São Paulo recebe segundo ônibus movido a etanol

terça-feira, 17 de novembro de 2009


A Scania, por meio do Cenbio (Centro Nacional de Referência em Biomassa), representante e organizadora do projeto BEST (BioEthanol for Sustainable Transport) no Brasil, entregou à prefeitura de São Paulo, na última quinta-feira, dia 12 de novembro, o segundo ônibus movido a Etanol no País.

Equipado com chassi Scania de 15 metros de comprimento, o veículo rodará entre os terminais Lapa e Vila Mariana, sob responsabilidade da Viação Gato Preto, e atenderá a uma alta demanda de passageiros em um itinerário que inclui importantes trechos da cidade, entre eles, a avenida Paulista.O novo ônibus, Scania Série K, possui motor de 9 litros de 270 cavalos de potência e será abastecido com combustível renovável bioetanol, hidratado com 5% de aditivo promovedor de ignição, atendendo às exigências européias de emissão de poluentes EURO 5 e EEV (Enhanced Environmentally Friendly Vehicles), normas obrigatórias pela União Européia a partir deste ano.

O motor Scania tem tecnologia comprovada para ônibus movidos a etanol desde 1989. O Brasil é o primeiro país das Américas a ter ônibus movido a etanol em circulação pelo projeto BEST. "A entrega do segundo ônibus a Etanol reforça a postura da Scania de investir em soluções sustentáveis de transporte.

A tecnologia aplicada no veiculo contribui para redução da emissão de gases poluentes, influenciando diretamente para a melhoria da saúde da população e na preservação ambiental, sem perder as características dos demais veículos da marca, como excelente produtividade e desempenho.Na avaliação da Scania, o etanol é entre as tecnologias voltadas ao transporte sustentável, a que possui melhores perspectivas para implantação e obtenção de resultados em curto prazo" comenta Marcelo Montanha, gerente de Ônibus da Scania Latin America.Em 2007, a Scania entregou o primeiro veículo, que circulou no corredor Jabaquara - São Mateus, com parada em 9 terminais e 4 municípios da região metropolitana paulista: São Paulo, Diadema, São Bernardo do Campo e Santo André.
READ MORE - São Paulo recebe segundo ônibus movido a etanol

Em Taubaté, Prefeitura autoriza aumento de 20% na tarifa de ônibus e pega moradores de surpresa


A semana começou com uma notícia nada animadora para quem depende do transporte público em Taubaté. O preço da tarifa subiu 20%. Os passageiros reclamam que foram pegos de surpresa.
Foi um aumento acelerado. Decreto assinado pelo prefeito na sexta(13), no fim do tarde. E uma surpresa logo no primeiro dia da semana. "Um absurdo. Minha sobrinha pegou o ônibus ontem(15) e pra ela era R$2. Na hora que ela viu que era R$2,40. Daí a vizinha dela que deu R$,40 para ela inteirar a passagem", conta a dona de casa, Joseana Domiciano.

Desde domingo, a tarifa do transporte urbano de Taubaté passou de R$ 2 para R$ 2,40. E vai ser difícil escapar do reajuste de 20%. Por lei municipal, o transporte complementar tem que seguir o preço dos ônibus. Ou seja, a tarifa de R$ 2, que ainda era praticada no início da tarde de hoje(16), deve mudar em breve. "Nós conseguimos uma brecha que a lei fala que a tarifa para ser aumentada, tem que ser publicada três dias úteis no Diário Oficial. Como isso não foi feito, até quarta-feira(18), nós vamos manter a tarifa a R$2", diz Silvana Fontes, representante do TCTAU.
A prefeitura, que autorizou o reajuste, diz que ele estava previsto em contrato e que virá acompanhado de melhorias nos serviço. "A empresa, dentro dos custos que ela apresentou, alguns ônibus novos já estão preparados para entrarem em operação e também ônibus para necessidades especiais já vão entrar alguns", afirma Jacir Cunha, gerente de Planejamento do município. Segundo a prefeitura, a lei que obrigava que a população fosse avisada com três dias de antecedência foi revogada há 12 anos. Por isso, o transporte complementar já deve operar com a nova tarifa.
READ MORE - Em Taubaté, Prefeitura autoriza aumento de 20% na tarifa de ônibus e pega moradores de surpresa

