São Paulo: Para especialistas, obras só mudarão o trânsito de lugar, é preciso investir em transporte público

quarta-feira, 10 de março de 2010


A Prefeitura de São Paulo definiu 10 dos 15 pontos de congestionamento considerados críticos que receberão intervenções até o fim de 2012, de acordo com o plano de metas da administração. Mas especialistas afirmam que essas medidas são pontuais e vão apenas transferir a lentidão para trechos à frente. Ainda falta escolher cinco locais.
Entre os pontos já escolhidos estão o cruzamento da Avenida Domingos de Morais com a Rua Sena Madureira, na zona sul, e o entorno da Praça João Mendes. No geral, as propostas da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para melhorar a fluidez do trânsito são adequações no alinhamento viário (mudanças no traçado das vias), alterações na circulação de ônibus e sinalização. Dos 10 pontos já definidos, só a João Mendes está em obras. O restante está em fase de projeto.
“As propostas não passam de maquiagem. Se você diminui o congestionamento em um cruzamento, os veículos chegam mais rápido em outro. Os gargalos vão sendo empurrados”, diz o consultor de engenharia urbana Luiz Célio Bottura.
De acordo com a CET, a definição dos pontos que precisam de intervenção levou em consideração condições de segurança, acessibilidade, circulação do tráfego geral (veículos e transporte coletivo), sinalização instalada, capacidade do sistema viário e demanda de pedestres e veículos. Outros pontos da cidade, como os cruzamentos da Avenida Rebouças com a Doutor Arnaldo, na zona oeste, e da Radial Leste com a Rua Silva Jardim, também passarão por obras (veja abaixo).
A CET afirma que as propostas não incluem grandes obras, como viadutos ou passagens subterrâneas, e classifica as intervenções como “soluções de engenharia de tráfego relativamente pequenas”.
Na Praça João Mendes, por exemplo, serão feitas adequações no alinhamento das pistas “visando a redução da lentidão”. A CET não detalhou os projetos e não forneceu valores. No encontro da 9 de Julho com a São Gabriel, será refeito o desenho da via, com a redistribuição do fluxo de veículos. “São obras que jogam o trânsito de um lado para outro e não resolvem”, diz Sérgio Ejzenberg, engenheiro consultor de tráfego e mestre em transportes pela Escola Politécnica da USP.
Quem está diariamente no trânsito não acredita na melhora. “Só se derrubar a cidade inteira para aumentar as ruas e avenidas. Mudanças pequenas não resolvem, só enganam o motorista”, diz o taxista Lino Francisco Xavier, de 59 anos.
  • Transporte coletivo
    Para especialistas em trânsito, o sistema viário da capital está saturado e qualquer medida será paliativa se for pensada isoladamente. “Para melhorar o trânsito nestes locais são necessárias obras de médio e grande porte e a priorização do transporte coletivo. Pequenas intervenções não vão resolver”, afirma Francisco Moreno Neto, engenheiro de trânsito e ex-funcionário da CET. Para ele, com as obras propostas pela Prefeitura, a melhoria no trânsito tem vida curta. “Vai durar alguns meses, porque a situação das vias é complicada. Tem de tirar os carros da rua”, afirma.
Fonte: webtranspo*press
READ MORE - São Paulo: Para especialistas, obras só mudarão o trânsito de lugar, é preciso investir em transporte público

Em Juiz de Fora, Rodoviários ameaçam antecipar greve para amanhã


Os usuários de transporte coletivo, já indignados com a operação tartaruga, que, pelo segundo dia consecutivo, obrigou centenas de juizforanos a percorrerem longas distâncias a pé ou amargarem horas de espera dentro dos coletivos, devem se preparar. O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo (Sinttro) ameaça antecipar para amanhã a greve que começaria na segunda-feira, caso a categoria assim decida em assembleia marcada para as 10h. A Astransp, por meio de sua assessoria, “repudia a atitude” e afirma que, em todas as rodadas de negociação, teria sido firmado compromisso verbal de que nenhuma manifestação prejudicaria a população.

