Belo Horizonte: Novos ônibus já podem ser vistos e utilizados pelos usuários de 644 veículos na capital

quinta-feira, 15 de abril de 2010


Ventiladores, assento para obesos e vidros escuros são alguns dos itens que integram a frota, conforme as normas da ABNT Ônibus com ventiladores, assento para obesos, vidros escuros originais de fábrica e piso antiderrapante. Esses são alguns dos itens que já podem ser vistos e utilizados pelos usuários de 644 veículos, correspondendo a 1/4 da frota do Sistema de Transporte Público de Belo Horizonte.

O assento para obesos é apresentado em um banco inteiriço, sem divisões, com estofado, encosto para cabeça e localizado no salão dianteiro. Na cor amarela, como os demais espaços reservados, o assento apresenta na sua lateral o adesivo que identifica o público alvo: obesos, gestantes, pessoas com bebês ou crianças de colo e pessoas com deficiência.

Para melhorar ainda mais a acessibilidade, o piso dos coletivos é antiderrapante e o balaustre (tubo onde o usuário se apóia com a mão) é tátil, possuindo frisos que facilitam a identificação para os deficientes visuais.

Outro item que compõe a melhoria da acessibilidade são os novos elevadores para o cadeirante com acionamento simplificado e que também permitirão o embarque e desembarque de usuários com mobilidade reduzida. Eles disparam luzes internas e externas para alertar usuários e motoristas sobre o acesso da pessoa com deficiência no ônibus, oferecendo mais segurança no embarque e desembarque do usuário.

Um ventilador para o motorista e pelo menos três ventiladores afixados no teto do ônibus e que também podem funcionar como exaustores oferecem mais alívio nas viagens dos dias quentes. "Os usuários aprovaram as novidades. A orientação na empresa é para usar o ventilador. Já recebi também elogios sobre os novos bancos reservados para os deficientes e obesos", conta Alexandre Carvalho, motorista da linha 8203 (Renascença/Buritis).

Na empresa onde trabalha, a Rodopass do Consórcio Dom Pedro II, 122 veículos já estão circulando com os itens especificados acima.Os novos ônibus se enquadram nas especificações determinadas pela BHTRANS e seguem à risca as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT. "Todas as medidas visam oferecer mais conforto e segurança para os usuários e operadores", explica Rodrigo Pimenta, supervisor de Inspeção Veicular da BHTRANS.

Também as janelas ficaram mais arejadas: a sua parte inferior era inteiriça e, agora, em muitos veículos, conta com abertura de até 20 cm. Vidros escuros originais de fábrica em boa parte dos novos veículos ajudam a amenizar o calor. As lixeiras estão mais próximas das portas e os botões de acionamento da campainha foram instalados em todos os balaustres, permitindo que o usuário os acione com maior facilidade.

Já os letreiros eletrônicos, que identificam o número e o nome da linha, utilizam leds nas cores amarelo âmbar ou branco, mais visível para os passageiros. Duas tarjas coloridas afixadas no pára-brisa ajudam usuários com baixa visão a identificar o itinerário da linha.

Por exemplo, na linha 8203 (Renascença/Buritis) as tarjas são azuis e amarelas. Azul indica que o ônibus circula pela Rua Padre Eustáquio e amarelo pela Avenida Amazonas e Via Expressa. "Aos poucos os usuários vão associando as cores aos itinerários das linhas que mais utilizam", esclarece Rodrigo Pimenta.

Fonte: BHTrans
READ MORE - Belo Horizonte: Novos ônibus já podem ser vistos e utilizados pelos usuários de 644 veículos na capital

Encontro em Curitiba lançará associação latino-americana de transporte


Presidentes das 17 mais influentes agências gestoras de transporte urbano da América Latina estarão em Curitiba, de 14 a 16 de abril, para o lançamento da Associação Latino-Americana de BRT (Bus Rapid Transit) e Sistemas Integrados de Transporte (SIT). A Prefeitura de Curitiba será anfitriã do encontro.