Trem descarrila em Camaragibe e compromete funcionamento do metrô


Um trem descarrilou próximo da estação de Camaragibe e comprometeu o funcionamento do metrô, na noite desta segunda-feira (17). O vagão que saiu dos trilhos impediu a passagem dos outros trens. O caso aconteceu por volta das 19h30, quando o trem seguia com passageiros do Recife para Camaragibe.Por conta do incidente, muitos passageiros que estavam na estação Camaragibe resolveram seguir a pé para o Terminal Integrado de Passageiros (TIP) pela mata e pelos trilhos do metrô.
A caminhada durou aproximadamente 1 hora e algumas pessoas passaram mal no caminho. “A gente veio andando da rodoviária para o TIP. Tinha muita gente guerreira, tem até mulher grávida passando mal no caminho. O caminho está muito escuro, arriscado de ter uma cobra ou algo perigoso”, disse o autônomo Flávio Francisco da Silva .
De acordo com ele, a orientação dos funcionários do metrô foi para que os usuários voltassem para o Barro. “Eles mandaram a gente voltar para o Barro, para de lá voltar para a Macaxeira, mas a gente sabia que ia demorar mais”, disse o passageiro.

REFORÇO
Para dar suporte aos usuários do metrô, o Grande Recife Consórcio de Transporte montou um esquema emergencial de reforço de ônibus. Para os passageiros que seguem com destino a Camaragibe, a linha 469 - Camaragibe/CDU recebeu mais dois ônibus e teve o itinerário alterado, seguindo até o Terminal Integrado do Barro. De acordo com o Consórcio, os usuários também podem se deslocar até a área Oeste da Região Metropolitana utilizando as linhas Camaragibe (Conde da Boa Vista) e Camaragibe (Príncipe). A ação emergencial segue em caráter provisório até a normalização da operação do metrô.

REPAROS
Os técnicos da Metrorec foram ao local na madrugada e o trabalho segue até esta manhã, com previsão de terminar ainda nesta terça-feira (17). Eles tentam reparar o problema em um equipamento chamado de máquina de chave, que teria provocado o acidente na última noite.Apenas o trecho de quatro quilômetros Camaragibe-Estação Rodoviária (TIP) está interditado. Nas demais linhas, o funcionamento está normal com 14 trens e intervalo de 25 minutos no tronco e dez nos ramais. A Linha Sul funciona com três trens e 16 minutos de intervalo.
READ MORE - Trem descarrila em Camaragibe e compromete funcionamento do metrô

