São Paulo: Metrô Butantã terá terminal de ônibus

terça-feira, 20 de abril de 2010


O Metrô promete inaugurar junto com a Estação Butantã da nova Linha 4-Amarela (Luz-Vila Sônia) um novo terminal de ônibus localizado na esquina das ruas Pirajussara e MMDC, na Zona Oeste da capital.
As obras estão adiantadas e o novo terminal deve entrar em operação junto com a estação, até o final deste ano.
A companhia não divulgou o número de linhas que serão abrigadas no novo terminal.
Entretanto, haverá opções intermunicipais para cidades vizinhas da Grande São Paulo, como Taboão da Serra e Embu.
O custo da obra já estava incluso na licitação para construção da Linha Amarela do Metrô, cuja entrega de toda sua extensão está prevista para 2012.
A SPTrans diz que por enquanto vai esperar pela autorização do Metrô, que controlará o espaço, para definir se haverá criação de novas linhas ou apenas desvio no itinerários de algumas opções que passam pela Avenida Vital Brasil, principal via de acesso ao Butantã. A companhia espera fazer o anúncio oficial nos próximos meses.

Fonte: Diário de S. Paulo

READ MORE - São Paulo: Metrô Butantã terá terminal de ônibus

Estação do metrô em Botafogo terá dois acessos fechados para obras


A estação do metrô em Botafogo, na Zona Sul do Rio, terá dois acessos fechados a partir desta terça-feira (20), para obras de reforma. Segundo o Metrô Rio, serão interditados os acessos da Voluntários da Pátria/Nelson Mandela e da São Clemente/praia.
Segundo a concessionária, estão sendo investidos R$ 4,9 milhões na obra em Botafogo, que prevê a revitalização das áreas comuns e das bilheterias da estação. A expectativa é que a reforma esteja concluída em seis meses.
Os dois acessos serão interditados por 60 dias a partir das 5h desta terça. Para chegar à estação, os usuários poderão usar outros quatro acessos: Muniz Barreto, São Clemente/Humaitá, Voluntários da Pátria e Mena Barreto. A cada dois meses, dois acessos serão fechados até a conclusão total das obras.

Fonte: G1
READ MORE - Estação do metrô em Botafogo terá dois acessos fechados para obras

CETURB muda trânsito no entorno do T. Vila Velha nesta terça


A partir desta terça-feira (20), o trânsito no trecho entre a saída da Terceira Ponte, em Vila Velha, e a Avenida Capixaba passará a ter um novo traçado, devido à conclusão da urbanização da primeira etapa da ligação viária Terceira Ponte – Avenida Carlos Lindenberg, realizada pelo DER-ES.

As alterações viárias proporcionarão agilidade nos acessos das linhas de ônibus do Sistema Transcol, tanto na chegada ao Terminal Vila Velha pela Terceira Ponte e pela rua Antônio Ataíde quanto na saída para acessar a ponte e a avenida Luciano das Neves, no sentido Itapoã.Confira os benefícios: As linhas de ônibus que vêm da Terceira Ponte com destino ao Terminal Vila Velha e que não passam pelo centro do município acessarão o terminal pela rua Europa, deixando de realizar trajeto pelas ruas Antônio Ataíde e Amarildes Bernardes e pela Avenida Luciano das Neves. A medida garantirá mais agilidade e, consequentemente, redução dos tempos de viagem.

Os ônibus vindos das regiões de Itaparica e Itapoã pela rua Antônio Ataíde, que atualmente acessam o terminal passando pelas ruas Amarildes Bernardes e pela Avenida Luciano das Neves passarão a fazer conversão à esquerda na Rua Europa, encurtando o tempo de viagem.

O portão de saída de veículos pela avenida Luciano das Neves será fechado. Para atravessar a avenida com destino à Terceira Ponte ou acessá-la no sentido Itaparica, os ônibus sairão por uma nova via interna ao terminal, construída paralelamente ao Canal Bigossi.

Os coletivos farão um retorno e trafegarão pela Avenida Capixaba. Aqueles com destino a Vitória seguirão reto e acessarão a avenida Carioca e os que seguirem sentido Itaparica virarão à direita.Esse novo acesso possibilitará mais agilidade na saída dos ônibus, com mais tempo de sinal verde para os coletivos. “Atualmente, com o tempo que temos de sinal verde para a saída de ônibus, conseguimos a passagem de dois ônibus convencionais ou de um articulado.