Ontem, o transtorno aos passageiros começou cedo. Desta vez, não apenas a Avenida Rio Branco, mas também a Brasil ficou congestionada já nas primeiras horas da manhã. A retenção era tanta que se formou uma numerosa fila de ônibus na via, tornando o tráfego impraticável. A maior parte dos usuários optou por descer e seguir a pé. Também houve reflexo no fluxo dos veículos de passeio. À tarde, o congestionamento ficou mais concentrado na Rio Branco, na altura do cruzamento com a Benjamim Constant, no sentido Centro-Bom Pastor.

Segundo o Sinttro, o movimento atingiu todas as vias da cidade, e o atraso nos horários dos ônibus teria chegado a três horas. Durante todo o dia, os táxis foram disputados, e os pontos de ônibus ficaram lotados.

A doméstica Romilda Aparecida dos Santos saiu do Bairro Bandeirantes às 7h40 e só conseguiu chegar ao São Mateus por volta das 10h. “Na Avenida Brasil parou tudo. A maioria dos passageiros desceu. Fiquei uma hora e meia dentro do ônibus. Só por volta das 9h, o veículo voltou a andar, lentamente.” O aposentado Air Souza Pereira saiu do Bairro Santa Cruz com destino ao Centro, mas teve de descer na ponte de Santa Terezinha, porque o trânsito não fluía. “Não existe a preocupação com os usuários que estão passando sufoco nos pontos. É para ficar revoltado”, desabafa.

A representante comercial Rosi Castro também está inconformada com o movimento. Ela pagou uma passagem para andar poucos metros e andou a pé da ponte do Manoel Honório até o Granbery. Rosi até tentou pegar um táxi, mas não havia carros disponíveis.

Segundo o presidente da Associação dos Taxistas, Luiz Gonzaga, a procura por táxis dobrou ontem, deixando os pontos vazios e provocando filas de espera. Apesar de o aumento na demanda ajudar a sua categoria, o taxista considerou o ato “uma covardia com o trabalhador”. Gonzaga diz que não é contra a luta da categoria, mas afirma que deveriam ser respeitados os horários de entrada e saída dos trabalhadores e dos estudantes.

  • Prefeito diz que pode intervir
Hoje, às 16h, Sinttro e Astransp devem se reunir na Gerência de Trabalho e Emprego para tentar um acordo. Dependendo do resultado, o prefeito Custódio Mattos (PSDB) sinalizou, ontem, que pode tomar medidas para impedir que a população continue sendo prejudicada. Enquanto a categoria reivindica aumento de 14,16%, o sindicato patronal oferece 5,45%.

De acordo com o vice-presidente do Sinttro, Paulo Avezani, a adesão ontem teria chegado a 100%. Sobre a insatisfação da população, ele recomenda os passageiros a recorrerem a seus representantes, já que o papel do sindicato é defender os interesses dos trabalhadores. “Entendemos que é melhor a operação tartaruga que parar os ônibus”, disse.

Em relação ao movimento intensificado pelo sindicato ontem, a Astransp reforçou, mais uma vez, que, de sua parte, as negociações ainda estão abertas. Também afirmou que não considera justa a pressão que o sindicato exerce, “utilizando-se de meios que penalizam o usuário do transporte coletivo”. Questionada sobre o atraso no horário das viagens, a entidade não se posicionou.