Governo Federal avalia inclusão do Metrô Curitibano nas obras da Copa

A implantação da Linha Azul, a primeira linha de metrô da Rede Integrada de Transporte, no trecho entre o terminal CIC Sul até a Praça Eufrásio Correia, foi defendida nesta terça-feira (10), em Brasília, pelo prefeito Beto Richa durante reunião com os ministros do Planejamento, Paulo Bernardo, das Cidades, Márcio Fortes de Almeida, e do Esporte, Orlando Silva. "O metrô é uma obra importante para Curitiba na área de mobilidade, por isso solicitamos ao governo federal que continue avaliando a possibilidade de nos ajudar neste projeto", disse Richa na reunião sobre investimentos para a Copa do Mundo de 2014.
O ministro Paulo Bernardo disse que, considerando o compromisso assumido pela Prefeitura de Curitiba quanto ao prazo de conclusão, o governo federal avaliará a inclusão do Metrô Curitibano nas obras prioritárias para financiamento visando a Copa 2014.
Cândido de Abreu terá Ligeirão - Ministros e técnicos dos três ministérios e também da Casa Civil declararam que o debate sobre o investimento do Governo Federal no Metrô Curitibano continuará em discussão durante reuniões técnicas.
O primeiro trecho da Linha Azul tem uma extensão de 13km com 12 estações de embarque e desembarque, além do pátio de estacionamento dos trens e áreas de manutenção.Com base nas últimas informações apuradas pelas equipes que trabalham nos estudos e projetos de engenharia do Metrô Curitibano, Richa pediu o apoio do Governo Federal na implantação da linha, para a qual são necessários, de acordo com os levantamentos feitos até agora, R$ 960 milhões do Governo Federal, do total de R$ 1,440 bilhão necessário para o primeiro trecho.
Sistema Integrado de Mobilidade - Serão destinados R$ 68,2 milhões para o Sistema Integrado de Mobilidade: R$ 58,2 milhões para Curitiba e R$ 10 milhões para a Região Metropolitana. Dos R$ 79,8 milhões de investimentos para a ligação Aeroporto-Rodoviária, R$ 29,8 milhões virão para obras do Estado e R$ 50 milhões para as obras da Prefeitura de Curitiba, que incluem três trincheiras, nos cruzamentos com as ruas Henrique Mehl, Chile e Francisco H. dos Santos. Ao Governo do Estado cabe a trincheira da Rui Barbosa, em São José dos Pinhais, obra que já está em execução. As obras na avenida Cândido de Abreu estão orçadas em R$ 4,9 milhões.
O Sistema Integrado de Mobilidade prevê prioridade para os ônibus nos semáforos; uso de câmeras de circuito fechado de televisão para monitoramento do transporte coletivo e do trânsito em tempo real; painéis eletrônicos informando aos motoristas as condições das principais vias; mais rapidez em operações de emergência de trânsito, câmeras nos ônibus, estações-tubo, terminais e canaletas com um novo sistema de segurança no transporte coletivo; novo sistema de informação aos passageiros; aprimoramento das análises de tráfego e de condições ambientais, além de outros componentes.
READ MORE - Governo Federal avalia inclusão do Metrô Curitibano nas obras da Copa

Corredores troncais para ônibus irão desafogar o trânsito em Cuiabá


O tema “Mobilidade Urbana” estará em evidência na 4ª Conferência da Cidade de Cuiabá, que acontece nesta terça-feira (17.11). O secretário de Trânsito e Transporte Urbano, Edivá Pereira Alves, tratará da questão durante o evento. Ele abordará quatro questões que compõem o Plano Setorial, que faz parte do Plano Diretor de Cuiabá: Transporte Coletivo, Sinalização viária, Ampliação da malha viária e Acessibilidade.
Um dos assuntos que devem chamar mais atenção dos participantes é o que diz respeito às obras do setor que serão feitas para preparar a Capital para a Copa do Mundo de 2014. “Vamos falar, por exemplo, sobre investimentos significativos que o setor de Trânsito e Transporte terá para preparar a cidade para o mundial. Uma das obras previstas é a construção dos corredores troncais para os ônibus, que vai mudar completamente o sistema de transporte coletivo na Capital”, explica o secretário.
READ MORE - Corredores troncais para ônibus irão desafogar o trânsito em Cuiabá

