, no sentido Zona Sul, desde a altura da Praça da Bandeira; Túnel Rebouças, no sentido Zona Sul; Avenida Borges de Medeiros, no sentido Centro.
Ainda segundo a CET-Rio, o trânsito está intenso nas seguintes vias: Túnel Santa Bárbara, no sentido Botafogo; Rua Voluntários da Pátria; Praia do Flamengo, no sentido Botafogo; Avenida Francisco Bicalho, na pista lateral, no sentido Centro, com reflexos até o Viaduto do Gazômetro.

O Centro de Controle da CET-Rio informou que muitos motoristas estão ligando informando dos congestionamentos e pedindo orientações.
Guarda Municipal montou esquema especial de orientação aos motoristasMotoristas reclamam que não há guardas nas ruas para orientar o tráfego.

Em nota divulgada na terça-feira (20), a Guarda Municipal informou que iria atuar com 195 agentes (44 de trânsito) no evento. Segundo a corporação, o ordenamento do trânsito teve início às 6h, com 14 guardas atuando nos bloqueios planejados pela CET-Rio ao longo de toda a Praia de Botafogo, do Flamengo, nas ruas transversais às praias e em ruas internas dos dois bairros.
Ainda de acordo com a nota, desde meio-dia 30 guardas reforçam as ações de trânsito nos acessos ao bairro de Botafogo. O esquema será mantido até a normalização do fluxo de veículos na região após o evento.

Fonte: G1
READ MORE - Evento religioso para trânsito em vários pontos do Rio de Janeiro

Grande Recife: Empresa de ônibus é destaque nacional por comprar ônibus velhos


A empresa de ônibus São Judas Tadeu, que tem uma das linhas mais importantes e com grande demanda de passageiros da região metropolitana do Recife vem causando muita discursão entre os usuários do sistema, é que ela adquiriu 05 ônibus velhos ou usados (articulados Volvo B10M) como bem entender para fazer uma das principais linhas da zona sul do Recife, esta linha troncal faz ligação do centro da cidade ao novo terminal de integração do Cabo de Santo Agostinho recem inaugurado pelo Governo do Estado, porém a empresa parece não ter entendido e em vez de colocar ônibus novos no terminal adquiriu ônibus com 12 anos de uso da cidade de Curitiba, deixando a população decepcionada, pois quem não gosta de andar em ônibus novos?
E esta situação vem trazendo certo desconforto em um dos meios de comunicação do cidadão que é o cidadão reporter do Diário de Pernambuco, onde os usuários estão se queixando com a falta de qualidade do serviço prestado e a pergunta que fica é, porque adquirir ônibus com 12 anos de uso? E porque foi autorizado pelo Consórcio Grande Recife de Transportes?

Fonte: Meu Transporte
READ MORE - Grande Recife: Empresa de ônibus é destaque nacional por comprar ônibus velhos

São Paulo: 2,5 km de faixa reversível na M´Boi Mirim. Mais conforto e segurança


As intervenções para melhorar o trânsito na Estrada do M’Boi Mirim continuam a pleno vapor. Em 22 de abril a faixa reversível ganha mais 1km de extensão, totalizando 2,5 Km de trajeto. Com a mudança, três novas paradas serão acrescentadas: Daniel Klein, Humberto de Almeida e Estevão Fernandes.Entenda como funciona a faixa reversível.

De segunda a sexta-feira, entre 6h e 8h, uma faixa extra para o centro foi criada para melhorar o fluxo de veículos e agilizar os embarques. Com essa medida, os usuários ganham mais agilidade e rapidez no dia-a-dia.

Cuidado redobrado para garantir a segurança.Fique atento às mudanças, trafegue com cautela e em caso de dúvida, consulte os orientadores de travessia ou agentes de paradas.

Fique atento às mudanças nas linhas.Com a criação da faixa reversível, 28 linhas que circulavam pelo corredor convencional passam a utilizar a nova faixa, de segunda à sexta-feira, entre as 6h e 8h.

Confira na tabela quais linhas tiveram seus trajetos alterados e fique atento aos novos pontos de embarque/desembarque.

ATENÇÃOEntre 6h e 8h, os usuários com destino bairro realizarão desembarque nos pontos do lado direito.