Após a mudança, nossa expectativa é passar de seis a oito ônibus”, informou o diretor de operações da Ceturb-GV, Fernando Assad.Com esse novo acesso direto à Terceira Ponte pela Avenida Carioca, não haverá mais tráfego de ônibus pela rua Jaguaribe.

O ponto de parada localizado na via será extinto e as pessoas que o utilizam para pegar os coletivos com destino à capital caminharão, no máximo, 100 metros ao Terminal Vila Velha. As calçadas e travessias são acessíveis e oferecem ampla mobilidade para cadeirantes.

Não haverá alterações nas linhas que circulam pelo centro de Vila Velha e pela avenida Carlos Lindenberg.

Fonte: CETURB
READ MORE - CETURB muda trânsito no entorno do T. Vila Velha nesta terça

Frota de ônibus de Campina Grande é submetida a programa de melhoria da qualidade do ar


A frota de ônibus do transporte público de passageiros de Campina Grande será submetida a um programa de melhoria da qualidade do ar e redução de poluentes. Segundo informações da FETRONOR, Federação da Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste, o Programa Despoluir tem como objetivo combater a emissão de poluentes no setor de transporte de passageiros, através do monitoramento da frota de ônibus em circulação na cidade.
Até sexta-feira, 9 de abril, o Programa tem como meta vistoriar no mínimo 50% da frota de ônibus de Campina Grande, estimada em 200 veículos no total, segundo informações do Sitrans-CG . Durante o ano de 2009, o programa avaliou toda frota do município, alcançando um índice de 90% de aprovação em consonância aos limites de emissão de fumaça estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA. Juntamente com a capital de Alagoas, Maceió, que obteve 94%, Campina Grande configura entre os melhores índices de aprovação de frota dos estados atendidos pela FETRONOR. Representando um aumento na qualidade de vida da população e na consciência da preservação ambiental pelo setor transportador.
Como funciona: uma unidade móvel do programa, equipada com opacímetro (aparelho que mede o nível de fumaça emitido pelos motores ciclo diesel) visita sistematicamente as empresas. Os motores dos veículos são analisados pelo equipamento que está conectado a um computador, gerando automaticamente os resultados sobre os níveis de emissão de fumaça, conforme os limites estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA (resolução nº 16/1995 e nº 251/99)¹. Nas situações em que os resultados ultrapassem os limites da legislação, a empresa é notificada sobre os veículos reprovados e o Programa Despoluir volta a analisar o mesmo ônibus num período de 90 dias. Os veículos aprovados recebem o SELO DESPOLUIR, que possuem validade de até 180 dias.
Um incentivo é concedido às empresas todos os anos, a criação do Prêmio Fetronor Despoluir. Tal prêmio reconhece com distinção as empresas que apresentarem melhor desempenho na redução de emissão de gases nos estados de Alagoas, Paraíba, Rio grande do Norte e Pernambuco. No ano de 2009 as empresas de João Pessoa, Transnacional e Reunidas, foram primeira e segundo colocadas, respectivamente, na modalidade Empresas Urbanas. Uma novidade para este ano é a criação do Prêmio Despoluir, no âmbito nacional, onde todas as empresas de transporte sindicalizadas e participantes do programa poderão concorrer.
O programa é uma iniciativa Confederação Nacional do Transporte (CNT) em parceria com a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (FETRONOR), em operação nos estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. O Sitrans-CG ao longo de todo programa se tornou uma grande aliado, transmitindo à sociedade e empresas de transporte de passageiros de Campina Grande à preocupação ambiental do setor.
¹Tipo de teste: NBR 13.037

Fonte: SNN
READ MORE - Frota de ônibus de Campina Grande é submetida a programa de melhoria da qualidade do ar

