Fim da Greve em BH, Rodoviários e donos de empresas de ônibus fazem acordo no TRT

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

A audiência de conciliação entre os rodoviários da região metropolitana de Belo Horizonte e o sindicato patronal terminou por volta das 18h40, desta terça-feira. As partes decidiram assinar um acordo que suspende imediatamente a greve.
De acordo com a assessoria do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em contraproposta, a Justiça vai suspender a liminar concedida, na noite dessa segunda-feira, que bloqueava R$ 2 milhões dos sindicatos dos rodoviários e a multa de R$ 300 mil por dia de paralisação.
Na audiência também ficou decidido que os patrões não descontarão os dias em que os rodoviários ficaram parados, além de não haver retaliações contra os grevistas. Segundo o TRT, uma nova audiência está marcada para está sexta-feira, às 16h30.
Nesta noite, a categoria faz uma assembleia no Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH), na Rua dos Guaranis, 597, no centro, para apresentar os resultados da audiência de conciliação.
Fonte:Globominas
READ MORE - Fim da Greve em BH, Rodoviários e donos de empresas de ônibus fazem acordo no TRT

Quem não já ficou mais do que 30, 40 minutos e até mais que uma hora esperando um ônibus


Quem não já ficou mais do que 30, 40 e até mais que uma hora esperando um ônibus, depois de muitas reportagens sobre os gestores no que diz a melhora no transporte público, o que vemos é um sistema totalmente desestruturado, faltando profissionais competentes para gerir e conseqüentemente a falta de serviço eficiente, neste ano já tivemos diversos aumentos de tarifas e o que a maioria dos gestores falaram foram na melhoria da frota, mas será que a frota foi realmente renovada, e se foi será que só a renovação da frota resolveria esta situação, o que estamos vendo em todo o Brasil é que não, é claro que existe cidades com um sistema de transporte aceitável como Curitiba e Urbelândia-MG e outras desenvolvendo um projeto futuro como São Paulo, Recife, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, mas ainda falta muita coisa para o sistema de transporte no Brasil ser considerado com aceitável, como uma pessoa irar deixar seu carro na garagem e usar o transporte coletivo ainda muito deficiente, é preciso investir mais do que estão investindo hoje, como por exemplo na construção de mais corredores exclusivos para ônibus, paradas mais confortáveis, informações de itinerários para os usuários, segurança, profissionais mais qualificados, etc;, senão não sairemos do caos que já se encontram hoje nas grandes metrópoles brasileiras.

No caso especificado, é totalmente inaceitável a falta de horários regulares na espera de um coletivo, já vimos diversas promessas de paineis eletrônicos, horários via celular e até agora o que estamos vendo são trabalhadores e estudantes tendo que esperarem seu transporte em paradas mal estruturadas, as vezes debaixo de um Sol escaldante sem saber sequer a hora ou quando seu ônibus vai passar, não dá pra aceitar um trabalhador largar de seu trabalho altas horas da noite e esperar mais de 30 minutos por um coletivo, o Blog Meu Transporte vai continuar mostrando esses problemas para que o usuário possa de fato cobrar uma prestação de serviço melhor.
READ MORE - Quem não já ficou mais do que 30, 40 minutos e até mais que uma hora esperando um ônibus

Mais de 16 mil usuários cadastraram TRI escolar


Mais de 16 mil estudantes e professores cadastraram ou solicitaram a renovação do cartão TRI escolar para o ano letivo de 2010, garantindo o benefício de 50% de desconto no valor da tarifa nos ônibus da Capital. Esse número representa um aumento de 50% se comparado com o mesmo período do ano passado - janeiro e fevereiro.
"É melhor renovar ou solicitar o TRI o quanto antes, pois a procura está crescendo. Em março, as demandas geralmente aumentam ainda mais", afirma Paulo Sérgio Machado, coordenador do Centro Integrado de Passagem Escolar e Isenções da EPTC.
Os usuários deverão fornecer às entidades representativas o atestado escolar, original ou cópia do comprovante de matrícula 2010 autenticado pela instituição de ensino (professores poderão fornecer cópia do contracheque recente), fotocópia do cartão TRI, preencher formulário e pagar a taxa com valor não superior a 12 passagens escolares.
O cartão é renovado em três dias. Quem forneceu, em 2009, CPF do responsável e já possui CPF próprio, deve fornecer cópia do documento no ato da renovação. Para obter informações sobre a data para a primeira recarga e outras, os usuários poderão fazer contato pelos telefones (51) 32213099 ou 32215699.
Estudantes - Para confeccionar o cartão TRI, os estudantes deverão fornecer à entidade representativa uma foto 3x4 atual, cópia da carteira de identidade, apresentando a original (a apresentação da Certidão de Nascimento é opcional para menores de 18 anos), atestado escolar original ou cópia do comprovante de matrícula 2010 autenticado pela instituição de ensino, comprovante de residência com emissão inferior a três meses, cópia do CPF (menor de 18 anos que não possuir esse documento deverá fornecer cópia do CPF da mãe, do pai ou do responsável legal) e preenchimento da ficha de inscrição de beneficiário.
READ MORE - Mais de 16 mil usuários cadastraram TRI escolar