Fonte: SPTrans
READ MORE - São Paulo: 2,5 km de faixa reversível na M´Boi Mirim. Mais conforto e segurança

ônibus deTurismo de Campo Grande completa seis anos de sucesso


Neste mês de abril o City Tour Oficial da capital do Mato Grosso do Sul completa 06 anos de muito sucesso. Graças ao Campo Grande Convention & Visitors Bureau, administradora do passeio, e a parceria da Prefeitura Municipal, o Projeto vem desenvolvendo excelentes resultados. Com mais de 100.000 passageiros das diversas partes do país, além da própria população local, o passeio de duas horas e meia tem a finalidade de mostrar os principais atrativos da cidade em um roteiro de conhecimento cultural.

Fonte: Revista do ônibus
READ MORE - ônibus deTurismo de Campo Grande completa seis anos de sucesso

Grande Vitória: Frota municipal é monitorada por tecnologia GPS


Os ônibus do sistema de transporte coletivo municipal de Vitória são monitorados por meio da tecnologia GPS (Global Positioning System - Sistema de Posicionamento Global).
Com esse sistema é possível observar em tempo real a posição e a localização dos ônibus no mapa da cidade, a velocidade em que eles estão trafegando e o tempo de viagem de cada linha.
É possível, também, verificar se as empresas estão cumprindo o quadro de horários estabelecido e se está havendo algum desvio de itinerário.
Implantado em 2009, esse sistema de monitoramento tem como objetivo melhorar a gestão do sistema, facilitando o planejamento, o controle e a fiscalização dos ônibus. O monitoramento melhora a qualidade do transporte coletivo e traz benefícios para o usuário.
A partir do momento em que as informações do monitoramento chegam de forma mais rápida, é possível que a correção dos problemas seja feita com mais agilidade, fazendo com que o usuário possa ter mais confiabilidade no sistema de transporte coletivo.

Fonte: Prefeitura de Vitória
READ MORE - Grande Vitória: Frota municipal é monitorada por tecnologia GPS

Rio: Mais nove ônibus são apreendidos em operações da prefeitura no Centro


Nove ônibus foram retirados de circulação em operações iniciadas ontem e encerradas nesta terça-feira pela Subsecretaria de Fiscalização da prefeitura do Rio. As blitzes foram realizadas no Terminal Procópio Ferreira (Central do Brasil), na Praça Quinze e na Avenida Chile, no Centro. Os veículos apreedidos apresentavam irregularidades relacionadas à conservação e à documentação.
Durante as operações, foram apreendidos ônibus das linhas 107 (Central-Urca), 175 ( Central-Barra e Central-Recreio) e 176 (Central-São Conrado), todos da empresa Amigos Unidos; 292 (Praça Quinze-Engenho da Rainha), da Estrela Azuil; 397 (Campo Grande-Tiradentes), da Viação Campo Grande; e 383 (Tiradentes-Realengo), da Viação Bangu.

Fonte: O Globo
READ MORE - Rio: Mais nove ônibus são apreendidos em operações da prefeitura no Centro

João Pessoa: Transporte Coletivo terá prioridade em projeto da STTrans


Os membros do Conselho de Transporte e Trânsito (CTT) da capital paraibana voltaram a se reunir na tarde ontem (20), na sede da Superintendência de Transporte e Trânsito de João Pessoa (STTrans), localizada no bairro do Cristo Redentor.

O encontro, que já faz parte do calendário de reuniões do órgão, teve como objetivo discutir soluções alternativas para o trânsito de João Pessoa, que vem sofrendo com os diversos pontos de congestionamentos já mapeados pela equipe do órgão gestor. Durante a reunião, o diretor de Transportes, Adalberto Araújo, propôs uma série de intervenções no trânsito da capital paraibana e garantiu que a prioridade da Prefeitura é para o transporte público, seja ele realizado por ônibus ou taxis.

Para o diretor-executivo da Associação das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (AETC-JP), Mário Tourinho, a iniciativa é decisiva para a melhoria da mobilidade urbana que começa a sofrer colapsos em virtude do aumento da frota de veículos particulares. “Nós do Conselho tivemos acesso as primeiras alternativas apresentadas pela STTrans quanto à mobilidade e ficamos bastante satisfeitos.

A prioridade dos projetos de mobilidade urbana capitaneadas pela STTrans colocam o transporte público como prioridade. Agora só basta conscientizar a população para o uso do transporte coletivo, seja ônibus, táxi ou escolar, que continua sendo a melhor saída para desafogar o trânsito no dia-a-dia”, disse Mário.