O lançamento da nova associação será às 9 horas desta quinta-feira (15) no Salão Brasil da Prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico. O encontro tem o apoio da Corporação Andina de Fomento, primeira entidade a ingressar na nova associação.A iniciativa para criação da nova associação partiu da Embarq - Instituto Internacional de Re

cursos e Centro para Transporte Sustentável. A Embarq servirá como secretaria técnica da associação, sob a liderança de seu diretor para a América Latina, Luis Gutierrez.

O encontro para criação da Associação Latino-Americana de BRT terá a participação de representantes brasileiros dos seguintes sistemas BRT e SIT: Urbs - Urbanização de Curitiba S/A; CMTC, de Goiânia; SPTrans, de São Paulo; BHTrans, de Belo Horizonte e EPTC, de Porto Alegre.

Os demais países latino-americanos serão representados pela Metrobus-Q, de Quito, e Metrovia, de Guayaquil (Equador); Transmilenio, de Bogotá; e Megabus, de Barranquilla (Colômbia); Metrobus, da Cidade do México; Optibus, de Leon, e Macrobus, de Guadalajara (México); Transmetro, da Cidade de Guatemala (Guatemala), e Transantiago, de Santiago (Chile).

Trabalho integrado - Todos os participantes da associação vão pagar uma taxa anual de participação em reuniões e oficinas. Peritos da Rede Embarq farão trabalho conjunto com os associados para ajudar a medir o desempenho, impacto e gestão de sistemas de transporte existentes em cada cidade, bem como para planejar e implementar futuros projetos de transporte.

O diretor Luis Gutierrez explica que a nova associação está configurada para ser um veículo institucional de comunicação direta e colaboração entre as agências gestoras do transporte urbano da América Latina. "Esperamos incluir novos membros, como os bancos de desenvolvimento multilaterais, empresas, organismos sem fins lucrativos e consultores em transporte entre outros", afirma.

O apoio técnico e gerencial virá de três centros da Rede Embarq na América Latina: o Centro de Transporte Sustentável do Brasil (CTS-Brasil), o similar mexicano (CTS-México), e o entro de Transporte Sustentável e Saúde na Região Andina (CTS-Andino).O diretor do CTS-Brasil, Luiz Antonio Lindau, diz que a América Latina tem uma das maiores taxas de urbanização e motorização do mundo. Segundo Lindau, isso provoca problemas como congestionamentos, poluição, lesões corporais e mortes ocasionadas por acidentes de trânsito, bem como perda de espaço público.

A proposta da Associação de BRT é melhorar a qualidade de serviços de transporte público urbano, com a promoção de uma indústria do setor eficiente e competitiva. Também demonstrar como o transporte rápido de ônibus, metrô, trilhos e outros sistemas de transporte integrados podem ajudar a melhorar a segurança, a saúde, a qualidade de vida e a competitividade econômica de uma cidade.

Fonte: Urbs

READ MORE - Encontro em Curitiba lançará associação latino-americana de transporte

Alterações no transporte público para o aniversário de Brasília


No dia 21 de abril, aniversário de Brasília, o metrô terá itinerário e horário de funcionamento especiais [veja quadro abaixo]. De acordo com o Metrô-DF, não será cobrada passagem neste dia. As estações estarão abertas a partir das 7h e só serão fechadas às 2h30 do dia 22.

O DFTrans também informa que, para facilitar o transporte da população até o local da grande festa dos 50 anos da cidade, haverá reforço em todos as linhas de ônibus que seguem para a Esplanada dos Ministérios. O reforço será das 7h da manhã de quarta-feira (21) até as 4h da manhã de quinta (22), de acordo com a demanda e em conformidade com a fiscalização do DFTrans.

Confira o cronograma do Metrô:
- 7h: Abertura das estações.
- Das 7h às 14h: Operação normal com embarque e desembarque em todas as estações
- A partir das 14h:
ESTAÇÃO GALERIA: Embarque normal e desembarque obrigatório para os trens com destino ao Plano Piloto.
ESTAÇÃO CENTRAL: Apenas embarque para Ceilândia e Samambaia.
- A partir das 23h:
ESTAÇÃO CENTRAL: Apenas embarque para Ceilândia e Samambaia.
DEMAIS ESTAÇÕES: Fechamento para embarque, permitindo-se apenas o desembarque.
- Fechamento:
02h30 (do dia 22): Encerramento da operação com fechamento das estações.

