2010 vai começar com aumento de ônibus em São Paulo

sexta-feira, 27 de novembro de 2009


Depois de propor à Câmara Municipal de São Paulo um aumento no IPTU para 2010, que pode chegar a 300%, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) anunciou o aumento da tarifa de ônibus no município. Embora o prefeito tenha evitado falar em percentual, já se estima reajuste entre 10% e 15%. O que deve elevar a tarifa dos atuais R$ 2,30 para R$ 2,60 ou R$ 2,70.

Levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), sobre os dois últimos aumentos de ônibus em São Paulo, em março de 2005 e dezembro de 2006, revela que esse tipo de transporte foi reajustado muito acima da inflação. “Do primeiro aumento até setembro de 2009 a inflação foi de 21,72%. Mas as tarifas de ônibus já subiram 35,29%”, aponta Cornélia Nogueira Porto, coordenadora de Pesquisa de preços do órgão.

Para a pesquisadora, os reajustes anteriores já garantiram “uma gordura grande” nos lucros das empresas de ônibus e no momento nada justifica aumentos, muito menos reajustes extraordinários.De acordo com cálculos do Dieese, as tarifas de ônibus mais caras em 2010 vão pesar principalmente no bolso das famílias que vivem com um salário mínimo. “Hoje, as famílias já gastam 4,3% do orçamento só em ônibus, 7,61% em transporte coletivo e 10,77% com transporte em geral”, avalia.
O novo valor também vai representar acréscimo entre 0,43% a 0,64% na inflação da capital paulista. “É um percentual muito alto para um item só”, critica.
READ MORE - 2010 vai começar com aumento de ônibus em São Paulo

Boa parte dos ônibus de Guarulhos ainda circula sem cobrador desrespeitando uma lei municipal em vigor desde o do começo do mês.


Vencido no domingo, 1º, o prazo de 180 dias para que as empresas de ônibus se adaptassem ao decreto da prefeitura, de 29 de abril deste ano, que estabelece a obrigatoriedade do cobrador nos transportes coletivos, a função continua sendo exercida pelo próprio motorista. Durante um período de 15 minutos, no qual a reportagem do DG ficou no ponto de ônibus da Igreja Matriz, no Centro, mais de 15 veículos, de diversas empresas, circularam sem a presença do cobrador.Embora a maioria dos carros fossem da Viação Transguarulhense, outras como a Empresa de Ônibus Guarulhos, Empresa de Ônibus Vila Galvão, Guarulhos Transportes e Internorte também não estavam cumprindo o decreto municipal. Procurada, a Secretaria de Transportes e Trânsito informou, via assessoria de imprensa, que equipes estão realizando fiscalização nas ruas e nas garagens das empresas, notificando as que ainda não se adaptaram.
As empresas terão um prazo de 15 dias e, em caso de descumprimento, receberão multa no valor de R$ 2 mil por dia para cada carro que circular sem o cobrador.
Um motorista da Transguarulhense, que preferiu não se identificar, disse que às 4h de ontem, dois fiscais estavam em frente à garagem da empresa anotando a numeração dos carros que saíam sem cobradores. Ele ressaltou que concorda com a lei, já que seu cumprimento oferece segurança para os funcionários e para os passageiros. "É muito arriscado dirigir e cobrar ao mesmo tempo, pois normalmente o veículo já está em movimento na hora de passar o troco, aumentando o risco de um acidente", disse o motorista.
Outro motorista da Transguarulhense, que também pediu para manter sua identidade em sigilo, revelou que dois colegas sofreram acidentes no momento exato de dar o troco ao passageiro. "É perigoso. Graças a Deus nunca me aconteceu nada em três anos trabalhando com dupla função. Um dos meus colegas bateu o ônibus na alça de acesso da Rodovia Ayrton Senna, próximo ao presídio Adriano Marrey; e o outro acabou batendo o veículo na traseira de um outro ônibus, na Vila Galvão, os dois no momento de dar o troco", lembra.



READ MORE - Boa parte dos ônibus de Guarulhos ainda circula sem cobrador desrespeitando uma lei municipal em vigor desde o do começo do mês.

Seja um Seguidor, Campanha do Blog Meu Transporte

Campanha do Blog Meu Transporte é chegar até o fim deste ano a pelo menos 50 seguidores, você caro leitor que estar vendo a serenidade, competência e disposição deste Blog em mostrar de fato o que acontece com um dos principais serviços públicos do país que é o Transporte Público, não pode ficar de fora desta campanha, por isso convidamos você a ser mais um seguidor deste Blog que vem mostrando dia a dia a situação do Transporte Público que você usa, clique em seguir este blog e convide seus amigos.

