Metrô do Rio deveria se espelhar no de Amsterdã

sexta-feira, 5 de março de 2010


O metrô carioca deveria se espelhar na Prefeitura de Amsterdã (Holanda). Enquanto aqui no Rio esse transporte de massa é caótico, e, de acordo com o Ministério Público pode gerar acidentes gravíssimos, o da Holanda pode ser considerado excelente. Lá, a prefeitura já fechou um pedido com a Alstom para a fabricação de 23 trens para o metrô da cidade. O contrato inclui uma opção para a aquisição de composições adicionais para a linha Norte/Sul ainda em construção.
Como parte integrante da linha Metrópoles da Alstom, os trens serão produzidos nas instalações da empresa em Valenciennes (França) e Katowice (Polônia). A primeira composição será entregue no 2o trimestre de 2012. Todas as composições se destinam às linhas de metrô existentes em Amsterdã, com previsão de entrada em operação comercial no final de 2012.
Os trens da linha Metrópoles de Amsterdã permitem o acesso e facilitam o embarque graças a portas mais largas, piso baixo, assentos extralargos e passarelas entre os carros. Além disso, os informativos dinâmicos durante a viagem, as conexões de comunicação e os interiores transparentes vão melhorar a segurança e o conforto dos passageiros. Graças ao maior comprimento dos novos trens (116 m), a capacidade total de transporte aumentará em cerca de 50%.
Este pedido é uma parte de uma ambiciosa política de transporte público adotada pela prefeitura de Amsterdã, pela região metropolitana e pela operadora GVB.1 O programa de desenvolvimento e modernização do metrô de Amsterdã inclui algumas outras iniciativas, como a criação de uma nova linha Norte/Sul, a reforma da linha leste e a reconstrução da linha de Amstelveen.
- O novo metrô significa um grande salto de qualidade para todos os usuários, incluindo aqueles com necessidades especiais. Ele irá melhorar ainda mais a atratividade do sistema de metrô, o que é bom para o meio ambiente, para a cidade e para a região - declarou o vereador daquela cidade Hans Gerson.
A Alstom desenvolve e comercializa a mais completa linha de sistemas, equipamentos e serviços no setor ferroviário. Além disso, gerencia sistemas inteiros de transporte, cuidando de material rolante, sinalização e infra-estrutura, além de oferecer soluções de "pronto uso". O Setor Transporte da Alstom registrou vendas de 5,7 bilhões de euros no exercício fiscal de 2008-2009 e um aumento de 9% de pedidos em comparação ao ano anterior, estando presente em mais de 60 países e empregando aproximadamente 27 mil pessoas.
Fonte: Monitor Mercantil
READ MORE - Metrô do Rio deveria se espelhar no de Amsterdã

Porto Alegre: Passageiros e motoristas queixam-se de má conservação de corredor de ônibus na Capital

Os 7km de vias somente para ônibus das avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves são os piores de Porto Alegre. Motoristas e passageiros que o digam.Percorrer a via é aventurar-se no desconhecido: agarre-se ao primeiro pega-mão livre ou correrás o risco de estatelar-se no chão do veículo.
– Isso aqui é um câncer em Porto Alegre. Não melhora nunca
– desabafa Agnaldo Ferreira Pereira, 48 anos.
Nas sete horas e 10 minutos de idas e vindas entre o Morro Santana e o Centro, Agnaldo, 20 anos de volante, perde a conta das vezes em que escapa de um desnível, tira o pé do acelerador para não jogar nos pedestres a água empossada no asfalto e desvia de panelões, entre outras peripécias da viagem.
– Faz mais de quatro anos que não vejo um bom asfalto por aqui. São só remendos que desaparecem na primeira chuva – constata o motorista.
Experiente na função, Agnaldo cita a Estação Israelita e um trecho próximo à Avenida Saturnino de Brito como os mais complicados por apresentarem maior número de desníveis, asfalto desmanchado pelo peso dos ônibus e remendos mal feitos.
- Empresa no prejuízo
Com 40% das linhas operando no trajeto entre as avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves, o Consórcio Unibus (composto por seis empresas de ônibus) é o que tem a maior frota circulando no trecho.
Por meio da assessoria de imprensa, o consórcio destaca que o passageiro é o mais prejudicado, já que os ônibus precisam andar em menor velocidade, atrasando a programação das viagens. O Unibus não cita números, mas afirma que há desgaste tanto na frota, com uma maior manutenção, quanto dos motoristas que trafegam pelos corredores. Para o consórcio, a única solução seria a colocação de concreto na via.
- Estação por estação - os que mais sofrem
Com duas cirurgias na coluna e usando muletas, Antônio Pöde, 63 anos, entra no ônibus e senta-se no primeiro banco. Para garantir a segurança, agarra-se com as duas mãos na divisória entre ele e o motorista.
– A cada solavanco, tento levantar um pouquinho para não sentir dores na coluna. É como se eu levasse um soco.Já a doméstica Elizete Oliveira, 51 anos, tem cuidado na Estação Israelita, onde diariamente pega um ônibus.
– Em dias chuvosos, corro o risco de tomar um banho a cada ônibus que passa por estas panelas.