Informações: Metrô-DF e e DFTrans
READ MORE - Alterações no transporte público para o aniversário de Brasília

São Paulo: Vans do Atende e linha de ônibus facilitam acesso à feira de tecnologias em reabilitação


Em função da Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação e Inclusão e Acessibilidade (Reatech) do dia 15 a 18 de abril, no Centro de Exposições Imigrantes, na zona sul da cidade, a SPTrans informa que colocará à disposição uma linha especial do serviço Atende da estação de Metrô Jabaquara até o local do evento. No ano de 2008, o serviço transportou 4.317 pessoas. Já em 2009 foram 6.709.
Normalmente, o serviço Atende é destinado às pessoas sem condições de utilizarem o transporte público comum. Contudo, durante a visitação à Reatech as vans atenderão qualquer pessoa com mobilidade reduzida (deficientes, idosos, obesos e gestantes). Nos dias 15 e 16 estarão disponíveis cinco veículos, entre 12h e 22h, e nos dias 17 e 18 serão oito vans e três micro-ônibus, das 9h às 20h.
No sábado, dia 17, entre 7h e 17h, o itinerário da linha da linha de ônibus 331T Jardim Helena - CCPD Raul Tabajara será alterado para levar seus passageiros à feira.
Para informações sobre os trajetos de linhas de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.
Acompanhe a mudança de itinerário na linha 331T, que circula aos sábados:

  • Linha e itinerário:331T/10 Jardim Helena - CCPD Raul Tabajara
Ida: normal até Avenida Norma Pieruccini Gianotti, Rua Sérgio Tomás, Av. Presidente Castelo Branco, Av. do Estado, Av. Dom Pedro I, Av. Ricardo Jafet, Rodovia dos Imigrantes (km 1,5).

Volta: Rodovia dos Imigrantes (km1,5), Av. Ricardo Jafet, Av. Dom Pedro I, Av. do Estado, Av. Cruzeiro do Sul, acesso, Av. Morvan Dias de Figueiredo, Av. Assis Chateaubriand, Av. Otaviano Alves de Lima, acesso, Ponte da Casa Verde, Av. Dr. Abrão Ribeiro, Av. Marquês de São Vicente, Avenida Norma Pieruccini Gianotti, prosseguindo normal.

Fonte: SPTrans
READ MORE - São Paulo: Vans do Atende e linha de ônibus facilitam acesso à feira de tecnologias em reabilitação

Salvador: Chuvas continuam a causar transtornos na manhã desta quinta

A Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) informou que o tráfego de veículos está complicado em diversas vias da capital baiana em decorrência dos alagamentos provocados pelas fortes chuvas. O trecho que está mais congestionado é o da avenida Garibaldi até o viaduto Raul Seixas.
O trânsito também está lento e com intensidade na avenida Paralela, no sentido Centro e na avenida ACM, sentido Rótula do Abacaxi. A avenida Gal Costa, no sentido Sussuarana está interditada parcialmente por conta de um deslizamento de terra ocorrido ontem (14).

Fonte: Correio da Bahia

READ MORE - Salvador: Chuvas continuam a causar transtornos na manhã desta quinta

Porto Alegre: EPTC recebeu reclamação sobre parada de ônibus energizada


Existia um pedaço de papel alertando para o risco de choque

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, admitiu, em entrevista à Rádio Guaíba, que a prefeitura havia sido informada do problema de eletricidade em uma parada de ônibus, onde um jovem morreu eletrocutado na noite de ontem.
“Nós recebemos, realmente, pelo 118, no dia 3 abril, às 18h, uma comunicação de que a parada de ônibus estava energizada”, explicou. Ele disse que às 18h30min daquele dia, um processo foi aberto, após uma agente de fiscalização constatar o problema. “Foram tomadas providências que eu ainda desconheço, porque estou tomando conhecimento hoje pela manhã.

Nós estamos em busca do processo”, disse Fortunati. “Eu lamento que a CEEE tenha lavado as mãos tão rápido, porque ainda temos uma investigação pela frente”, disse o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati. Ele se referia à uma nota enviada pela Companhia Estadual de Energia Elétrica atribuindo a responsabilidade da iluminação pública das paradas de ônibus à administração municipal.