Aracaju: Meia passagem é suspensa para alguns estudantes


O Sindicato das Empresas do Transporte Público (Setransp) confirmou a suspensão do cartão de meia passagem para alguns estudantes de Aracaju. Deixam de ter o direito ao benefício estudantes de cursos pré-vestibulares, cursos técnicos, quem faz 3° anos assistente, ensino profissionalizante e aqueles que cursam ensino à distancia, ou semi-presencial.
Segundo a assessoria de comunicação do Setransp, de acordo com a lei municipal do Passe Escolar, esses estudantes nunca tiveram direito ao benefício. Somente os estudantes regularmente matriculados nos ensinos fundamental, médio e na graduação têm direito à meia passagem. Ainda segundo a assessoria, a partir de agora a Lei será cumprida à risca.
Na Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), a informação é de que existia um acordo de cavalheiros para a concessão do benefício a todos os estudantes. Só que esse acordo teria sido quebrado por parte do Setransp sem mesmo comunicar à SMTT.
Segundo Jairo Almeida, assessor de comunicação da SMTT, o órgão está esperando o novo superintendente, Osvaldo Nascimento, assumir no lugar de Antônio Samarone para tentar resolver essa questão. Por enquanto, aqueles estudantes que ainda possuem crédito no Cartão Mais Escolar poderão utilizá-lo, mas não será mais permitido fazer recarga nem o recadastramento.

Fonte: Infonet
READ MORE - Aracaju: Meia passagem é suspensa para alguns estudantes

Natal: Passageiros de ônibus da Zona Norte não conseguem aproveitar o Passe Livre


Os moradores da zona Norte de Natal estão enfrentando problemas para usar o Passe Livre e fazer a integração no sistema de transportes urbanos de Natal. O trânsito lento provocado pelos frequentes engarrafamentos nas avenidas Tomaz Landim, Felizardo Moura e Ponte de Igapó, além dos frequentes acidentes de trânsito, são as principais causas apontadas pelos passageiros que fazem extrapolar o tempo máximo exigido para a integração em outro ônibus.

O Passe Livre permite ao usuário de ônibus de Natal o direito de circular em até dois coletivos pagando apenas uma passagem. Depois de descer do primeiro ônibus, em qualquer parada, o usuário terá o prazo de uma hora para subir em outro ônibus e utilizar o cartão sem que essa segunda viagem seja descontada.

A estudante Elizabeth de Oliveira, 17, residente no bairro de Pajuçara, gostaria de utilizar o Passe Livre, mas ela que sempre que tenta não dá tempo de se deslocar de sua residência no Gramoré até a unidade daavenida Roberto Freire da Universidade Potiguar, onde faz o curso de administração. "Além de só poder pegar um ônibus, toda vez que tento fazer a transferência na avenida Bernardo Vieira sempre estoura o tempo", disse ela.

Outro passageiro que reclama do sistema é o vigilante Francisco Moacir Ferreira, 41, que reside no conjunto Santarém e tem que se deslocar para o trabalho na BR-101, em Neópolis. "É um problema nos horários de pico, nunca consigo chegar a tempo.

Quando passa o viaduto de Ponta Negra tenho que caminhar até a empresa Queiroz Galvão porque não dá tempo de pegar outro ônibus. Da mesma forma, a estudante de Ciências da Computação da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern), Ediane Barros, 22, reclama dos engarramentos que diariamente se submete na Zona norte para chegar a tempo na avenida Benardo Vieira e fazer a transferência.

"O sistema é interessante, mas o tempo é insuficiente para fazer todo o trajeto em uma hora e pegar outro ônibus para o campus da Uern na avenida Airton Senna", reclama ela.

O secretário adjunto de transporte da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Sílvio Medeiros, discorda que o tempo para quem mora na Zona Norte seja insuficiente para chegar às estações de integração. "O problema é que na maioria das linhas da zona norte existe o vício dos passageiros de só fazerem a transferência nas proximidades de frente aos shopping's Midway e Via Direta.

"A utilização do segundo ônibus poderia ser no meio da avenida Bernardo Vieira", sugere ele, reconhecendo porém que uma pesquisa realizada pela Semob identificou problemas em algumas linhas da cidade para fazer a integração.Ele citou linhas de Ponta Negra, Felipe Camarão e Guarapes.