- Promessa de vistoria
Conforme a assessoria de imprensa da Smov, a secretaria realizou intervenções nos corredores da Osvaldo Aranha e da Protásio Alves na metade de 2009.
Porém, em alguns trechos, o pavimento não resistiu ao tráfego dos ônibus. A Divisão de Conservação de Vias Urbanas da Smov foi acionada para realizar uma vistoria com urgência.
A Smov tem um projeto para substituição do asfalto por concreto nos dois corredores de ônibus. Orçado em R$ 7,6 milhões, o projeto está em análise no Ministério das Cidades para financiamento.
Fonte Diario Gaúcho
READ MORE - Porto Alegre: Passageiros e motoristas queixam-se de má conservação de corredor de ônibus na Capital

Em Fortaleza, Linhas de ônibus terão itinerário modificado a partir de sábado


Com o intuito proporcionar melhor acessibilidade ao Cuca Che Guevara, na Barra do Ceará, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) decidiu alterar o itinerário da linha 070 – Cuca Barra/Parangaba/Centro. A mudança acontece a partir de sábado (6).
Ao invés de passar pelas vias General Sampaio, Senador Alencar e Imperador, o ônibus irá utilizar as vias Duque de Caxias e Pe. Mororó. Quem costuma pegar a linha 070 para chegar ou sair do Cuca fará o embarque e desembarque pela Rua Vila Velha, que fica mais perto do Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte. No trajeto antigo, o usuário tinha que descer na Rua Ceci.
A linha 660 – Conjunto Palmeiras/Centro/Expresso também terá seu itinerário alterado a partir de sábado. Os moradores do Sítio São João poderão se deslocar até o Centro de modo mais rápido, sem ser necessário passar pelo terminal de Messejana.
No novo trecho, as vias Val Paraíso, Verde Sete, Verde Vinte e Nove, Verde Quarenta e Um, Cinco, Quarenta e B passarão a ser utilizadas.

Fonte: Jangadeiro online
READ MORE - Em Fortaleza, Linhas de ônibus terão itinerário modificado a partir de sábado

Adiado aumento dos ônibus intermunicipais em SP


O aumento de 4,22% das passagens das linhas intermunicipais que circulam no estado de São Paulo, previsto para o próximo sábado, foi adiado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

A Artesp não informou a razão do adiamento e nem a data que as novas tarifas entrarão em vigor. Segundo a Artesp, a nova data do reajuste será divulgada em breve.
Fonte: O Globo
READ MORE - Adiado aumento dos ônibus intermunicipais em SP

Justiça dá 72 horas para Metrô Rio explicar problemas de superlotação

Problemas se tornaram comuns depois da inauguração da Linha 1A.MP pede volta de baldeação de passageiros no Estácio.

A Justiça informou nesta quinta-feira (4) que a concessionária Metrô Rio tem até 72 horas para se manifestar e explicar os problemas de superlotação e atrasos no transporte. O Ministério Público propôs uma ação civil pública contra a companhia por má prestação de serviço.

Segundo a juíza Maria da Penha Nobre Mauro Victorino, da 6ª Vara Empresarial do Rio, caso a concessionária não se explique, a Justiça poderá deferir uma liminar que acabe com a Linha 1A do metrô, que faz o trajeto Botafogo-Pavuna. Problemas se agravaram com nova linha

O MP argumenta que, após a criação da Linha 1A, os problemas de superlotação se agravaram. Os promotores também pediram na ação o retorno da baldeação de passageiros na estação Estácio, até que o Metrô Rio verifique as condições adequadas de operação.