Fonte: Portal JFMG
READ MORE - Em Juiz de Fora, Rodoviários ameaçam antecipar greve para amanhã

Setap e EMTU reúnem a imprensa para apresentar avanços no setor de transporte coletivo

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) reúne a imprensa nesta quinta-feira, 11, às 10h, na sede da entidade, a Rua Leopoldo Machado no bairro do Trem, para uma entrevista coletiva onde fará a avaliação dos 15 primeiros dias do cadastramento e recadastramento do benefício da meia-passagem, bem como apresentação do novo modelo da carteira de passe escolar e de material publicitário a ser utilizado na divulgação do processo.No evento, além do coordenador do cadastramento, Renivaldo Costa, estarão presentes o presidente do Setap, Paulo Dartora, o assessor jurídico da entidade, Alessandro Brito, e os diretores da EMTU, Haroldo Matos (presidente) e Jair Andrade (diretor de Transportes).Dentre os avanços a serem apresentados pelo Setap estão investimentos na ordem de 10 milhões de reais na melhoria do trânsito amapaense, tudo com recursos do Sindicato. Somente no processo de renovação da frota foram gastos mais de R$ 9 milhões. Atualmente, a frota é de 184 ônibus dos quais 145 circulam efetivamente, sendo o restante de reserva técnica. Desse número mais 30 veículos são novos e adaptados para cadeirantes, um avanço para a cidade de Macapá. Em 2011, serão pelo menos mais 25 ônibus novos, todos também adaptados.
Outro avanço é com relação à sinalização. Dos 15 cruzamentos que ganharam sinalização semafórica até janeiro deste ano, 10 receberam investimentos da prefeitura e cinco das empresas de transporte coletivo. Até agora, somente em sinalização semafórica, o investimento feito pelo sindicato é de mais de 100 mil reais na compra dos equipamentos, adquiridos da empresa Fokus Sinalização, uma das maiores do setor. Ainda esta ano, serão mais 15 novos semáforos adquiridos. É que mesmo com os investimentos da Prefeitura e Sindicato, ainda existem pelo menos sete pontos críticos que receberão os equipamentos.
Além dos semáforos, o Setap está investindo na reforma dos terminais de ônibus localizados em bairros periféricos. Já foram revitalizados os terminais do Congós e do Brasil Novo. Neste caso, foram investidos cerca de 10 mil reais.
  • Tarifa Cidadã
Criada em julho de 2008, a Tarifa Cidadã foi uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros como forma de garantir que o cidadão pagasse apenas R$ 1 em domingos e feriados. Inicialmente, o projeto funcionou mediante ordem de serviço e depois de projeto de lei, que foi aprovado na Câmara e Sancionado pelo prefeito de Macapá. Toda vez que o cidadão paga R$ 1 aos domingos e feriados, o restante da tarifa é subsidiada pelos empresários do setor de transporte, numa forma de investimento social.
  • Realinhamento da tarifa
De acordo com Renivaldo Costa, durante a coletiva desta quinta-feira, um dos assuntos em pauta será a apresentação da planilha de custo com a nova tarifa de ônibus, a ser apresentada pelo Setap. O último reajuste de tarifa ocorreu em agosto de 2008, e as perdas acumuladas no período chegam a quase 20%, com sucessivos aumentos no preço do combustível e de veículos. “Só para se ter uma idéia, um veículo em agosto de 2008 custava cerca de R$ 250 mil. Hoje, com a exigência dos veículos adaptados com elevadores, cada um custa em média R$ 350 mil”, explica Renivaldo. Ele não adiantou qual será o valor pedido pelos empresários mas garantiu que será algo justo diante dos investimentos que têm sido feitos no setor.
Fonte: Amapá Digital
READ MORE - Setap e EMTU reúnem a imprensa para apresentar avanços no setor de transporte coletivo

Em Blumenau, Tribunal nega recurso do Consórcio Siga


BLUMENAU - O Consórcio Siga teve negado pelo Tribunal de Justiça pedido de suspensão à liminar que mantém a tarifa do transporte coletivo em R$ 2,30.

A decisão foi tomada pelo desembargador Paulo Roberto Sartorato, da Câmara Civil Especial. Um julgamento, sem data definida ainda, será feito para dar a sentença final ao agravo de instrumento apresentado.Na decisão, Sartorato alegou que os usuários foram prejudicados com o reajuste.