João Pessoa: Obras fazem STTrans mudar roteiro das linhas 3510 e 5310

A Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) mudou temporariamente o itinerário das linhas de ônibus 3510 e 5310 no trecho da rua Rejane Freire, no Jardim Cidade Universitária. Técnicos do órgão fizeram um desvio até que sejam concluídos os trabalhos de recuperação da referida via. Após a conclusão do trabalho, os ônibus voltarão a circular pelo seu itinerário normal.
O desvio temporário dos ônibus está sendo feito pela rua professora Maria Lianza, única via que dá acesso a comunidade Jardim Cidade Universitária. Os técnicos da STTrans explicam que caso os coletivos não passarem por aquela via, mais de quatro mil pessoas ficarão prejudicadas.
“Alguns moradores da professora Maria Lianza estão reclamando dos transtornos que os ônibus estariam causando. O problema é que não tem outra via que dê acesso à comunidade. Se os ônibus não passarem por ela muitas pessoas ficarão prejudicadas. Então nós pedimos aos moradores que tenham um pouquinho de paciência e que pensem mais na coletividade. São milhares de pessoas que necessitam do transporte coletivo para se deslocarem”, disse o diretor de Transportes, Adalberto Araujo.
READ MORE - João Pessoa: Obras fazem STTrans mudar roteiro das linhas 3510 e 5310

Transporte Coletivo para o Novo Ji-Paraná

A população do Bairro Novo Ji-Paraná passará a ser atendida a partir desta terça-feira (17) por uma das linhas de transporte coletivo da Cooperativa Mista dos Taxistas (Coopemtax). A Cooperativa que detêm a concessão para o transporte coletivo em Ji-Paraná atendeu um requerimento do vereador Marcos Rogério (PDT) e está disponibilizando a linha 11 para o bairro todos os dias a partir das 06h30 da manhã.
Conforme a diretoria da Coopemtax, o ônibus realizará o trajeto pelo bairro em horários alternados até o final da tarde. “A linha 11 percorre as principais avenidas do primeiro e segundo distrito, passando pelo centro e Avenida Brasil, facilitando bastante a vida dos moradores do Bairro”, afirmou Aleadir Albuquerque de Almeida, encarregado de trafego.
Nos últimos dias, o vereador Marcos Rogério manteve reuniões com o diretor da cooperativa, Valter Fernandes de Freitas, relatando os vários pedidos dos moradores do bairro para terem acesso ao meio de transporte. “É uma necessidade que estamos conseguindo sanar graças ao empenho dos diretores da cooperativa que não colocaram empecilho para atender a reivindicação daquela comunidade”, salientou o vereador.
Marcos Rogério também enalteceu o trabalho da secretária de obras que contribuiu realizando a recuperação das ruas do bairro. “Outra preocupação era com as condições das ruas daquele bairro. Tivemos com o secretário de Obras Assis Canuto e a prefeitura realizou o cascalhamento das vias, melhorando o trajeto do coletivo e contribuindo para o bem estar dos moradores do Novo Ji-Paraná”, concluiu.
READ MORE - Transporte Coletivo para o Novo Ji-Paraná

Sorocaba: Mais um ônibus invade calçada e provoca acidente

A exemplo do acidente que matou um idoso no início de setembro mais um ônibus da Transporte Coletivo Sorocaba (TCS), sob intervenção da Urbes Trânsito e Transportes, invadiu uma calçada na manhã do sábado. Por volta das 9h o carro 1015 que fazia a linha 70 - Nova Sorocaba derrubou o caibro de indicação do ponto de ônibus e bateu contra um poste de energia elétrica na rua Fernando Silva Chaves, altura do número 184. Não houve feridos e segundo testemunha, além do motorista tinha apenas um passageiro no veículo. A Urbes Trânsito e Transportes não divulgou o motivo e não foi encontrada até o fechamento desta edição. O vereador e vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes, Francisco França da Silva, disse que hoje iria apurar o fato.
França disse que recebeu a informação que teria estourado o eixo de direção do ônibus, que foi rapidamente retirado do local do acidente, sem elaboração do boletim de ocorrência. O fato do acidente ter ocorrido em uma reta intriga testemunhas. A administração da TCS informou que ficou sabendo que um parafuso teria se soltado, mas não tinha certeza, que a versão oficial deveria ser buscada junto à intervenção. No Sindicato, a informação que chegou é que teria estourado o eixo de direção, a exemplo do acidente que matou o idoso em setembro.
READ MORE - Sorocaba: Mais um ônibus invade calçada e provoca acidente

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960