A Justiça determinou que a concessionária Metrô Rio fosse intimada, com urgência, pelo oficial de justiça de plantão na noite de quarta-feira (3). O prazo para manifestação da empresa termina na próxima segunda-feira (8).

O Metrô Rio informou nesta quinta-feira (4) que já foi notificado e vai prestar todos os esclarecimentos à Justiça.

Fonte: G1

READ MORE - Justiça dá 72 horas para Metrô Rio explicar problemas de superlotação

Grande Recife monta serviço especial para Festival de Verão 2010

Pelo sétimo ano consecutivo, o Grande Recife Consórcio de Transporte monta um esquema especial para atender aos usuários que irão aos shows do Festival de Verão do Recife 2010, que acontece neste final de semana, no Chevrolet Hall. Para o evento, o Grande Recife irá reforçar o serviço de cinco linhas, que irão realizar 76 viagens extras para atender à demanda do evento. Além do reforço, a empresa também alterou o itinerário de 11 linhas para facilitar o acesso dos usuários até o festival.
Duas linhas bacurau que atendem ao local da festa também sofreram alterações. Os intervalos foram reduzidos, aumentando o número de viagens. Desta forma, as linhas 985- Rio Doce(Bacurau) e 995-Pau Amarelo (Bacurau) passarão a ter um intervalo médio de 30 minutos.
Ao todo, entre linhas reforçadas e com alteração de itinerário, serão utilizados 317 veículos, que realizarão 2.805 viagens durante o festival – sendo assim divididos: 186 ônibus, totalizando 1.551 viagens, na sexta-feira (05/03) e 131 coletivos, realizando 1254 viagens no sábado (06/03). Salientamos que além de garantir a comodidade aos habituais usuários de ônibus, o Grande Recife preparou o reforço na busca, também, pela adesão dos motoristas de veículos particulares, evitando o excesso de veículos no local e consequentes engarrafamentos.
Divulgação – Todos os 186 ônibus envolvidos na operação estarão com adesivos colados no vidro dianteiro, indicando que o veículo realizará atendimento ao Chevrollet Hall. Os usuários também podem obter informações sobre o reforço, através da Central de Atendimento ao Cliente, pelo telefone 0800.081 01 58.
  • Confira a programação detalhada das linhas Linhas que terão reforço na operação:
043-Aeroporto/Tacaruna (Derby)
050-PE-15/Boa Viagem
910–Piedade/Rio Doce
990–Pau Amarelo/Varadouro
976–Paulista/Prefeitura
  • Linhas que terão seus itinerários alterados:
043-Aeroporto/Tacaruna Itinerário:...Av. Agamenon Magalhães, Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães...
050–PE 15/Boa Viagem Itinerário: Boa Viagem/PE 15: ... Av. Agamenon Magalhães, Av. linda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), retorno sob o viaduto do Tacaruna, Av. Olinda...
990-Pau Amarelo/ Varadouro Itinerário: ...Pça do Carmo, Largo do Varadouro, Av. Pres. Kennedy, Girador do Complexo Salgadinho, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Retorno sob o viaduto do Tacaruna, Av. Olinda, Largo do Varadouro...
910–Piedade/Rio Doce Itinerário: Boa Viagem/PE 15: ... Av. Agamenon Magalhães, Av. linda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), retorno sob o viaduto do Tacaruna, Av. Olinda...
986–Rio Doce/Derby Itinerário: ...Av. Agamenon Magalhães, Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Retorno sob Viaduto do Tacaruna, Av. Olinda...
976 – Paulista/Prefeitura Itinerário: ...Av. Agamenon Magalhães, Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Retorno sob Viaduto do Tacaruna, Av. Olinda...
645 - AV. Norte (Macaxeira) Itinerário: ...Av. Norte, R. 48, Rua do Espinheiro, Av. João de Barros, Estada de Belém, Av. Prof. Andrade Bezerra, R. Severino Pereira, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), r. Othon Paraiso, Rua Marechal Deodoro, Av. Norte...
915 – PE-15 Itinerário: CID/SUB ... Av. Cruz Cabugá (Tacaruna), Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Retorno sob viaduto Tacaruna, Av. Olinda...
967 - Igarassu (Sítio Histórico) Itinerário: CID/SUB ... Av. Cruz Cabugá (Tacaruna), Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Retorno sob viaduto Tacaruna, Av. Olinda...
946 - Igarassu (BR-101) Itinerário: CID/SUB ... Av. Cruz Cabugá (Tacaruna), Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Retorno sob viaduto Tacaruna, Av. Olinda...
460 – Camaragibe (Príncipe) Itinerário: R. da Aurora, Av. Norte, Pça Gal. Abreu e Lima, Av. Cruz Cabugá (Tacaruna), Av. Olinda, Retorno sob o viaduto Luiz Delgado, Av. Agamenon Magalhães (Chevrolet Hall), Av Cruz Cabugá, Av. Visconde de Suassuna...
Fonte: Consórcio Grande Recife
READ MORE - Grande Recife monta serviço especial para Festival de Verão 2010