O desembargador apontou a “não realização de estudo técnico, observando rigorosamente os requisitos estabelecidos na lei municipal e no contrato de concessão”, o que torna o reajuste ilegal.

O setor jurídico e o presidente do Consórcio Siga, Humberto Sackl, se reuniram ontem à tarde para discutir um meio de reverter a liminar em vigor.

Fonte: Jornal de Santa Catarina
READ MORE - Em Blumenau, Tribunal nega recurso do Consórcio Siga

STT moderniza ponto de ônibus para a orla


Na tentativa de gerar mais conforto e comodidade aos usuários do sistema de transporte público, a Superintendência de Trânsito e Transporte (STT) de Camaçari modernizou o ponto de ônibus para orla, localizado no estacionamento do Centro Comercial.
O ponto conta com uma estrutura feita de madeiras reflorestadas e telhas ecologicamente corretas. A iniciativa amplia a capacidade de abrigo que antes era de 800 pessoas para 1.400. A obra começou no dia 2 passado e deve terminar até o dia 20. Além de ser economicamente viável, uma vez que os toldos eram alugados, a intervenção melhora o aspecto da cidade.
De acordo com o superintendente de Trânsito e Transporte, João Araújo, após o término da obra, a empresa contemplada através de processo licitatório vai implantar novos pontos tanto na sede quanto na orla. Ele esclarece ainda que uma equipe já está trabalhando na seleção das localidades a serem contempladas com as novas paradas de transportes coletivos.

Fonte: Ascom
READ MORE - STT moderniza ponto de ônibus para a orla

Barra Mansa-RJ implanta bilhetagem eletrônica nos ônibus

Foi instalado em todos os ônibus de Barra Mansa um equipamento chamado validador que agilizará a passagem pela roleta. Dentro do cartão possui um chip eletrônico que ao passar pelo validador seus dados são transmitidos automaticamente para a empresa responsável pela linha.
O sistema é muito simples de ser utilizado, é só aproximar o cartão do validador e a roleta será liberada, além de ser muito mais fácil guardar o cartão. Quando você carrega menos dinheiro em mãos corre menos risco de assaltos.
Na hipótese de perda do cartão, os créditos podem ser recuperados a partir da data de comunicação de perda, roubo ou extravio.
Durante todo o dia, em um stand na Praça da Matriz, haverá a demonstração do uso do cartão eletrônico com o aparelho validador. Às 11 horas, o prefeito da cidade, José Renato, estará presente no local, conhecendo também de perto o sistema, assim como representantes do comércio e de associações de moradores.
Fonte: Foco Regional
READ MORE - Barra Mansa-RJ implanta bilhetagem eletrônica nos ônibus

Em Manaus, IMTT vistoria mais de cem ônibus

Mais de cem ônibus alternativos, que realizam o transporte entre as zonas Norte e Leste, já foram vistoriados desde a última sexta-feira, 5, até ontem, pelo Instituto Municipal de Trânsito e Transportes (IMTT). A inspeção é para identificar possíveis irregularidades, como ausência de equipamentos de segurança, mau estado de conservação e licenciamento atrasado. Até ontem, nenhum ônibus apresentou irregularidade, segundo a assessoria de imprensa do Instituto.
O órgão informou, ainda, que os 127 ônibus executivos que estão circulando pela cidade passaram pelo mesmo procedimento, na semana passada. A vistoria garante um selo ao ônibus que estiver apto, o que possibilita a atuação de forma legal e segura ao passageiro.
Até o fim desta semana, 200 alternativos deverão ser vistoriados. Os ônibus que não tiverem o selo afixado no pára-brisa não têm autorização para circular. A multa para quem descumpre a determinação, segundo a assessoria, é de 31 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a R$ 1,9 mil. A população pode denunciar irregularidades do sistema ao IMTT pelos telefones 3632-2115 / 2116.
Desde o início deste ano, a Prefeitura já retirou vendedores ambulantes das avenidas Darcy Vargas, Mário Ypiranga (antiga Recife), Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba), Constantino Nery e Djalma Batista e ainda os ambulantes do entorno da loja Esplanada, localizada na Bola da Suframa, Zona Sul da cidade.