Algumas dessas linhas precisam sofrer correções e serão corrigidas brevemente. Quanto à reivindicação de aumentar o número de veículos, a pesquisa não detectou em Natal a necessidade de nenhum deslocamento que precise de três veículos, mas ele recomendou que as pessoas que se sentirem insatisfeitas procurem a Ouvidoria Municipalpara reclamar (156). Segundo dados da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, em março houve 1 milhão e 113 mil integrações, o dobro do que era previsto em Natal.

Fonte: DN online

READ MORE - Natal: Passageiros de ônibus da Zona Norte não conseguem aproveitar o Passe Livre

Tarifa de ônibus de Joinville não terá reajuste


A Prefeitura de Joinville não vai aumentar a tarifa de ônibus neste ano. A decisão foi anunciada na manhã desta segunda-feira (19/04) pelo prefeito Carlito Merss após reunião com os proprietários das empresas concessionárias do sistema de transporte público de Joinville.
Foram levados em consideração vários fatores, especialmente a preocupação da Prefeitura de fomentar amplo acesso ao sistema de transporte público. “Queremos um transporte público de qualidade, com uma tarifa acessível e que também ajude a melhorar a qualidade de vida da população”, disse o prefeito.
A Prefeitura vai acelerar os projetos que visem reduzir pressões de custos sobre o sistema, como corredores exclusivos, otimização de linhas, combustíveis alternativos e horários. Foi fixado o calendário de atualização das tarifas do transporte público para o mês de janeiro. Também está mantido para 2011 o cronograma de realização do processo licitatório do sistema de transporte público de Joinville.

Fonte: ADJORI SC
READ MORE - Tarifa de ônibus de Joinville não terá reajuste

Prefeitura de Petrópolis realiza intervenção em três empresas de ônibus da cidade


Às 8h de ontem o prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, decretou “Estado de Intervenção Parcial” nas viações Autobus, Esperança e Petrópolis. As empresas não prestaram os serviços com qualidade e desobedeceram a diversas cláusulas estabelecidas no contrato de concessão. A intervenção será de até seis meses e, por enquanto, a população não sentirá mudanças nas ruas.A intervenção significa que agora a administração das empresas estará a cargo da Prefeitura.

Cada empresa passou a contar, a partir de hoje, com um interventor: Adrian Couto Costa (Viação Petrópolis Ltda), Celso Permínio Schmid (Viação Esperança Ltda) e Seraphin José Claudino (Empresa Transportadora e Industrial Autobus S.A). Eles irão analisar sua situação contábil, financeira e técnico-operacional, gerando relatórios diários ao município, que deverá se posicionar, através da análise deste material, se haverá ou não necessidade de se abrir uma nova licitação para a concessão dos serviços de transporte coletivo no município.

Durante coletiva de imprensa ontem, na sede da Prefeitura, Paulo Mustrangi explicou que a decisão é um fruto de processo de amadurecimento e esse é o primeiro passo para as mudanças. “Temos até seis meses de intervenção, mas as mudanças podem acontecer bem antes”, esclareceu o prefeito.

O prefeito fez questão de esclarecer também que a intervenção não é encampação (desapropriação). As empresas continuam a pertencer aos seus donos, mas os diretores de cargos de confiança serão afastados, dando lugar aos interventores.

A partir do material recolhido nos últimos seis meses pela equipe técnica e jurídica da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) e pela Procuradoria Geral do Município, que geraram um relatório completo sobre o sistema de transporte público em Petrópolis, já enviado às empresas, à Setranspetro e ao Ministério Público Estadual, o prefeito Paulo Mustrangi conseguiu os subsídios necessários para realização desta intervenção.

“Quero deixar bem claro à população que esta intervenção foi a única medida encontrada pelo governo, depois de várias e exaustivas reuniões com as empresas de ônibus do município, nos sentido de reorganizar o sistema e garantir a melhoria dos serviços à população. Infelizmente não conseguimos com que estas três empresas iniciassem um processo de renovação de suas frotas e nem que garantissem a segurança dos próprios usuários, motoristas e trocadores.

Diversos casos de quebras de ônibus, falta de cumprimento de horários, coletivos sujos ou em péssimo estado de conservação foram noticiados nos últimos meses pela imprensa do município e eu, como Chefe do Executivo, não poderia mais permitir que a população continuasse a passar por tantos problemas. Estamos assumindo o controle das empresas.