O diretor de Transportes, Adalberto Araújo, concordando com Mário Tourinho, afirmou que qualquer intervenção realizada no trânsito da capital colocará os transportes públicos como principais atores da mobilidade urbana e não os carros, que para ele, estão em último lugar na lista de prioridades.

“O transporte público não pode ser coadjuvante nesse processo”, disse Adalberto, relembrando o encontro de teve recentemente com os motoristas de ônibus da capital, que na ocasião apontaram os principais problemas enfrentados pela classe. “Eles estão pedindo demissão por não agüentar tanta pressão. Eles vieram nos pedir socorro porque estão sofrendo muita pressão no trânsito, sem contar nos desentendimentos com os passageiros, que também estão sob estresse por estarem presos no trânsito”, destacou Adalberto.

Para melhorar a situação e evitar que os problemas sejam ampliados a longo e médio prazo, o diretor de Trânsito da STTrans apresentou aos conselheiros presentes as principais intervenções pensadas pela sua equipe.

Entre as mais urgentes estão corredores, binários, duplicações e viadutos em diversos pontos da cidade, como Oitizeiro, Cruz das Armas, Esplanada, Mangabeira, Bancários, Valentina, Geisel, além do parque Solon de Lucena e todo perímetro do centro da cidade, onde a proposta é destinar corredores exclusivos para ônibus e transformar o anel interno da Lagoa em área de convivência, e a Avenida Epitácio Pessoa que poderá ter alternativas marginais como a Júlia Freire, que deve ser prolongada até a praia.

O objetivo das intervenções, segundo Adalberto Araújo, é diluir o fluxo de veículos através de vias que não estão sendo utilizadas. “O principal problema é que muitas vezes essas vias já existem, mas não estão concluídas ou não levam a lugar algum. Temos que revitalizá-las, como a Júlia Freire, que já é utilizada como alternativa à Epitácio Pessoa”, disse Adalberto, citando também as BRs que muitas vezes são utilizadas como artérias e não como estradas federais como realmente são, a exemplo do trecho próximo ao Hospital de Trauma e ao bairro do Renascer, que também são destaque no projeto.

Estiveram presentes na reunião o representante do Sindicato dos taxistas da Paraíba, Edmilson Francisco, a Polícia Militar, representada pelo capitão Valério, o Conselho Municipal de Carteiras, representado por Jair Soares, além de Joanice Mendes, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Mário Tourinho, o diretor do Sintur-JP, Alberto Pereira, além de outros integrantes da AETC-JP e a equipe da STTrans.

Fonte: SNN

READ MORE - João Pessoa: Transporte Coletivo terá prioridade em projeto da STTrans

Edital de licitação de linhas de ônibus de Maceió já tem data para ser apresentado


Está decidido. O edital de licitação das linhas de ônibus de Maceió será apresentado no dia 13 de setembro pela Prefeitura. A decisão saiu após uma reunião, na manhã desta terça-feira, entre a presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Elisabeth Carvalho, e representantes do Município e do Ministério Público Estadual.
A desembargadora cobrou a redução do prazo para a divulgação do edital e a criação de novas linhas de ônibus. Ela também cobrou celeridade aos trâmites administrativos para execução de projetos que tornem “mais viáveis” as áreas com maior fluxo de transporte, como a avenida Fernandes Lima e a expansão das linhas de ônibus em Maceió.
“Já recebi representantes de conjuntos habitacionais que reclamaram que as linhas de ônibus não entram no conjunto, o que dificulta muito a locomoção dessas pessoas para o trabalho”, disse a desembargadora.
Segundo o TJ/AL, os representantes da prefeitura afirmaram que estão finalizando um estudo sobre o perfil do usuário desse sistema, e devem definir os locais que concentram os maiores fluxos de transporte e demanda de passageiros. “A partir desse estudo serão traçados ajustes nas linhas de transporte e divulgado o edital de licitação para as empresas de ônibus”, assegurou Davi Ferreira, assessor da Procuradoria do Município.