Greve de ônibus continua em Belo Horizonte

A greve de ônibus continua em Belo Horizonte, apesar da proibição do Ministério Público do Trabalho. Poucos veículos circulam pela cidade. Cerca de 2 milhões de pessoas são afetadas pela greve.
READ MORE - Greve de ônibus continua em Belo Horizonte

Depois de SP, trem e metrô devem subir em BH, Recife e Teresina


Pedido de aumento para BH e Recife foi feito pela CBTU ao governo.Em Teresina, previsão é de reajustar a passagem de trem em agosto.

Após São Paulo ter reajustado o valor das passagens de trem e metrô no último dia 9, pelo menos outras três regiões metropolitanas – as do Recife, de Belo Horizonte e Teresina – têm previsão de aumentar em breve o valor da tarifa. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), empresa pública ligada ao governo federal que administra os sistemas de Recife e BH, pedido de autorização para aumento já foi encaminhado para o Ministério das Cidades, que decide juntamente com o Ministério da Fazenda.

O Ministério das Cidades informou que a previsão é de o reajuste ser discutido em reunião na próxima sexta-feira (26). Segundo o diretor de planejamento da CBTU, Raul Debonis, a passagem do Recife, hoje em R$ 1,40, pode passar para R$ 1,65. Em Belo Horizonte, o valor ainda está em discussão - atualmente é R$ 1,80.
Em Teresina, informou a Companhia Metropolitana de Transportes Públicos, ligada ao governo do Piauí, no próximo dia 5 será inaugurado mais um quilômetro de trem elevado, até o centro comercial da capital piauiense. Com isso, em agosto a tarifa vai subir. O novo valor ainda está em estudo, segundo a companhia.

Em Belo Horizonte, conforme o diretor da CBTU, o aumento pleiteado tem a finalidade de acompanhar o reajuste do sistema metropolitano - os ônibus tiveram aumento de 4,5% no fim de dezembro de 2009.
No Recife, a CBTU deve esperar primeiro o reajuste nos ônibus. "Estamos esperando retorno dos ministérios e aguardamos que haja reajuste rodoviário para não partir descasado." O consórcio Grande Recife, que administra os ônibus da região metropolitana, informou que o último aumento foi no começo do ano passado e que ainda não há informações sobre novo reajuste.

Debonis afirma que os aumentos são necessários para que "o sistema metroferroviário não saia sacrificado". "Fizemos a proposição para o Ministério das Cidades, que também discute com a Fazenda. Pedimos [reajuste] proporcional à elevação dos ônibus para o sistema conseguir certa cobertura dos custos, para não fragilizar a operação."

Além do Recife e de BH, a CBTU também administra os sistemas de Maceió, Natal e João Pessoa. Nessas cidades, a passagem, com a chamada tarifa social, custa R$ 0,50 e não deve ser reajustada.
"Nesses três sistemas, a situação é mais delicada. São sistemas de pequeno porte. No caso de Maceió, onde vai ter modernização e a capacidade diária vai passar de 10 mil para 40 mil passageiros, devemos ter aumento mais adiante", informou o diretor da CBTU. Segundo ele, melhorias nos sistemas de Natal e João Pessoa foram apresentadas pela CBTU como proposta a ser incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2.

Atualmente 12 regiões metropolitanas têm sistema metroferroviário, dos quais cinco administrados pela CBTU. Na região metropolitana de Porto Alegre, o governo federal também administra, por meio da Trensurb, mas, segundo a empresa, não há previsão de aumento.

A Trensurb tem como acionistas a União (99,21%), o Estado (0,61%) e o município de Porto Alegre (0,18%). Em São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Fortaleza, os governos estaduais administram os sistemas.

A região metropolitana de São Paulo aumentou a tarifa recentemente, mas as outras informaram que não há previsão de reajuste. Em Salvador, o sistema fica a cargo da prefeitura, e a tarifa também não deve aumentar.