“A EPTC faz uma manutenção de todas as paradas, mas existem problemas que não são visíveis, não aparecem, e esse é um caso concreto”, disse. Por isso, o prefeito pediu para que as pessoas comuniquem os problemas que identificarem “para que sejam tomadas as providências”.

“Elas não foram tomadas da forma adequada, naturalmente, nós vamos averiguar e tomar as providências cabíveis para identificar quem falhou e que obviamente responda por isso”, ressaltou. O prefeito disse que mesmo a CEEE tendo desligado a iluminação elétrica da região onde está localizada a parada de ônibus ontem, ela continua energizada, o que, segundo ele, significa que não é um problema do local.

“Pode ser inclusive roubo de cabos, mau contato do sistema de iluminação pública como um todo. O caso pode ser um pouco mais complexo e eu não vou aqui avançar e lavar as minhas mãos também. Acho que o pior exemplo que nós podemos dar é quando os entes públicos começam a lavar as mãos e estranho que a CEEE tenha feito isso com tanta rapidez”, completou. Segundo ele, a Fasc já está fazendo o contato com a família da vítima. “Nós vamos prestar toda a nossa solidariedade”, disse. “Vamos fazer todas a averiguações e apurar a responsabilidade.

”Caso - O estudante Valtair Jardim de Oliveira, de 18 anos, morreu na noite desta terça-feira ao levar um choque em uma parada de ônibus da Capital. Ele estava acompanhado de um colega quando encostou no corrimão da estação Universidade, na avenida João Pessoa. De acordo com moradores da região, o corrimão estava energizado havia dias. Inclusive, existe um pedaço de papel alertando para o risco de choque.

De acordo com o relato do amigo Dênis Farias Chaves, 21 anos, o jovem se encostou no ferro, soltou um grito, e caiu. "Achei que ele estava brincando. Quando encostei nele, levei um choque também", disse.

Nota da CEEE

"O Grupo CEEE lamenta o incidente ocorrido com um jovem, em uma parada de ônibus, ontem à noite, na Capital. Logo após o acontecido, a CEEE foi chamada para desenergizar a área, isolando o local e eliminando o perigo de outras ocorrências.

Durante o atendimento, realizado pelos técnicos da companhia, foi constatado que o problema teve como causa a energização de um poste de iluminação pública, cuja instalação e manutenção é de competência da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. A CEEE se solidariza com a família da vítima."

Fonte: Ijuhy.com
READ MORE - Porto Alegre: EPTC recebeu reclamação sobre parada de ônibus energizada

Urbelândia: Câmara aprova redução da CGO para concessionárias


As três concessionárias do transporte urbano de Uberlândia — Sorriso de Minas, São Miguel e Turilessa — terão a redução de 5% para 3% no Custo de Gerenciamento Operacional (CGO), cobrado pelo município, de acordo com projeto de lei aprovado ontem na Câmara Municipal. Com a desoneração, cada empresa deixará de pagar cerca de R$ 720 mil por ano, o que totaliza R$ 2,1 milhões anuais a menos no caixa da prefeitura. O projeto foi aprovado em primeira votação; hoje deve ser votado em definitivo.
O CGO é destinado ao custeio dos investimentos na infraestrutura do sistema de transporte coletivo e das despesas de fiscalização e controle operacional.
Para o secretário de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira, a medida, anunciada no fim de janeiro, durante o último reajuste da tarifa, vai beneficiar a população. “A aprovação do projeto evita um aumento tarifário e melhora o sistema de transportes da cidade. Com isso, as empresas não poderão mais reajustar o valor da tarifa até o fim deste ano”, disse. Em janeiro, a passagem foi reajustada em 2,27%, passando de R$ 2,20 para R$ 2,25. Segundo o secretário, a prefeitura quer aumentar o número de usuários e incentivar a utilização do transporte coletivo.
Para o gerente de operação de uma das empresas, Leandro Gulin, a medida é positiva, mas não possibilita às concessionárias novos investimentos ou aumentos de salários aos funcionários. “Isso porque nós já investimos na estrutura do transporte coletivo antes da aprovação da lei. Cada ônibus novo custa, aproximadamente, R$ 320 mil. Serão inclusos 23 novos veículos até o meio do ano, conforme a previsão do edital. Ou seja, as empresas investirão R$ 7,4 milhões e terão redução de R$ 2,1 milhões em impostos”, disse.
Até julho, mais nove ônibus entrarão em circulação na cidade. Os veículos complementam as sete linhas criadas no município desde que as três novas concessionárias começaram a operar, no dia 31 de agosto do ano passado. Outros 14 veículos já entraram em operação neste ano, segundo a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Settran).
PMU vai reduzir ISS e IPTU
  • Outro projeto de lei relacionado ao trânsito de Uberlândia, anunciado na mesma data que a desoneração das concessionárias do transporte coletivo, é o que prevê a redução de impostos para estacionamentos particulares. De acordo com o secretário Paulo Sérgio Ferreira, o projeto está em fase de elaboração. “Queremos reduzir impostos como o ISS [Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza], IPTU [Imposto Predial Territorial Urbano] e aumentar o potencial construtivo dos terrenos. Com o avanço do número de veículos em Uberlândia, temos que reduzir estacionamentos públicos. Por isso, vamos criar oportunidades para a iniciativa privada”, disse. Ainda não há previsão para conclusão e envio do projeto à Câmara.