A população e os rodoviários podem ficar tranqüilos porque faremos de tudo para que o sistema continue funcionando dentro da normalidade. Todo o processo será acompanhado pelo Sindicato dos Rodoviários e pelo Judiciário e, tenho certeza, que daremos uma resposta positiva à população”, explicou o prefeito de Petrópolis.

O prefeito Paulo Mustrangi, acompanhado do Procurador Geral do Município, Henry Grazinolli, do secretário Chefe de Gabinete, Carlos Abenza e de três interventores, com o respaldo de equipes da Guarda Municipal e da Polícia Militar, entregou pessoalmente o Decreto nº 204, de 16 de abril de 2010, aos proprietários das empresas de ônibus, no centro administrativo da Autobus, Esperança e Petrópolis, em Corrêas.

Fonte: Diário de Petrópolis
READ MORE - Prefeitura de Petrópolis realiza intervenção em três empresas de ônibus da cidade

Teresina: Construção de terminal integrado de ônibus começará na zona Norte


O transporte público de Teresina vai contar com a rede integrada de linhas de ônibus. A mudança vai acarretar na construção de terminais rodoviários nos bairros da capital e com bilhetagem eletrônica em toda a frota de veículos, que dará fim ao vale-transporte utilizado pelos passageiros que pagam a passagem no valor inteiro (R$1,75). O novo sistema vai funcionar com cartão de créditos, similares aos utilizados pelos estudantes.

O primeiro passo para as modificações já foi dado por meio da ordem de serviço emitido no começo do mês pela Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito- Strans para a construção terminal rodoviário do bairro Buenos Aires, na zona Norte de Teresina."Este terminal faz parte do projeto piloto da secretaria e tem um prazo de execução de 60 dias. Ele será erguido atrás do mercado do Buenos Aires, uma área ampla e com um fluxo considerável de passageiros.

Quando terminado, os passageiros terão a chance de se lo-comover por toda a capital com mais facilidade e com um custo reduzido, pois não haverá necessidade de pagar por duas conduções do Centro para outros bairros", disse o diretor de trânsito da Strans, Ricardo Freitas.

A novidade atraiu os comerciantes do mercado do bairro, pois, para eles, o terminal trará maior movimentação de pessoas e, conseqüentemente, maior visibilidade para o comércio das proximidades dali. É o que espera o autônomo José Alves. "Como as pessoas terão que passar pelo mercado para pegar o ônibus, a movimentação aqui vai crescer e isso vai ajudar os comerciantes a ter mais vendas", disse empolgado o autônomo.

Quanto à implantação da bilhetagem eletrônica no transporte público da capital o diretor de Transportes da Strans, Sebastião Nunes Ferraz, diz que o Plano Diretor de Transportes implantado pela Prefeitura de Teresina deu um prazo de seis meses para as empresas de ônibus e vans da capital adaptarem os veículos ao novo sistema. "O prazo começou a contar em janeiro. Esperamos que em julho todos estarão de acordo com o que foi estabelecido pelo plano", prevê o diretor.

A previsão da Strans é de que os vales-transportes sejam aceitos concomitantemente com os cartões, até o mês de dezembro, quando o vale-transporte deixará de existir. Ferraz conta que as empresas que fornecem hoje vale-transporte para os seus funcionários agora comprarão cartões eletrônicos com a mesma quantidade de créditos disponíveis no vale, e os repassarão aos empregados. O custo do cartão já está embutido no valor da venda.

A maioria as capitais do Brasil já adotou o sistema de bilhetagem eletrônica tendo boa aceitação da população. Em Teresina, mais de 500 ônibus e vans transportam mais de 150 mil.