Fonte: Em Tempo

READ MORE - Em Manaus, IMTT vistoria mais de cem ônibus

Fortaleza: Linhas de ônibus do Centro terão itinerário modificado


Em virtude da realização de obras do Metrofor no Centro, linhas urbanas que fazem o ponto de retorno nas ruas Liberato Barroso e 24 de Maio serão deslocadas para a Av. Tristão Gonçalves, entre a Liberato Barroso e Pedro Pereira.
Para explicar o trajeto, cartazes já se encontram espalhados nos ônibus e nos terminais de integração.
  • Confira as linhas que terão seu itinerário alterado:
240 Quintino Cunha/Centro

308 Demócrito Rocha

310 Campus Universitários/Pan Americano

314 Henrique Jorge

316 Genibaú/Centro

320 João XXIII/Centro

341 Conjunto Ceará/Centro/3ª Etapa

343 Conjunto Ceará/Centro/2ª Etapa

350 Av. José Bastos371 Parangaba/José Bastos

385 Conjunto Ceará/Centro

390 Av. João Pessoa

Fonte: Etufor
READ MORE - Fortaleza: Linhas de ônibus do Centro terão itinerário modificado

Natal recebe mais 50 ônibus novos adaptados para deficientes


Mais 50 ônibus zero quilômetro e integralmente adaptados às necessidades das pessoas portadoras de acessibilidade reduzida serão incorporados nesta quinta-feira, 11 de março, à frota de transporte público de Natal. A orientação da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal é de que nenhum ônibus usado seja incorporado ao serviço de transportes da população.

A SEMOB só autoriza a aquisição de ônibus novos à frota. O investimento das empresas de ônibus até agora na melhoria da frota foi de R$ 40 milhões.

Com os 50 novos veículos, Natal agora passa a ter 160 ônibus novos adaptados circulando pelas rotas de transporte público. Número que representa cerca de 25% da frota circulante da cidade, formada por 641 veículos.

Fonte: Diário de Natal
READ MORE - Natal recebe mais 50 ônibus novos adaptados para deficientes

Obra do Terminal Metropolitano de Ônibus de São José dos Pinhais está 80% concluída

As obras do terminal metropolitano de passageiros, que o Governo do Estado está construindo em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, serão concluídas no fim do mês de abril, de acordo com previsão do secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto. Realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedu) e pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), a construção está com mais de 80% dos serviços executados.
O terminal terá 29 plataformas para 31 linhas de ônibus. Até o momento, já foram feitos os serviços de drenagem, terraplenagem, construção civil dos espaços comerciais, administrativos e sanitários. Já estão concluídos: a estrutura metálica para cobertura, pavimento em concreto para a passagem dos ônibus e instalação elétrica, hidráulica e de incêndio. “Os pedestres vão contar com 4.300m² de área para transitar nas plataformas de embarque e desembarque”, destaca o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto.
Para concluir a construção, restam os serviços de sinalização, vertical e horizontal, paisagismo com o plantio de 2.500 m² de grama, árvores e arbustos, finalização do revestimento cerâmico nos sanitários, louças e metais e, por fim, a pintura e instalação de catracas para o acesso dos usuários ao terminal.
O terminal de São José dos Pinhais e os demais já concluídos e ou que estão sendo construídos através do Programa de Integração do Transporte (PIT) em municípios da Região Metropolitana de Curitiba, foram projetados para receber os ônibus articulados por meio de plataformas elevadas, atendendo ao novo padrão do transporte coletivo, que no local receberá diariamente cerca de 72 mil passageiros.
As obras também atendem às normas de acessibilidade para portadores de necessidades especiais e já contam com a instalação de rampas. A nova estação de passageiros, que recebe recursos de R$ 5 milhões, está localizada na Avenida das Américas com a Rua Claudino dos Santos, numa área implantada de 14 mil m² com vias e área coberta. A obra está sendo realizada em parceria com a prefeitura municipal que ofereceu a área do terminal.