Nova linha garante atendimento à comunidade de São Lourenço da Mata-PE

O Grande Recife Consórcio de Transporte inicia, a partir do próximo domingo (07/03), a operação da linha 486-Penedo/Camaragibe. A linha, que irá operar no município de São Lourenço da Mata, trará grandes benefícios para cerca de 1,4 mil usuários que circulam pela região, com ênfase para os moradores da comunidade de Penedo.
Com a implantação, os usuários da comunidade de Penedo - que antes possuíam poucas alternativas de deslocamento até o Terminal Integrado de Camaragibe - passarão a ter uma linha direta até ao TI, facilitando o acesso ao Sistema Estrutural Integrado (SEI), cuja principal característica é a possibilidade de circulação em praticamente toda a RMR com o pagamento de apenas uma tarifa por sentido.
Com a nova linha, o acesso direto entre a comunidade e o TI de Camaragibe será feito em aproximadamente vinte minutos. É importante salientar que este atendimento a esta comunidade foi viabilizado a partir da construção de uma ponte, erguida pelo Governo do Estado. Sem a ponte, os ônibus não poderiam chegar até a comunidade.
A linha 486-Penedo/Camaragibe irá operar nos dias úteis com dois veículos, que realizarão 40 viagens, com um intervalo médio de 20 a 25 minutos. Já nos fins de semana (sábado e domingo), a linha irá operar com um coletivo, realizando 28 viagens, com um intervalo médio de 35 minutos. A linha irá operar com o anel A (R$1,85).
A divulgação sobre a nova linha está sendo feito nos arredores da comunidade, com o auxílio de carro de som, cartazes e panfletos. Os usuários podem obter mais informações sobre o serviço da linha e seu itinerário, entrando em contato com a Central de Atendimento ao Cliente do Grande Recife através do telefone 0800 081 01 58.
Fonte: Consórcio Grande Recife
READ MORE - Nova linha garante atendimento à comunidade de São Lourenço da Mata-PE

Em Juiz de Fora, Motoristas e cobradores marcam Operação Tartaruga para a próxima segunda-feira. Greve será deflagrada no dia 15


Os trabalhadores do transporte coletivo público de Juiz de Fora decidiram realizar a Operação Tartaruga na próxima segunda-feira, 8 de março, a partir das 6 horas. Na ocasião, os ônibus deverão trafegar pela avenida Rio Branco em marcha lenta, em fila, sem a permissão de ultrapassagem. O movimento de greve deverá ser deflagrado no dia 15. A decisão foi tomada em assembleia da categoria, realizada na manhã desta quinta-feira, dia 4.
Na reunião que contou com a participação de aproximadamente 50 trabalhadores, a classe rejeitou, por unanimidade, a proposta da classe patronal na última segunda-feira, 1º. Motoristas e cobradores decidiram apresentar uma contraproposta à Associação Profissional das Empresas de Transporte de Passageiros de Juiz de Fora (Astransp). "Baixamos o índice de reajuste reivindicado de 14,20% para 14,06%", informa o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo de Juiz de Fora (Sinttro), Paulo Avezani. Além do reajuste salarial, a categoria reivindica o fim da compensação de horas e aumento do tíquete-alimentação de R$ 160 para R$ 260, além de redução da jornada de trabalho de sete para seis horas diárias.
Durante a assembleia, o advogado do Sinttro, João Lourenço, apresentou a ultima proposta feita pela Astransp. "Os patrões iniciaram as rodadas de negociação oferecendo reajuste de 1%. Na segunda tentativa de acordo, foram oferecidos 2,76%. Na rodada mais recente, foi apresentada a proposta de 5,45%. Lembro que este índice é maior que a inflação do período. Mas trata-se de uma proposta. Os empresários ainda estão dispostos a negociar." Com o aumento de 5,45% oferecido pelas empresas, o salário dos motoristas passaria de R$ 968 para R$ 1.020,80. Já o salário dos cobradores, que têm salário oficial de R$ 484, mas receberam no mês de janeiro o valor de R$ 510 devido ao reajuste do mínimo, passaria para R$ 510,40.
A classe patronal garantiu ainda a manutenção de todas as cláusulas previstas no Acordo Coletivo estabelecido em 2009, como cesta básica e tíquete alimentação no mesmo valor do que vem sendo oferecido. A data-base da categoria seria mantida em fevereiro, conforme a proposta dos empresários, que garantiram a folga coincidindo com final de semana a cada 45 dias. No caso de trabalhadores que dobram o serviço, as empresas se comprometeram a oferecer alimentação, o que deve ocorrer também durante grandes eventos realizados na cidade com os trabalhadores em atividade.
A proposta da classe patronal abrange ainda a manutenção, por seis meses, do plano de saúde em casos de afastamento do trabalhador. Com relação às multas de trânsito sofridas pelos motoristas, as empresas se comprometeram a apresentar toda a documentação referente ao processo ao condutor, sem cobrar o valor.
Fonte: Acessa.com
READ MORE - Em Juiz de Fora, Motoristas e cobradores marcam Operação Tartaruga para a próxima segunda-feira. Greve será deflagrada no dia 15