Abraços!!!
READ MORE - Seja um Seguidor, Campanha do Blog Meu Transporte

Trânsito influencia a maneira como as cidades crescem no Brasil

Por causa de dificuldades para cruzar as grandes cidades brasileiras, é melhor morar perto do trabalho . Por isso, muita gente vive em favelas para não depender de um sistema de transporte ruim.

READ MORE - Trânsito influencia a maneira como as cidades crescem no Brasil

Passageiros continuam a reclamar das vans legalizadas no Rio


Quase três meses depois da implementação das novas regras das vans intermunicipais, passageiros ainda não estão satisfeitos de desembarcar na Leopoldina. As irreglaridades ainda continuam.

As novas regras para as vans intermunicipais passaram a vigorar em setembro. E o número de veículos autorizados a trafegar caiu para menos da metade.
Em setembro, entraram em vigor as novas regras para as vans intermunicipais. Foram vários dias de reclamações, tanto de passageiros e de motoristas. Nossos repórteres foram ver como está a situação, três meses depois. Além de ouvir novas reclamações, flagramos também irregularidades.
No meio da Avenida Brasil, vans legalizadas e outras levantam a suspeita: são ou não piratas? Uma van escolar está cheia de adultos.
De manhã, na Leopoldina, uma van parou no meio da Francisco Bicalho para passageiros descerem. Outra, que ia para Itaboraí, tentava pegar passageiros em um ponto de ônibus, o que também é irregular. “Eles tiraram vans, mas não colocaram ônibus”, reclama uma jovem.
As novas regras para as vans intermunicipais passaram a vigorar em setembro. O número de veículos autorizados a trafegar caiu para menos da metade.
Embarque e desembarque de passageiros somente em cinco pontos da cidade. O mais movimentado fica na Leopoldina.
“Só atrasou a nossa condição de ir para o trabalho e para casa”, critica o eletricista Washington Oliveira. “São três horas de antecedência que eu saio de casa. Eu pego às 10h e saí às 7h. Fico duas horas no engarrafamento e ainda tenho que enfrentar fila”, conta o ascensorista Marcos César.
Motoristas de vans dizem que houve uma única melhora: há 12 dias, eles estão integrados ao sistema Riocard. Mas, mesmo com o pagamento eletrônico, eles dizem que não recuperaram o movimento anterior, porque continuam proibidos de seguir até a Central. “Eu perco 40% para os ônibus e para os trens”, diz o motorista Marco Antônio Silva.


READ MORE - Passageiros continuam a reclamar das vans legalizadas no Rio

Recife: Terminal Integrado ganhará biblioteca em parceria inédita


A biblioteca “Leitura Integrada”, cujo principal objetivo é estimular a leitura através da criação de pontos de empréstimo gratuito de livros, será implantada no Terminal Integrado Pelópidas Silveira, localizado no município de Paulista. Participam da assinatura do convênio o presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, o coordenador de Projetos da Fundação Gilberto Freyre, Gilberto Freyre Neto e o diretor Geral do Instituto Brasil Leitor (IBL), William Nacked. Com um fluxo de aproximadamente de 100 mil usuários por dia, o TI Pelópidas Silveira será o primeiro no País a ter uma biblioteca.

A ação faz parte do projeto “Ler é Saber” do IBL. Com um acervo inicial de aproximadamente 2.200 livros a biblioteca disponibilizará exemplares de vários gêneros, entre os quais romances, best-sellers, religião, ciências sociais, filosofia, artes, além de literatura nacional, regional e estrangeira, o que proporcionará aos usuários ter acesso a obras de autores como Gilberto Freyre, Machado de Assis, Paulo Coelho e José Saramago.

Para usufruir do acervo, os usuários irão realizar um cadastro, levando a identidade, CPF e comprovante de residência (com cópias), além de uma foto 3x4. Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais. O usuário pode ficar com a obra por até 10 dias, podendo renovar três vezes. A retirada e a devolução só poderão ser feitas na biblioteca.

Para o presidente do consórcio, Dilson Peixoto, a implantação da primeira biblioteca pública dentro de um equipamento do Sistema de Transportes Pública de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR) significa a concretização de um sonho antigo. “É gratificante poder estimular os usuários à leitura, oferecendo uma estrutura que proporcionará acesso à educação e cultura dentro de um terminal. O acervo é variado e deve agradar a todos”, disse.