Fonte: Agência de Notícias

READ MORE - Obra do Terminal Metropolitano de Ônibus de São José dos Pinhais está 80% concluída

SP testa tecnologia mineira que facilita uso de ônibus por cegos e idosos


Está sendo testado desde a última semana na cidade de Jaú, interior de São Paulo, um equipamento que promove a inclusão e facilita a vida de pessoas com baixa visão, analfabetos, idosos ou qualquer um que tenha dificuldade de identificar o ônibus que precisa tomar. O DPS 2000 é um sistema que permite a comunicação entre os veículos e os usuários através de um transmissor portátil e um receptor.

O usuário programa o aparelho com a linha que deseja tomar e um sinal de rádio é emitido para os ônibus com o receptor. Quando o veículo entra em um raio de 100 metros do local onde o usuário aguarda, o receptor capta o sinal e emite sinais luminosos e sonoros para alertar o motorista. O sistema também pode ser usado em táxis.“A patente já existe, a empresa está licenciando o equipamento para produção.

A tecnologia foi criada por Dácio Pedro Simões, inventor aposentado, que procurou um professor da UFMG que é nosso sócio”, afirma Adriano Assis, sócio-administrador da fabricante mineira GeraesTec. Segundo ele, cada aparelho receptor deve sair por cerca de R$ 650 e o transmissor portátil será em torno de R$ 250 quando estiverem em produção, custo que pode ser reduzido de acordo com a demanda, mesmo com componentes eletrônicos vindos do exterior e preços vinculados ao dólar.

“Na experiência piloto de Jaú – que vai durar cerca de dois meses - há uma parceria da prefeitura com a empresa de transporte que faz as linhas urbanas. Três linhas de ônibus estão em teste desde quinta-passada. Em Minas tivemos dificuldade para entrar em contato com a agência reguladora de trânsito e com o sindicato das empresas”, diz.

O equipamento será apresentado a partir do próximo dia 16 de março na InovaBrasil, Feira empresarial de Incubadoras e Parque Tecnológicos, numa primeira ação da recém-criada Rede Paulista de Incubadoras. O evento deve ter novidades para as áreas de saúde, alimentação, tecnologia da informação, agricultura, e tantos outros segmentos. De 24 a 27 de março o produto também será apresentado na Feira do Turismo Acesssível, em Recife.
Fonte: Correio Brasiliense
READ MORE - SP testa tecnologia mineira que facilita uso de ônibus por cegos e idosos

Rio investe em carros de metrô para 2012


Apesar de ser dado como referência entre os sistemas de metrô no Brasil, o Metrô Rio ainda carece de muitas melhorias. Fabricados em 1975, os trens do metrô carioca ganharão em 2011 um belo investimento: 19 composições de alta tecnologia chegarão da China para os trilhos cariocas.
De acordo com José Gustavo de Souza Costa, presidente do Metrô Rio, os novos trens são as BMW’s dos metrôs. O ‘upgrade‘ será como um retrofit (técnica de arquitetura em que se mantém a fachada, modernizando a parte interna do imóvel) e contará com componentes japoneses, ar-condicionado australiano e um design que será escolhido pelos próprios usuários..
As novas composições estão previstas para chegar ao Rio em meados de 2011 e já estarem funcionando normalmente até 2012. Foi construída, na China, uma pista para a realização dos 5 mil quilômetros de testes previstos antes da entrega. Já para o design interno dos trens, um escritório francês foi contratado. Com tudo isso o intervalo entre um trem e outro deverá diminuir e velocidade de chegada em cada estação aumentará.
Fonte: Rio Temporada
READ MORE - Rio investe em carros de metrô para 2012