Fonte: Correio de Urbelândia
READ MORE - Urbelândia: Câmara aprova redução da CGO para concessionárias

Transporte coletivo goianiense será tema de audiência pública nesta quinta-feira


Assembleia realizará nesta quinta-feira, 15, uma audiência pública para tratar das últimas mudanças no transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia. O evento terá início às 9 horas, no Auditório Costa Lima da Casa. Será debatida a necessidade de extensão do eixo Anhanguera aos Setores Vera Cruz e Vila Mutirão e sobre a prorrogação do contrato de concessão da Metrobus.

Para José Nelto (PMDB), propositor da audiência e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor, as recentes alterações nas linhas de ônibus de Goiânia foram inoportunas, prejudicando os usuários do serviço. O sentimento da população é de indignação, enfatizou.
O deputado explica que o debate buscará meios para garantir uma prestação satisfatória do serviço de transporte coletivo aos seus usuários. O direito de ir e vir é uma garantia constitucional, sendo o direito ao transporte coletivo, na atualidade, tão necessário quanto o direito à alimentação e vestuário, disse.
Foram convidados para participar do evento representantes da Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC), da Companhia Municipal de Transportes Coletivos (CMTC), da Agência Municipal de Trânsito (AMT), do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (Setransp), e da empresa Metrobus.
As associações de moradores do Setor Vera Cruz, da Vila Mutirão e de outros setores da Capital, a Associação das Donas de Casa, a União dos Estudantes e outras associações de estudantes e entidades de classe também foram convidados para a audiência.

Fonte: JusBrasil
READ MORE - Transporte coletivo goianiense será tema de audiência pública nesta quinta-feira

Sistema de TV vai monitorar trajeto de ônibus em Manaus


O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) anunciou a instalação de um sistema de televisão dentro dos ônibus da capital. Entre as funções do equipamento está o monitoramento do transporte de passageiros, identificação de panes e até prevenção assaltos.

O sistema de canal traz mecanismos de monitoramento online, que registra atrasos, paradas irregulares e desvios de rotas. Também serão disponibilizados serviços de informação aos usuários sobre o percurso do ônibus, terminais, conexões e a próxima parada, além de informações publicitárias.

De acordo com o IMTT, em seis meses o novo sistema de TV será instalado nos primeiros 50 veículos. Serão dois televisores de LCD em cada ônibus. Os coletivos serão equipados também com uma câmera de vídeo e botão de pânico, interligado por GPS, que proporcionariam maior segurança em casos de assaltos. (IP)

Fonte: Portalamazonia
READ MORE - Sistema de TV vai monitorar trajeto de ônibus em Manaus

Ônibus: Micrão terá que ser 80% da frota da linha 239 no Rio


A Justiça determinou que a Viação Verdun mantenha em circulação pelo menos 80% de veículos do tipo Micromaster, o Micrão, na frota reservada para operação da linha 239, que liga o bairro de Água Santa ao Castelo, no Centro. A decisão foi do juiz Cezar Augusto Rodrigues Costa, da 7ª Vara Empresarial, que atendeu o pedido do Ministério Público. Em caso de descumprimento da decisão, a concessionária terá que pagar multa diária de R$ 10 mil.