O projeto prevê a instalação de mais uma biblioteca em outro terminal do STPP/RMR. O local ainda será definido. METROREC

– No Metrô da capital pernambucana, onde o projeto já é desenvolvido desde abril de 2007 na Estação Recife, no centro da cidade, já existem mais de 4 mil sócios, com o registro de cerca de 45 mil empréstimos.
READ MORE - Recife: Terminal Integrado ganhará biblioteca em parceria inédita

TVs nos ônibus reforça busca por conforto nos trajetos


O lançamento da veiculação de mídias digitais móveis em 20 ônibus que atendem o transporte coletivo urbano de Campo Grande reforça a política de deixar o serviço mais agradável e confortável para o usuário. Para o prefeito Nelson Trad Filho, a medida vem de encontro às necessidades de melhoramento do serviço.

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, ressaltou ainda que as televisões serão um meio de transmitir informações a população. O primeiro ônibus equipado com o monitor partiu do Ponto de Integração Avedis Balabanian.Nesta primeira fase, receberam os monitores de 19 polegadas 20 veículos que atendem linhas troncais, que recebem, cada, cerca de 700 passageiros por dia. Bruno Xavier, da TVON, empresa responsável pela programação das TVs, explica que o conteúdo exibido não possui som devido à constatação de não é possível estabelecer um volume que atenda a todos os passageiros, criando o efeito inverso, de irritação.

Os monitores instalados nos ônibus receberam programações de 40 minutos, com animações e pequenos vídeos de 15 a 30 segundos de duração com informações sobre saúde, segurança e cidadania. Metade do tempo total da programação - 20 minutos - será destinada a espaço publicitário.

A atualização da programação será feita diariamente e ficará no ar durante 18 horas, sem interrupção. A Assetur (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano) ainda prevê estender a mais 60 veículos a instalação dos monitores, a partir de julho de 2010.

O projeto prevê chegar a 140 ônibus com televisões até o fim do próximo ano.Além do prefeito e do diretor-presidente da Agetran, também participaram do lançamento dos monitores nos ônibus dirigentes das empresas que atendem o transporte coletivo urbano em Campo Grande, o secretário municipal de Governo, Rodrigo de Paula Aquino, o líder na Câmara, vereador Flávio César, o vice-líder Mário Cezar, e o vereador Carlão.
READ MORE - TVs nos ônibus reforça busca por conforto nos trajetos

Lei que Garante meia entrada aos Domingos em Ponta Grossa poderia ser melhor


Entrou em vigor a lei nº10.077 que assegura aos usuários do transporte coletivo o direito de pagar metade da tarifa vigente em domingos alternados. Para muitos, a lei não foi melhor porque são apenas em domingos alternados, e a popullação esperava que fosse todos os domingos como já acontece em outras cidades brasileiras.
Para garantir o desconto nesses dias, os usuários deverão fazer o pagamento da tarifa em dinheiro. “Nessas datas, continuam sendo válidos os cartões de vale transporte e de gratuidade (isentos). A lei não se aplica aos cartões de estudantes”, informa o chefe da Divisão de Fiscalização Viária, Luiz Eduardo Lemes.
Neste domingo, 29 de novembro, os usuários já poderão utilizar os ônibus pagando apenas R$1,10. De acordo com Lemes, aos domingos, normalmente 40 mil pessoas utilizam o transporte coletivo em Ponta Grossa. “Mesmo com o desconto vamos manter a frota normal de domingo, ou seja, 100 veículos”, revela. Ele acrescenta, ainda, que durante 90 dias o desconto estará em período de experiência em que será avaliado. “Vamos fazer uma avaliação econômica do sistema durante sete domingos alternados para que os demais usuários não sejam prejudicados no incentivo ao aumento de tarifa”, adianta Lemes.
Os domingos em que o usuário pagará apenas a metade da tarifa, segundo Lemes, já estão programados: 29 de novembro, 13 de dezembro, 27 de dezembro, 10 de janeiro, 24 de janeiro, 14 de fevereiro e 28 de fevereiro.
READ MORE - Lei que Garante meia entrada aos Domingos em Ponta Grossa poderia ser melhor

Florianópolis: Greve no transporte é marcada para o dia 15 de Dezembro


Em meio a audiência pública realizada ontem, na Câmara de Vereadores de Florianópolis sobre a lei que autoriza a licitação do transporte coletivo, o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sintraturb) anunciou que iniciará uma greve da categoria a partir de 15 de dezembro.

A notícia surgiu através do acessor político do Sitraturb, Ricardo Freitas: – Já comunicamos anteontem (terça-feira) o Ministério Público do Trabalho sobre a greve por tempo indeterminado pelo descumprimento do acordo coletivo por parte dos empresários, pela redução dos horários de ônibus e porque precisamos discutir um sistema público decente de transporte para essa cidade.