Os sistemas de metrô do Recife e de Belo Horizonte são semelhantes ao sistema de trem de São Paulo e do Rio, informou a CBTU. O que os torna metrô são as características técnicas.
Trens são sistemas de distância maior entre as estações, cerca de dois quilômetros, e circulam principalmente como linhas de subúrbio. Metrôs têm distância menor entre as estações, cerca de um quilômetro e passam pela região central. O metrô geralmente é subterrâneo ou elevado, e o intervalo entre os trens é menor.

Confira abaixo as tarifas, os últimos reajustes e o tamanho de cada sistema de trem ou metrô. Atualmente, a tarifa mais cara é a do Distrito Federal. As mais baratas são as de Salvador, Natal, Maceió e João Pessoa, que têm sistemas menores e as chamadas tarifas sociais.
Fonte: G1
READ MORE - Depois de SP, trem e metrô devem subir em BH, Recife e Teresina

Greve de ônibus prejudica um milhão na Região Metropolitana de Belo Horizonte


Veículos que saíram sem escolta policial foram danificados.Trabalhadores reivindicam reajuste e redução da jornada de trabalho.

Mais de um milhão de pessoas foram prejudicadas pela greve de ônibus na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (22). Os motoristas fazem uma paralisação por tempo indeterminado.
Os trabalhadores reivindicam aumento de 37%, redução na jornada de trabalho para seis horas e fim da circulação de ônibus sem cobradores. O reajuste proposto pelas empresas é de 4,4%.
Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), 90% dos ônibus que costumam transportar passageiros de quatro municípios vizinhos para trabalhar em Belo Horizonte não saíram das garagens. O índice equivale a cerca de dois mil veículos.
Em Belo Horizonte, outros dois mil veículos não circularam, o que representa 70% da frota. Em toda a Região Metropolitana, houve engarrafamentos no período da manhã. Os pontos de ônibus ficaram lotados e muitos passageiros voltaram para casa. As únicas alternativas de transporte eram as vans ou peruas irregulares.
Alguns ônibus saíram das garagens com a proteção da polícia, mas 64 veículos que não tinham escolta foram danificados. A maioria teve pneus furados ou vidros quebrados. No total, 13 manifestantes foram presos.
READ MORE - Greve de ônibus prejudica um milhão na Região Metropolitana de Belo Horizonte

MP do Rio pede suspensão da conexão Pavuna-Botafogo do metrô

O Ministério Público (MP) do Rio entrou com uma ação na Justiça pedindo a suspensão das operações da linha 1A do metrô no Rio, que faz a conexão direta Pavuna-Botafogo. Segundo o MP, os trens estariam circulando com sinalização precária e declive inadequado.
“A sinalização é precária. Há sinais cobertos com sacos pretos e o maquinista, em dois momentos do trajeto, precisa parar o trem, entregar uma guia numa cabine e um outro funcionário pede, via rádio, a autorização para um terceiro”, reclama o promotor Carlos Andesano, autor da ação, que conta com um laudo técnico do engenheiro de transportes Fernando Mac Dowell.
Os dois fizeram o trajeto Central do Brasil-São Cristóvão dentro da cabine do maquinista. "O sindicato depois nos informou que o maquinista, que cumpriu um mandamento legal de nos dar acesso, foi demitido por causa disso", afirma o promotor.
Para que o serviço funcione sem transtornos, o MP exige que a estação Cidade Nova esteja pronta, que os 114 carros já encomendados pela concessionária estejam aptos a circular e que a empresa volte a manter com regularidade intervalos de 4 minutos entre os trens.
“Eles mesmo criaram um aumento de demanda sem ter preparo para recebê-la. Aí acaba tendo atrasos, superlotação, ar-condicionado sem dar vazão”, diz Andesano, que acredita que o pedido de liminar possa ser apreciado ainda esta semana. Segundo o promotor, além das questões de sinalização, o parecer técnico constatou que a bifurcação que divide a linha 1 aumenta o risco de acidentes. A previsão é que as composições novas só cheguem em 2011.
O que diz o Metrô Rio
O Metrô Rio informa que ainda não foi notificado e não vai comentar o assunto. A empresa diz ainda que as obras da estação de Cidade Nova estão previstas para terminar no final de Março. Porém, não há data para a inauguração da estação. Questionada sobre a demissão do maquinista, a concessionária afirma que ele foi demitido por desempenho, segundo critérios de performance da empresa, e que outros dez funcionários foram demitidos pelo mesmo motivo no mesmo período. A empresa garante ainda que a conexão Pavuna-Botafogo vai continuar funcionando durante a semana das 5h às 21h até o final do março. Apenas nos horários de menor movimento, nos dias úteis entre 21h e meia-noite e nos finais de semana e feriados haverá baldeação na estação Estácio.
Fonte: G1
READ MORE - MP do Rio pede suspensão da conexão Pavuna-Botafogo do metrô