Fonte: TV Canal 13
READ MORE - Teresina: Construção de terminal integrado de ônibus começará na zona Norte

Juiz de Fora: Mais dois novos horários de ônibus são disponibilizados para a UFJF


A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) vai disponibilizar a partir da próxima quinta-feira, 22, mais dois novos horários de ônibus para atender à Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). A linha 755 - Zona Norte/UFJF sairá às 6h40 do bairro Nova Era e às 8h05 da UFJF.
Com essas mudanças, a Settra alterou os horários de 6h30, que sai de Nova Era, para 6h20 e o de 7h55, que sai da Universidade, para 7h45. A medida visa diminuir o problema de lotação e de atraso nos horários - principais reclamações dos usuários que utilizam o transporte coletivo para irem até o campus, conforme o Portal ACESSA.com denunciou, há cerca de um mês.
Segundo a assessoria da Settra , a mudança é fruto da pesquisa de contraste visual realizada no último dia 14, com os ônibus que atendem à UFJF. O trabalho foi feito com linhas que sobem pela avenida Independência neste dia, entre 6h e 9h e das 17h às 19h para classificar a lotação em uma escala de zero a seis.
Para o estudante de Comunicação Social e assistente administrativo, Arthur Daniel, a mudança pode não ser suficiente para atender a demanda. "Pego o ônibus às 6h, pois tenho que trabalhar às 7h num hospital próximo à instituição. Neste horário, o coletivo já está lotado, pois atende aos universitários e ao pessoal que trabalha na construção civil em São Pedro. Seria necessário disponibilizar ainda mais um horário." Mesmo assim, ele está confiante de que já haverá uma diminuição no fluxo de passageiros. "Vamos aguardar para analisamos os efeitos da medida."

Fonte: Acessa.com
READ MORE - Juiz de Fora: Mais dois novos horários de ônibus são disponibilizados para a UFJF

Pontos de ônibus recebem novos abrigos em Uberaba


Cem novos abrigos estão sendo instalados nos pontos de paradas do transporte coletivo em Uberaba. A informação é do diretor do departamento de Operações da secretaria municipal de Planejamento (Seplan), Claudinei Nunes. Segundo ele, os equipamentos foram adquiridos pelas concessionárias do serviço: Líder e Piracicabana, conforme previsão contratual.

Ainda segundo Claudinei, o edital de licitação previa a aquisição e instalação de 50 abrigos por parte de cada uma das empresas vencedoras com prazo limite no mês de junho. Além da compra e montagem, a manutenção destes novos abrigos também é de responsabilidade das empresas. As coberturas seguem projeto da Seplan, a exemplo dos últimos instalados pela Prefeitura. Coube à secretaria a definição dos locais para receber os novos abrigos.

De acordo com Claudinei foram priorizadas as principais avenidas da cidade e os pontos de maior demanda. O trabalho de instalação começou no fim de semana e as primeiras avenidas contempladas são Edilson Lamartine Mendes, João XXIII, Nenê Sabino, Abílio Borges, Bandeirantes, Prudente de Morais, Bento Ferreira, Alfém Paixão, Elias Cruvinel, Barão do Rio Branco, Leopoldino de Oliveira e Odilon Fernandes.

Os abrigos instalados nestes cem pontos contemplados com modelos novos, conforme Claudinei, passarão por reforma e serão instalados em pontos que não dispõem do benefício nos bairros.

Fonte: TriânguloMineiro

READ MORE - Pontos de ônibus recebem novos abrigos em Uberaba

Tarifa de ônibus coletivo fica 10,2% mais cara a partir de maio em São José do Rio Pardo

A tarifa de ônibus em São José do Rio Pardo, na região Central do Estado de São Paulo, será reajustada em 10,2% a partir do dia 1º de maio. Os usuários do transporte coletivo vão pagar pela passagem R$ 1,95. O último reajuste fora concedido em dezembro de 2007, quando a tarifa passou para os atuais R$ 1,75. O passe para estudantes passará a ser R$ 1,30 e para os trabalhadores em geral, R$ 1,80.
A empresa justificou a necessidade do reajuste apresentando planilha de custos dos serviços, alegando que houve significativo aumento dos chamados insumos de custos variáveis, tais como pneus, peças, salários dos funcionários, entre outros. Também alegou que houve investimentos, com aquisição de veículos novos para a frota, o que justifica o reajuste.
Segundo a planilha apresentada pela empresa, o valor correto da tarifa do circular em São José do Rio Pardo deveria ser de no mínimo R$ 2,07, em razão dos aumentos do custo de operação do serviço.

Fonte: EPTV

READ MORE - Tarifa de ônibus coletivo fica 10,2% mais cara a partir de maio em São José do Rio Pardo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960