A audiência pouco discutiu sobre transporte e foi marcada por discussões políticas e ofensas entre políticos e entidades do setor.
READ MORE - Florianópolis: Greve no transporte é marcada para o dia 15 de Dezembro

Campo Grande: Desde instalação de câmeras, assaltos a ônibus caíram 28%


De abril até outubro deste ano, o número de assaltos a ônibus que atendem o transporte coletivo urbano de Campo Grande caíram 28%, quando em comparação ao mesmo período de 2008. Atualmente, 150 veículos possuem duas câmeras cada. Segundo a Assetur (Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano), até o fim deste ano, o número crescerá para 300.

A avaliação da empresa é também de que a implantação das câmeras se refletiu em uma mudança de comportamento nos passageiros e, ainda, em melhorias na operacionalização do sistema. Neste mês de novembro, as câmeras passaram também a ser utilizadas na identificação do uso indevido do benefício da gratuidade da tarifa. O sistema será monitorado por um funcionário da Assetur, que consultará o banco de dados da concessionária e verificará se o usuário é, de fato, o beneficiado pela gratuidade.

Apesar da redução, de janeiro a outubro deste ano já foram registrados 345 assaltos, enquanto no mesmo período, em 2009, 477 casos de assaltos foram registrados no transporte coletivo urbano. As imagens dos ônibus assaltados, de acordo com a Assetur, estão sendo encaminhadas à polícia, na tentativa de identificar os assaltantes.

As linhas que receberam o sistema de monitoramento de segurança são aquelas em que foram registrados casos de assalto, como a dos bairros Mário Covas e Centenário. As câmeras instaladas nos ônibus custam cerca de R$ 2,5 mil cada e a própria Assetur tem realizado a montagem e instalação dos equipamentos. As câmeras focam a visão dianteira, a parte central, o painel do lado de fora e, também, a parte traseira.
READ MORE - Campo Grande: Desde instalação de câmeras, assaltos a ônibus caíram 28%

Mulheres já são maioria dos passageiros do metrô em SP, diz pesquisa

Elas representam 54% das pessoas que utilizam o meio de transporte. Levantamento foi divulgado pelo Metrô nesta quarta (25).

Pela primeira vez desde que o Metrô entrou em operação, em 1974, as mulheres são a maioria dos passageiros. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Metrô de São Paulo com os seus passageiros, divulgada nesta quarta-feira (25). De acordo com o levantamento, elas representam 54% do total de passageiros. O índice de passageiros do sexo feminino vinha subindo nos últimos anos e em 2006 chegou a se igualar ao número de homens.

Segundo o Metrô, o aumento do número de mulheres se deve ao fato de que as estações estão localizadas principalmente em áreas onde há predomínio do setor de serviços. O setor é responsável pelo maior número de contratações do sexo feminino. Ainda segundo a empresa, as mulheres também realizam mais atividades fora do ambiente de trabalho. A pesquisa aponta ainda que as mulheres fazem mais integração com micro-ônibus ou lotações do que os homens e que elas fazem mais viagens por motivo de saúde.

A pesquisa também levantou dados sobre as moradias e os itinerários dos passageiros. A Zona Leste de São Paulo aparece como local de residência da maioria dos passageiros, representando 29% do total. Em seguida, aparecem os moradores da Zona Sul (25%) e da Grande São Paulo (20%). Do total de viagens realizadas saindo da Zona Leste, 24% têm por destino o Centro, 24% o Centro expandido e 14% a Zona Oeste.

Na Zona Sul, 30% das viagens são em direção à mesma região, 19% em direção ao Centro expandido e 18% para a Grande São Paulo. Já na Zona Norte, 16% das viagens são para o Centro, 10% para o Centro expandido e 9% para a Zona Sul. O levantamento aponta ainda que 26% das pessoas que saem do Centro vão em direção à Zona Leste, 24% à Zona Sul e 17% à Grande São Paulo. Outros dados da pesquisa apontam que os jovens também compõem a maior parte dos passageiros. O levantamento mostra que 59% dos usuários têm entre 18 e 34 anos.
A renda familiar média da maior parte dos usuários (74%) é de R$ 3.112,50. Já a individual é de R$ 1.452,50. A novidade é o aumento de passageiros com renda entre dois e quatro salários mínimos, que subiu de 24% para 27% entre 2006 e 2008.
Fonte: G1
READ MORE - Mulheres já são maioria dos passageiros do metrô em SP, diz pesquisa

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960