Greve no transporte público provoca depredação

Moradores da região metropolitana de Belo Horizonte ficaram revoltados com a greve dos rodoviários, iniciada na madrugada de hoje. A maior parte das pessoas foi surpreendida com a manifestação quando estava no ponto à espera do ônibus para ir ao trabalho. Segundo informações da Polícia Militar (PM), registros de depredação de veículos e atos de violência são inúmeros e partem de diferentes regiões.
Com dados descentralizados, a PM ainda não conseguiu divulgar um balanço sobre prejuízos e pessoas detidas. No início da madrugada, os policiais do 34º Batalhão prenderam um grupo de pessoas que apedrejava um ônibus na Avenida Américo Vespúcio, no bairro Caiçara, região noroeste da capital mineira.
O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários em Transporte Coletivo informou que a greve tem como objetivo pressionar as empresas a conceder aumento salarial e promover melhorias nas condições de trabalho. A categoria reivindica 37% de aumento, jornada de seis horas de trabalho e compensação das horas. Eles querem ainda a manutenção da função de despachante e cobrador, cujas obrigações, em algumas linhas, passaram a ser também dos motoristas.
Em nota, as empresas de transporte coletivo da região metropolitana de Belo Horizonte informam que apresentaram ao sindicato uma proposta de reajuste que coloca os trabalhadores do setor entre os de maior remuneração, considerando os salários pagos em todas as capitais do País. Para as empresas, "a ausência ao trabalho pode representar demissão por justa causa por descumprimento da Lei de Greve".
READ MORE - Greve no transporte público provoca depredação

Transporte e alimentação pesam mais no bolso do soteropolitano


No transporte público ou no carro próprio, o 'ir e vir' está mais caro em Salvador. Comer fora, também. Além disso, os reajustes do início do ano, matrículas escolares, imposto e tributos ajudaram a encarecer a vida do soteropolitano neste início de 2010. Enquanto governos e analistas preocupam-se com os efeitos macroeconômicos, o cidadão já faz as contas para não estourar o orçamento.
Os dois principais indicadores da inflação em Salvador e na Região Metropolitana (RMS) apontaram a aceleração no ritmo dos aumentos no custo de vida em Salvador. O IPCA da Região Metropolitana de Salvador passou de 0,34% em dezembro para 0,77% em janeiro, influenciado pelos aumentos no grupo alimentos e bebidas, com uma alta de 0,45%, que representou uma pressão de 24,56% no resultado final.
O item transporte, que engloba, entre outros, o transporte público e os gastos em combustíveis, apresentou aumento de 0,29%, influenciando em 18,34% a elevação atual.Movimento parecido com o do IPC/SEI, que mede as variações na capital baiana. Em janeiro, o indicador apontou uma alta de 1,12%, contra 0,07% no mês de dezembro, com a volta às aulas encabeçando a lista dos aumentos com 9,75% de alta.
Fonte: A Tarde
READ MORE - Transporte e alimentação pesam mais no bolso do soteropolitano

Idosos têm direito a passagens de ônibus gratuitas

Idosos a partir de 60 anos e com renda igual ou menor que dois salários mínimos podem viajar de graça de um estado a outro. Por lei, eles têm dois assentos gratuitos garantidos no ônibus. E se os dois lugares já estiverem ocupados, os idosos têm direito à passagem pela metade do preço, desde que façam a reserva antes.
“No caso, o idoso tem o direito de: em trechos de até 500 quilômetros, o limite seria de até seis horas antes do horário de partida. Acima de 500 quilômetros, o prazo é de doze horas. Mas é interessante que ele se antecipe mais”, explica o gerente Daniel Oliveira.
Para ser beneficiado, é preciso apresentar documento com foto e comprovante de renda, que pode ser o extrato da aposentadoria, contracheque ou carteira de trabalho. Apesar de serem obrigadas, nem todas as empresas fornecem as passagens gratuitamente.
Em São Paulo, idosos que deveriam ser beneficiados reclamam que só conseguiram viajar depois de pagar pelos bilhetes. “Simplesmente paguei e fiquei queito, porque brasileiro é acostumado e ficar quieto”, conta o aposentado João Todorovsky Neto Mas não deve. Segundo o coordenador da fiscalização Daniel de Castro, o idoso pode chamar os fiscais da ANTT, agência que regula os transportes terrestres.
“Se o fiscal comparecer ao guichê da agência e comprovar que não foi fornecida a passagem para o idoso, ele multa ali na hora”, alerta Castro. A empresa que não cumprir a lei pode pagar multa de R$ 3.435.
Fonte: G1
READ MORE - Idosos têm direito a passagens de ônibus gratuitas

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960