São Paulo: Usuário do terminal Campo Limpo diz que viagens ficaram mais demoradas

O tempo das viagens de algumas linhas com ponto final transferido para o terminal Campo Limpo, zona sul de SP, em outubro do ano passado, tem afetado o bolso de parte dos usuários. Eles se dizem obrigados a pagar uma tarifa a mais porque seu trajeto até a região central da capital costuma ultrapassar três horas (tempo que permite ao usuário Bilhete Único fazer quatro viagens de ônibus pagando por uma).
É o caso do auxiliar de almoxarifado Cláudio Santos da Silva, 30 anos. Ele mora no Jardim Maria Sampaio, em Taboão da Serra (Grande SP) e trabalha na Barra Funda (zona oeste de SP). Antes da inauguração do terminal, ele pegava dois ônibus entre a casa e o local de trabalho. "Como tiraram a linha do bairro, tenho de pegar uma perua para cá. Daqui vou para o largo da Batata [em Pinheiros], para, daí, tomar outra condução para a Barra Funda.

A SPTrans informou que as mudanças nas linhas foram aprovadas por lideranças comunitárias. A empresa diz tomar todas as medidas para um embarque rápido e que a utilização de linhas estruturais evita que coletivos de mais de 1.300 destinos cheguem até a região central, o que traria transtornos para o trânsito.
Sobre a demora apontada pela reportagem na linha 809P/10 (Terminal Campo Limpo), na sexta-feira, a empresa afirma que ela ocorreu em decorrência de um acidente de trânsito na região de Pinheiros (zona oeste de SP), com o capotamento de um carro, o que provocou atraso no retorno dos ônibus.
Ela afirma também que essa linha é uma das que mais recebe passageiros no terminal e, por isso, está programada para partir com intervalos de três minutos no horário de pico da manhã. A SPTrans alega ainda que, muitas vezes, os passageiros querem viajar sentados e preferem aguardar o ônibus seguinte, o que acaba por gerar mais fila.
A SPTrans nega desorganização em relação às filas e afirma que há uma operação de pré-embarque, com 25 funcionários no Terminal Campo Limpo, sendo que metade deles atua pela manhã, no horário de pico.

Fonte: SP Agora
READ MORE - São Paulo: Usuário do terminal Campo Limpo diz que viagens ficaram mais demoradas