- Há verossimilhança no pedido, que nada mais é do que exigir o cumprimento de determinação do órgão regulador. Por outro lado, está presente também o periculum in mora, pois a inobservância das regras estabelecidas pela Secretaria Municipal de Transportes traz evidente prejuízo para a população, em especial a que se serve desta linha, que não tem porque aguardar o desfecho desta demanda para ver satisfeitos seus direitos - destacou o juiz Cezar Augusto.

Fonte: Extra Online
READ MORE - Ônibus: Micrão terá que ser 80% da frota da linha 239 no Rio

Descarga elétrica mata estudante em parada de ônibus de Porto Alegre

Uma descarga elétrica matou o estudante Valtair Jardim de Oliveira, de 18 anos, quando ele se encostou na grade de proteção do abrigo de um ponto de ônibus do centro de Porto Alegre, no final da noite de ontem. Morador da zona leste da cidade, o jovem havia saído da escola e esperava pelo ônibus. Quando tocou na proteção metálica do abrigo, sofreu o choque.
O acidente provocou troca de acusações entre a Secretaria de Mobilidade Urbana de Porto Alegre e a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). A secretaria revelou que a Empresa Pública de Circulação e Transportes (EPTC) já havia recebido reclamações de usuários e avisado a CEEE do problema depois de ter constatado, com seus técnicos, que havia energização na grade.
A estatal estadual negou ter sido comunicada das ocorrências anteriores e emitiu nota informando que seus funcionários foram ao local depois da tragédia de ontem, quando constataram que a causa do problema foi a energização de um poste de iluminação pública. O texto destaca, no entanto, que a instalação e manutenção do equipamento é de competência da prefeitura.
A administração municipal também emitiu nota informando que está fazendo uma investigação e se comprometeu a tornar o resultado público. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar responsabilidades.

Fonte: Estadão.com

READ MORE - Descarga elétrica mata estudante em parada de ônibus de Porto Alegre

Fim de Tarde: menos filas no trânsito no segundo dia da operação em Florianópolis


A Operação Fim de Tarde da Guarda Municipal de Florianópolis parece ter dado resultado. Hoje quem saiu de carro na hora do movimento, chegou rapidinho ao seu destino. A Avenida Gustavo Richard, que dá acesso à ponte no sentido Ilha-Continente, estava com menos filas nesse segundo dia da Operação. Os outros três pontos fiscalizados pela polícia também estavam com o trânsito melhor.
Na Rua Antonio Pereira Oliveira Neto (foto), que dá acesso ao elevado que leva à ponte Colombo Salles, os guardas impediram que os motoristas furassem a fila. Alguns fazem o percurso todo pela direita, em direção ao Sul da Ilha, para chegar na boca do elevado e entrar à esquerda. Com esse monitoramento dos guardas, a quantidade de motoristas que tentou furar a fila diminuiu em relação a ontem, como mostra o segundo vídeo.
A Guarda Municipal acredita que o trânsito fluiu melhor no horário de pico devido ao sucesso da operação. O objetivo é diminuir a intensidade de trânsito nos principais acessos à Ponte Colombo Salles, no horário das 17h às 21h.

Fonte: Diário Catarinense
READ MORE - Fim de Tarde: menos filas no trânsito no segundo dia da operação em Florianópolis