Belém: Sistema integrado de transporte trará US$ 4 milhões em crédito de carbono


Belém será a primeira capital brasileira de uma região metropolitana a ter um sistema integrado de transporte público associado a um programa de redução de emissão de gás carbônico. No estudo de viabilidade econômica e financeira do projeto, cuja apresentação foi feita em Belém em agosto do ano passado, os técnicos da Jica já haviam previsto, como vantagens do sistema integrado de transportes, a redução de mais de 360 mil toneladas de dióxido de carbono na atmosfera em um período de dez anos, com um crédito de carbono equivalente a US$ 4 milhões, além da economia de dois milhões de litros de combustível até 2025, o equivalente a 8% do consumo no setor de transporte na Região Metropolitana de Belém.

Elevado da Júlio César, uma das obras da primeira etapa do Ação Metrópole, cujos recursos para a segunda etapa estão garantidos pelo governo japonês
Belém será a primeira capital brasileira de uma região metropolitana a ter um sistema integrado de transporte público associado a um programa de redução de emissão de gás carbônico. No estudo de viabilidade econômica e financeira do projeto, cuja apresentação foi feita em Belém em agosto do ano passado, os técnicos da Jica já haviam previsto, como vantagens do sistema integrado de transportes, a redução de mais de 360 mil toneladas de dióxido de carbono na atmosfera em um período de dez anos, com um crédito de carbono equivalente a US$ 4 milhões, além da economia de dois milhões de litros de combustível até 2025, o equivalente a 8% do consumo no setor de transporte na Região Metropolitana de Belém.
A possibilidade foi apresentada à governadora Ana Júlia Carepa no final da manhã da última sexta, 5 pela comitiva da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica), durante uma reunião que tratou sobre aspectos relacionados ao projeto e ao empréstimo de 16,4 bilhões de ienes (moeda japonesa), o equivalente a R$ 320 milhões para a execução das obras da segunda etapa do Ação Metrópole.
Diretor da Jica para a América do Sul, América Latina e Caribe, Noriji Sakakura disse que o projeto é muito importante para Belém, pois organiza o transporte público de toda a região metropolitana - que inclui também os municípios de Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara do Pará - e reduz a emissão de gases poluentes no planeta. "Estamos dispostos a somar esforços e afirmar o acordo de empréstimo para que o governo realize a segunda etapa do projeto", disse Sakakura.

"O governo teve a ousadia de fazer a primeira etapa do projeto. O apoio da Jica é fundamental para a segunda etapa, que consiste na implantação do sistema integrado de transporte da Região Metropolitana de Belém. A implantação do sistema é um grande sonho da população, por isso estamos trabalhando para que ele se torne realidade", disse a governadora Ana Júlia Carepa.

Fonte: Portal do Governo Do Pará
READ MORE - Belém: Sistema integrado de transporte trará US$ 4 milhões em crédito de carbono

Em Santa Maria, depois dos Novos ônibus, agora vem a Bilhetagem eletrônica


A chegada de 55 novos ônibus para o transporte coletivo, que começaram a circular a partir de ontem, é só um passo para o novo sistema que mudará a forma de pagamento da passagem. Até a segunda metade de 2010, todos os ônibus terão catracas eletrônicas acionadas por cartões, o que aposentará as fichas de vale-transporte. A mudança trará vantagens para passageiros, às empresas de ônibus, a quem compra vale-transporte para os funcionários e à prefeitura.

Quando o sistema estiver funcionando, mudará até a forma de comprar passagens. Seguirá a venda na central da Associação dos Transportadores Urbanos (ATU), na Avenida Rio Branco. Porém, será possível também que pessoas e empresas comprem passagens pela Internet. Esses créditos serão repassados diretamente, com tecnologia sem fio, para as catracas dos ônibus.

Vantagens – A lista de vantagens é enorme. Entre elas, estão maior segurança aos passageiros e mais transparência nos dados das empresas de ônibus (veja quadro). Segundo a ATU, a bilhetagem eletrônica deve reduzir a chance de fraudes com uso de carteira estudantil e a venda de fichas de vale-transporte, o que pode aumentar a receita e ajudar a manter a tarifa por mais tempo sem reajustes.