No Rio, Especialistas cobram ousadia nos projetos de transporte para a Olimpíada

Um acalorado debate entre especialistas de transporte e acadêmicos tomou conta hoje do centro de convenções do Sistema FIRJAN. Nota técnica divulgada pela Federação sobre transporte na cidade do Rio de Janeiro para a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos de 2016 foi o motivo: segundo o estudo, os investimentos até 2016 são insuficientes para deixar um legado definitivo para a infraestrutura da cidade. Na defesa da proposta apresentada ao Comitê Olímpico Internacional (COI) estavam os secretários de transporte estadual e municipal do Rio de Janeiro, Júlio Lopes e Alexandre Sansão. Já os acadêmicos da Coppe/UFRJ Fernando MacDowell e Ronaldo Balassiano pediram mais ousadia e expansão dos projetos alternativos para o transporte do município.
Para o secretário municipal de transportes, Alexandre Sansão, o estudo apresentado pela FIRJAN poderá gerar confusão, pois trata do transporte urbano da cidade para as Olimpíadas. Para ele não podemos confundir o projeto de transporte feito para o evento olímpico com o projeto de governo, para expansão da moblidade urbana. "O projeto olímpico é vitorioso e foi avaliado por um comitê, tem credibilidade. Mas estamos tomando outras medidas, uma vez que 80% da população carioca utilizam o transporte público. Uma delas é a reestruturação e integração entre as linhas de ônibus e ordenamento do transporte alternativo da cidade. A Zona Oeste , por exemplo, possui uma carência em transporte e estamos reativando várias linhas de ônibus para a região. O município também está fazendo licitações de vans, Kombis e transportes complementares", adiantou.
Em sintonia com o governo municipal o subsecretário de transporte estadual, Delmo Pinho que ocupou a mesa de debates antes da chegada do secretário Julio Lopes, que estava em audiência com o governador disse que a pesquisa apresentada " é injusta ”. Para ele o Rio tem de parar de se maltratar já que o Comitê Olímpico Brasileiro fez um trabalho de ponta. " Ganhamos porque nosso projeto é viável. Governo do estado, prefeitura e o Ministério das Cidades são a favor do sistema BRT (Bus rapid transit) já que é um meio de transporte criado no Brasil e que está sendo adotado em todo o mundo", afirmou. O secretário estadual de Transporte, Júlio Lopes, participou da segunda metade do painel, que contou com a presença do urbanista Jaime Lerner. Lopes afirmou que o BRT foi uma proposta estratégica, " pois se não fosse adotada provavelmente a nota de transporte não aumentaria e novamente o Rio de Janeiro não se tornaria sede dos Jogos Olímpicos ".
"Mantida a atual infraestrutura de mobilidade, as perdas geradas por engarrafamentos na cidade podem chegar a R$ 34 bilhões, o equivalente a um quarto do PIB fluminense. Sabemos que os projetos propostos atenderão apenas parcialmente as necessidades de mobilidade. O motivo deste debate público é justamente saber no que podemos avançar. A ideia é somar esforços para ter um Rio de Janeiro com qualidade de vida para sua população", disse o presidente da FIRJAN, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira.
Fonte: FIRJAN
READ MORE - No Rio, Especialistas cobram ousadia nos projetos de transporte para a Olimpíada

GPS poderá ser item de segurança obrigatório em ônibus interestaduais

Nesta quinta-feira, 04, a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), em reunião marcada para às 8h30, deverá examinar projeto (PLS 711/07) que torna obrigatório o uso de dispositivo de rastreamento por satélite (GPS) como item obrigatório em ônibus interestaduais.
A proposta recebeu voto favorável do relator, senador Wellington Salgado (PMDB-MG). O objetivo do projeto, apresentado em 2007 pelo então senador Expedito Júnior é dar mais segurança aos veículos, cujos passageiros têm sido vítimas frequentes de assaltos em viagens interestaduais, especialmente nas madrugadas. Caso aprovado na CI, o projeto segue para exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde será votado em decisão terminativa.
Também consta da pauta da CI proposta (PLS 380/09) que isenta do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) os veículos de carga de transportadores autônomos. Já há isenção desse imposto para aquisição de táxis e também para carros de pessoas portadoras de deficiência física.
A autora da proposta é a senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN), que destacou a importância da iniciativa uma vez que a maior parte do transporte de mercadorias no Brasil é feita em caminhões. O relator, que apresentou voto favorável, é o senador Jayme Campos (DEM-MT). Caso aprovada, a proposta ainda será examinada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), em decisão terminativa.
Fonte: Senado
READ MORE - GPS poderá ser item de segurança obrigatório em ônibus interestaduais