Londrina: Liminar determina que prefeitura suspenda aumento da tarifa do ônibus


A tarifa do transporte coletivo em Londrina, atualmente a R$ 2,25, terá de voltar ao valor de R$ 2,10. Uma decisão, em caráter liminar, do Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná suspende, imediatamente, o decreto que aumentou o valor em R$ 2,25 no início do ano. A prefeitura de Londrina foi intimada nesta quarta-feira (14), por meio do procurador jurídico do município, Gabriel Bertin. O presidente da CMTU, Nelson Brandão, no entanto, disse que a tarifa continuará no mesmo valor até decisão final.
O argumento do desembargador Marcos Moura é de que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) não justificou por meio de documentos os estudos feitos para elevar o preço da tarifa. O decreto que aumentou a tarifa do transporte público, segundo o juiz, “não faz qualquer referência à existência de estudos técnicos e planilhas que demonstrem a efetiva necessidade do restabelecimento do equilíbrio econômico e financeiro do contrato de concessão do serviço público de transporte coletivo de passageiros de Londrina”.
De acordo com Moura, apenas citar a existência de estudos não justifica a necessidade do aumento. “A simples afirmação de que a CMTU realizou estudos técnicos que justificam o reajuste havido, não pode ser considerada, haja vista que não trouxeram aos autos cópia desses estudos”, afirmou o desembargador. O despacho é do dia 7 de abril, mas a prefeitura só foi intimada nesta quarta-feira (14).
O oficial de Justiça José Francisco Chagas tentou intimar o presidente da CMTU, Nelson Brandão, mas não o encontrou na sede da companhia. Na prefeitura, o prefeito Barbosa Neto (PDT) também não foi encontrado porque estava em um evento. Por isso o procurador é que recebeu o oficial de Justiça.
O presidente da CMTU, Nelson Brandão, disse que a tarifa continuará no mesmo valor. “Houve uma liminar e estamos solicitando a suspensão. Por enquanto fica do jeito que está. Não haverá alteração na tarifa”, afirmou. De acordo com ele, o pedido de suspensão da liminar seria protocolado ainda na tarde desta quarta-feira. Segundo Brandão, enquanto a Justiça não analisa o pedido de suspensão da liminar, nada muda no valor da tarifa.
Brandão questionou o argumento utilizado pelo juiz de que faltaram os documentos comprovando o estudo técnico de aumento da tarifa. “Essa planilha foi amplamente discutida na imprensa, na Câmara. É só anexar nos autos”, declarou o presidente da CMTU.

Fonte: Jornal de Londrina
READ MORE - Londrina: Liminar determina que prefeitura suspenda aumento da tarifa do ônibus

Juiz determina que passagem de ônibus fica R$ 2,30 por pelo menos um ano em Marília


A Procuradoria Geral do Município tem até o dia 27 de abril para entrar com recurso sobre a decisão do juiz da 4ª Vara Cível de Marília, Valdeci Mendes de Oliveira, que determina a manutenção do valor da tarifa de ônibus em R$ 2,30.
“Acreditamos que a decisão deva acontecer em pelo menos um ano. Até lá, é possível que seja avaliado novo pedido de reajuste na passagem de ônibus. É muito tempo”, admitiu o procurador geral do município, Luís Carlos Pfeifer.
Causou estranheza o fato da própria Gerência de Trânsito da Emdurb (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional) ter aprovado planilha apresentada pela Empresa Circular, no ano passado. O prefeito Mário Bulgareli (PDT) negou o reajuste da tarifa em seguida.
O jurídico da prefeitura rebate a tese de que a planilha estava correta e diz que vai argumentar no recurso que comparativo feito pelo SAF (Sistema Auxiliar de Fiscalização) do transporte coletivo urbano aponta o preço praticado em Marília, com o aumento (R$ 2,30), próximo de capitais de estados da Federação. “Ainda vamos sustentar que a tarifa a R$ 2,10 já tinha sobra em 2007 e subir mais o valor não era coerente”, disse Pfeifer, que preferiu não polemizar sobre a aprovação da planilha da Circular pela Emdurb.

Fonte: Rede Bom Dia
READ MORE - Juiz determina que passagem de ônibus fica R$ 2,30 por pelo menos um ano em Marília

Estudantes reclamam da superlotação dos ônibus para a UFPel


O transporte coletivo que leva os estudantes da Universidade Federal de Pelotas é o tema de e-mails enviados esta semana ao Pelotas Mais por dois estudantes.

Sou estudante da UFPel e hoje (12) comprovei, mais uma vez, a ineficácia da prestação do serviço de transporte coletivo tanto na ida quanto na volta do Campus, no Capão do Leão. Algumas vezes, pegamos ônibus superlotados, o que acarreta em termos que voltar sem o mínimo de espaço, muitas vezes com colegas na porta do ônibus, pois o espaço é pequeno e a empresa prestadora dos serviços não é muito flexível com horários.