– Em cidades do nosso porte, a estimativa é que a evasão de receita é, em média, de 15% com essas fraudes e desvios – conta Luiz Fernando Maffini, presidente a ATU.

Outra possibilidade é de, em casos extremos, haver o controle de quem usa o vale-transporte de maneira irregular. O sistema registrará horários e ônibus em que cada pessoa usou o cartão, mas os dados serão sigilosos.

Porém, existe a chance de o patrão conseguir os dados por meio de autorização judicial para ver se o funcionário vendeu seu cartão a alguém.

Fonte: Diário de Santa Maria

READ MORE - Em Santa Maria, depois dos Novos ônibus, agora vem a Bilhetagem eletrônica

Goiás: CDTC discute Eixo Anhanguera


A Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo - CDTC se reuniu nesta Terça-Feira, na Secretaria da Cidades, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, para tratar da renovação da concessão do Eixo-Anhanguera para a Metrobus.

A mudança de linhas e melhorias nos terminais estão na pauta. Participam da reunião o secretário da Cidades, Paulo Gonçalves, os prefeitos de Goiânia, Íris Rezende; de Aparecida, Maguito Vilela; de Senador Canedo, Vanderlan Vieira; o deputado estadual José Nelto; os presidentes da AGR, José de Paula Morais; da CMTC, Marcos Massad; da AMT, Miguel Tiago Ribeiro e o secretário municipal de Planejamento, Luiz Alberto.

Fonte: Goiás Agora

READ MORE - Goiás: CDTC discute Eixo Anhanguera

Secretário identifica problemas no transporte e notifica empresa

Marcelo Hall percorreu linhas do transporte coletivo como passageiro e verificou superlotação em ônibus que transporta universitários
Diante das inúmeras reclamações a respeito do transporte urbano em Dourados, o secretário de Serviços Urbanos de Dourados, Cláudio Marcelo Hall, o Marcelão, decidiu verificar pessoalmente a situação, identificou os problemas e notificou a empresa Medianeira Transportes, que tem a concessão desse serviço. A notificação determina solução imediata.
Na manhã desta terça-feira, o secretário se colocou como passageiro em algumas linhas, inclusive a que segue para o campus universitário, e detectou várias irregularidades.
Na linha do Canaã I, uma das primeiras em que o secretário vistoriou, Marcelão registrou o acúmulo de pessoas perto do motorista no momento de pagar a passagem.
Marcelo Hall ressaltou que em torno de 70% dos usuários do transporte urbano têm o cartão magnético, mas 30% pagam a passagem na hora do embarque. O problema é que as empresas tiraram os cobradores e o motorista acumula a função, o que provoca tumulto.
Outro problema detectado pelo secretário é com relação ao número de ônibus nas linhas. Segundo ele, nos horários de pico é necessário pelo menos um ou dois carros a mais em linhas com maior demanda de passageiros.
Marcelo Hall seguiu também no ônibus que faz a linha aeroporto, atendendo estudantes da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) e Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Para essa linha são utilizados os carros articulados ou, “sanfonados”.
O secretário observou que existe superlotação e, pelo menos no veículo em que estava, havia mais de cem pessoas. A preocupação, além da falta de conforto das pessoas que utilizam esses ônibus, é com a questão da segurança, Marcelão disse que o risco de uma tragédia no caso de um acidente é muito grande e a empresa deve tomar providência imediata, antes que seja tarde.
Nesta terça-feira, depois de passar a manhã e a tarde utilizando o transporte coletivo, o secretário manteve contato com a direção da Medianeira e notificou oficialmente a empresa sobre a necessidade de resolver esses problemas. A retirada do cobrador, comentou o secretário, poderia ser por contenção de despesa, mas o usuário não pode ser penalizado.
Fonte: AgoraMS
READ MORE - Secretário identifica problemas no transporte e notifica empresa

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960