Teresina: Transporte ''eficiente'' ganha mais três veículos

A Prefeitura de Teresina vai reforçar o atendimento aos cadeirantes da capital com a inclusão de mais três microônibus adaptados ao transporte de cadeirantes na frota de veículos do Programa Transporte Eficiente. Um dos veículos já foi adquirido através de licitação pelo valor de R$ 156.000,00 e está apenas recebendo os últimos detalhes para ser entregue aos usuários. Outros dois veículos serão adquiridos através de licitação.
De acordo com a secretária do trabalho, cidadania e assistência social do município, Graça Amorim, um microônibus já está pronto para ser entregue, “estamos apenas esperando a finalização do emplacamento para que o veículo possa entrar em circulação o mais breve possível”, diz a secretária acrescentando que já quer, inclusive, marcar com o Prefeito Sílvio Mendes a entrega de mais este transporte.
Graça Amorim conta ainda que já foi encaminhado à Secretaria de Administração do Município (SEMA) o pedido para que seja realizado licitação para aquisição de mais dois microônibus adaptados para fazer parte do Transporte Eficiente.
Com mais estes três veículos, sobe para oito o número de carros do programa, já que atualmente atendimento é realizado por quatro vans e uma Kombi. “Com isso, o transporte Eficiente poderá atender um número maior de usuários e permitindo mais liberdade a eles no deslocamento para suas atividades diárias. Além do serviço, as pessoas com deficiência também são atendidas pelo transporte coletivo convencional, que atualmente possui 31 ônibus adaptados.
O Programa foi criado há nove anos pela Prefeitura e é coordenado pela Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e Assistência Social (Semtcas) e Superintendência de Trânsito (Strans), com a colaboração da Associação dos Cadeirantes do Município de Teresina (ASCANTE). Através do Transporte Eficiente, os usuários são atendidos 18h por dia, através do telefone gratuito: 0800 86 9009, para fazer agendamentos e também fazer reclamações e sugestões.
Fonte: TV Canal 13
READ MORE - Teresina: Transporte ''eficiente'' ganha mais três veículos

Anunciadas novas mudanças no transporte coletivo de Montes Claros


O prefeito Tadeu Leite concedeu coletiva à imprensa na tarde de ontem, quarta-feira, oportunidade em que falou sobre algumas mudanças pontuais no transporte coletivo urbano, já a partir do próximo sábado, dia 06.
O prefeito disse que já estão acertadas algumas alterações, como o aumento das possibilidades de integração das linhas, a adequação de quantidade de ônibus em cada linha e uma campanha da ATCMC para mostrar à população os ganhos com a implantação do novo sistema.
Tadeu disse ainda que considera como principal mudança o aumento do tempo para a integração, que passa de 30 para 60 minutos, a partir do momento em que o usuário descer no ponto de ônibus. O prefeito afirma que as empresas serão advertidas no sentido de serem mais rigorosas com o cumprimento dos horários.
Tadeu disse que é impossível a volta do antigo sistema do transporte coletivo urbano e afirmou que 90 mil passageiros já fizeram a integração.
O presidente da MCTrans, Coronel Orlando Walter Camargo, disse que haverá aumento de ônibus para o Bairro Delfino Magalhães, com mais dois ônibus entre 06h e 08h da manhã, e fusão e redistribuição de algumas linhas, como a 1101 e a 1103.
Ao final da coletiva de imprensa, o prefeito assinou extrato de edital do concurso público municipal para a área administrativa, com 820 vagas. As inscrições serão feitas pela internet, no site http://www.cotec.unimontes.com.br/, entre 08h do dia 25 de maio e 18h do dia 31 de maio. O edital será divulgado na prefeitura e na Unimontes.
Questionado quanto ao pagamento das rescisões da administração anterior, o prefeito Tadeu Leite disse que não fez o acerto porque não tem verba.
Fonte: O Norte de Minas
READ MORE - Anunciadas novas mudanças no transporte coletivo de Montes Claros

Transporte público: para empresa, frota é suficiente em Varginha

Para a empresa Planum, que fez um estudo do transporte público em Varginha, não há necessidade de implantar mais ônibus na cidade E é necessária apenas uma reestruturação das linhas e reformulação e horários.
O estudo foi encomendado pela prefeitura. Durou mais de 6 meses e custou R$ 75 mil aos cofres públicos. Foi apresentado aos vereadores em pouco mais de 30 minutos pelo consultor Luiz Wagner Dacache Balieiro.
Entre as sugestões propostas pela empresa está a fusão das linhas Cidade Nova/Imaculada e Cidade Nova/Eldorado e das linhas Industrial JK e Nova Varginha/Hospital Bom Pastor.
Os vereadores não ficaram satisfeitos com o resultado apresentado e questionaram a respeito de linhas como Alameda/Bom Pastor e Imaculada Conceição. O consultor respondia sempre de maneira evasiva chegando, algumas vezes, a ficar perdido a respeito das linhas. Balieiro demonstrou irritação com as perguntas e chegou a criticar os vereadores, dizendo que
ele era competente no serviço que faz.Durante o estudo foi realizada uma pesquisa com 1170 passageiros. 171 disseram que é preciso mais ônibus; 69, que deveria haver mais horários nos finais de semana; 46 reclamaram que a tarifa está muito alta e 43, que é necessário abrir concorrência para mais uma empresa.
Fonte: Blog do Madeira
READ MORE - Transporte público: para empresa, frota é suficiente em Varginha