Também tenho a informação de que o número de alunos no campus praticamente dobrou desde o último processo seletivo e a quantidade dos ônibus não foi alterada, muito menos novos horários disponibilizados. Fica aqui a minha reclamação, em nome dos alunos, aos serviços prestados pela empresa encarregada.

Ao utilizar o transporte coletivo que faz a linha Campus Porto da UFPel constatou-se a falta de consideração com os alunos e demais passageiros que utilizam o transporte no período da noite.
Mesmo não tendo espaço para mais ninguém, o motorista continuava parando em todos os pontos onde tentavam embarcar mais pessoas. Os passageiros que já estavam no veículo simplesmente, por decisões próprias, resolveram barrar a entrada de mais pessoas.
Penso que isto é absurdo, pois a maioria dos alunos trabalham durante o dia e na ida para a faculdade tem que se “espremer como sardinhas” para poder estudar. Se houvesse uma outra empresa para concorrer isto não acontecia.
  • De acordo com o gerente do departamento de transportes da UFPel, Sílvio Renato da Silveira Soares, a Universidade está ciente dos problemas, mas a fiscalização é responsabilidade da Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan), órgão do Governo do Estado. Segundo ele, com base nos critérios da Metroplan, um ônibus de 50 lugares pode ser ocupado por até 100 pessoas.
    - Acho isso um absurdo, os ônibus têm chegado com uma média de 75, 80 passageiros, mas não podemos fazer nada - disse ele, que confirma que o número de alunos ultrapassou o estimado - e continua aumentando.
    Uma medida, ao menos, deve amenizar o problema dos estudantes que utilizam as linhas da empresa Bürkle:
    - A partir de quinta-feira, mais tardar na segunda da semana que vem, pelo menos mais um ônibus vai ser disponibilizado - afirmou Soares.

Fonte: Pelotas Mais
READ MORE - Estudantes reclamam da superlotação dos ônibus para a UFPel

Justiça determina redução da tarifa em Montes Claros


A novela entre o ministério público e o setor de transporte coletivo urbano de Montes Claros tem mais um capítulo. Em nota oficial distribuída ontem à tarde, terça-feira, à população, o promotor de justiça Felipe Caíres comunica em detalhes a sentença datada do dia 07 de abril de 2010, de autoria da juíza Rosana Silqueira Paixão, que determinou em 23 laudas o imediato retorno da tarifa de transporte coletivo ao valor de R$ 1,55, permanecendo neste patamar até que as concessionárias comprovem a substituição de todos os ônibus com mais de 08 (oito) anos de fabricação e que deverão estar efetivamente sendo utilizados pelo sistema de transporte coletivo.

Ainda segundo a sentença, as empresas devolverão a diferença do valor excedente a R$ 1,55 - preço da tarifa antes do aumento -, devendo o pagamento se dar em forma de compensação, ou seja, com o abatimento no valor da tarifa cobrada dos usuários na mesma proporção do aumento e por igual período de tempo ao que foi devido e efetivamente cobrado. Isto faria com que a tarifa fosse reduzida para algo em torno de R$ 1,20.

A direção da ATCMC- Associação do transporte coletivo urbano de Montes Claros, procurada pela reportagem do O NORTE, afirmou que não poderia opinar a respeito, pois ainda não havia sido comunicada oficialmente pela justiça. Mas antecipou que deve ter um erro de interpretação, pois as empresas compraram vinte novos ônibus, que substituíram os com mais de oito anos de uso.

- Se realmente ocorrer essa decisão judicial, vamos à falência literalmente, pois investimos mais de 12 milhões de reais, estamos endividados junto ao sistema bancário e, o pior, dos 2 milhões de passageiros previstos para serem transportados com a implantação do novo sistema, esse número caiu para menos de 1 milhão e 500 mil passageiros. Em menos de 60 dias entraríamos num caos total - disse um dos empresários do setor.

Fonte: O Norte de Minas
READ MORE - Justiça determina redução da tarifa em Montes Claros

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960