Fonte: Tudo na Hora
READ MORE - Edital de licitação de linhas de ônibus de Maceió já tem data para ser apresentado

Sistema de Transporte Coletivo Suspenso, desenvolvido por alunos formados na UEMG, fica em quarto lugar no prêmio IF Concept Award


Vestido com a camisa de sua seleção de futebol, o turista encontra-se atrasado em plena Praça de Liberdade. Deve estar em 30 minutos no Mineirão ou então perderá o início de partida decisiva de sua equipe pela Copa do Mundo de 2014. Ainda assim, ele espera calmamente pelo trem. Que logo chegará e, sem enfrentar agruras do tráfego, passará em suspensão pela avenida Presidente Antônio Carlos e o deixará, a tempo, às portas do estádio.

O cenário futurista, aparentemente desconexo da realidade de hoje, é, no quesito de logística do trânsito, perfeitamente aplicável. É o que assegura o júri alemão If Concept Award, que premiou em março dois estudantes formados na Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) pela criação do Sistema de Transporte Coletivo Suspenso (STC). Ousado, o projeto pretende erguer sobre os canteiros centrais das principais avenidas de Belo Horizonte o fundamento de um transporte coletivo rápido, barato e movido por energia limpa.

Segundo um dos autores do projeto, Rafael Osmar Costa, as facilidades de adoção do sistema superam às do metrô subterrâneo. “Uma das principais vantagens financeiras é a de não necessitar de desapropriações. A estimativa é de que os custos com a implementação do projeto sejam até 1/3 do valor previsto para trens urbanos”, analisa.

O transporte suspenso utilizaria energia eletromagnética convertida a partir de energia eólica captada nas torres de sustentação e de energia solar armazenada, cujos painéis se encontrariam sobre os vagões. Apenas em casos de insuficiência de produção energética provida por esses meios considerados limpos, por não degradarem o meio-ambiente, seria então ativado o sistema de geração por energia elétrica.

Até mesmo a procedência das matérias-primas para forjar os pilares de sustentação, cabos e vagões foi ponderada. “As empresas mineiras têm toda a capacidade de fornecer o material para a criação do sistema”, avalia Costa, que informa que já existem empresários estudando a proposta e analisando a viabilidade técnica e econômica da implantação do sistema em Belo Horizonte.

Elisa Irokawa, coautora do projeto, afirma que o sistema se apoia no trinômio velocidade-conforto-economia para debelar as dificuldades de tráfego das grandes capitais, pode reeducar o cidadão a optar pelo transporte público e auxiliar o município em outro empreendimento. “O projeto foi pensado também em função da Copa do Mundo”, revela.

Segundo a designer, o período necessário para a construção de cada linha de acesso é de apenas um ano. No projeto original, é previsto um total de oito linhas, incluindo rotas como Savassi-Pampulha e Belvedere-Pampulha. Uma composição do STC é formada por três vagões, mais leves e estreitos que os tradicionais, com capacidade para até 240 passageiros e pode atingir uma velocidade de até 100 Km/h.

Gênese

Rafael Osmar Costa e Elisa Irokawa concluíram seu curso de Design de Produto na UEMG em 2009 com a proposta de criação do Sistema de Transporte Coletivo Suspenso, levando em conta dados da topografia da capital mineira e a incômoda realidade das desapropriações necessárias quer fossem para ampliação de avenidas, quer fossem para ampliação dos serviços do trem urbano.

Tendo como orientador do projeto o professor Jairo Drummond Câmara, e colaborador o professor Róber Dias Botelho, ambos também da UEMG, foram aconselhados a inscreverem o trabalho em concursos internacionais. Assim o fizeram após tomar ciência das regras do prêmio da International Fórum Design, criado ainda em 1953 para reconhecimento das melhores soluções em Design em diversos âmbitos.

Os estudantes não esperavam figurar sequer entre os 100 primeiros colocados. Queriam, prioritariamente, ganhar experiência e utilizá-la como indicadores em seus currículos e portfólios. Inscritos na edição de 2010, os estudantes receberam a quarta maior premiação no prêmio IF Concept Award, categoria Industrial Design. Além da chancela de um grande prêmio internacional, os vencedores receberam o valor de € 1 mil.

Agora profissionais, Costa pretende continuar a trabalhar com o design na área de transportes e automóveis, enquanto Elisa cursa pós-graduação em Design de Moda e pretende convergir suas habilidades para o estudo automobilístico na área de Color & Trim (desenvolvimento de interiores, cores e acabamento do veículo).

Fonte: UAI Notícias
READ MORE - Sistema de Transporte Coletivo Suspenso, desenvolvido por alunos formados na UEMG, fica em quarto lugar no prêmio IF Concept Award

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960