Em Manaus está latente o colapso do transporte público

Desde a semana passada, está latente o colapso do transporte público em Manaus. Não falo de caos, é colapso. No caos ainda há movimento, no colapso tudo pára, nada mais funciona. O prefeito, cercado pelos eunucos Luiz Alberto Carijó, Henrique Oliveira e Raphael Siqueira, lhe abanando com folhas de bananeira e ocupando espaços que seriam da imprensa, anunciou a redução do preço da passagem. A medida, unilateral, só podia dar no que deu. Era “certo como dois e dois são quatro” (ou que 2,2 e 6,3 são 8,5 milhões) que os empresários não deixariam isso barato.
O motivo é simples. Pelo contrato firmado entre a Prefeitura (na administração anterior) e as empresas, haveria um reajuste anual, no mês de fevereiro de cada ano. É contrato, firmado entre as duas partes. Dito isto, é fácil deduzir que o carnaval feito pelo atual prefeito é só carnaval. Amazonino concedeu às empresas 12,5% de reajuste em agosto de 2009, portanto seis meses antes do previsto. O motivo? Como em todas as atitudes fanfarronas do prefeito, era (finalmente!) a reorganização de alguma coisa, nesse caso o sistema do transporte coletivo da cidade.
Bom, o preço da passagem de ônibus baixou. O sistema está organizado?
Desde segunda, as empresas boicotam o sistema, levando pouco mais da metade da frota às ruas. Ônibus articulados emperram e atrapalham o trânsito, ônibus alternativos têm sua frota — ilegal — reduzida, quando deveriam ser extintos, por serem ilegais, e no lugar disso a passagem nos alternativos aumentou 50% em pouco mais de um ano, de R$ 2 para R$ 3.
A previsão é de que o colapso se aprofunde, com as empresas pressionando pelo aumento, mesmo sem cumprir sua parte no contrato, que é a renovação da frota. Em tempos negônicos, a frota, que seria renovada e organizada (por isso o aumento para R$ 2,25), foi reduzida. Pouco mais de 10 ônibus novos chegaram, e nas zonas Norte e Leste da cidade o que se vê é uma versão brasileira de Mumbai, na Índia, infestada por microônibus serpenteando pelas faixas de trânsito, pilotadas por motoristas só não menos irresponsáveis do que os mototaxistas, que também se multiplicaram sem qualquer regulamentação.
Demonizar os empresários dos ônibus é a parte mais fácil, bem como os microônibus ilegais e os mototaxistas. Mas o fato é que estão todos sob o manto de um só órgão, chamado Prefeitura de Manaus. É ela, através do IMTT, quem deveria controlar tudo isso, impedindo a bagunça em que a cidade se transformou. Os empresários de ônibus perdem com os alternativos e os mototaxistas, os taxistas também perdem. A população perde com todos.
Fonte: O Malfazejo
READ MORE - Em Manaus está latente o colapso do transporte público

Rio: Transporte gratuito para alunos do Campus Itaperuna

Cerca de 150 alunos carentes do campus Itaperuna, do IF Fluminense, vão ser assistidos pelo Programa de Transporte Gratuito. O convênio foi firmado durante uma reunião do Diretor Geral do Campus, Evanildo Leite, e o Presidente de uma das empresas responsáveis pelo transporte público na cidade. Até o mês de abril vai ser divulgado o Edital para que os alunos possam se inscrever.
No final de fevereiro, em uma reunião com a mesma empresa, a direção do campus conseguiu pleitear horários de ônibus para atender alunos e professores de diversos bairros da cidade até o campus.
O ônibus circulava apenas até a distância de 500m antes do campus, o que dificultava o deslocamento de alunos e servidores. Os horários determinados, a partir de agora, foram definidos de acordo com uma demanda indicada pela diretoria do campus.
Fonte: ITF Fluminense
READ MORE - Rio: Transporte gratuito para alunos do Campus Itaperuna

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960