Primeiro ônibus a etanol da frota municipal começa a circular em São Paulo

sábado, 14 de novembro de 2009

Começou a circular nesta quinta, dia 12, o primeiro ônibus a etanol da frota municipal de São Paulo. A prefeitura pretende colocar 200 veículos como este nas ruas, mas ainda não tem um prazo para que essa meta seja cumprida. O custo alto da tecnologia é o problema a ser resolvido. O ônibus lançado já vai para as ruas, mas em fase de testes. É uma parceria que envolve a indústria de cana, montadoras, empresas de transporte e a Universidade de São Paulo (USP).
A idéia é saber se o uso do etanol no transporte público é viável. De acordo com os responsáveis pelo projeto, o ônibus a etanol pode emitir um volume até 80% menor de gases de efeito estufa. Um potencial que as autoridades acreditam que deva ser mais explorado, já que o Brasil é um grande produtor do combustível.
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, afirma que disposição não falta e quer colocar 200 ônibus a etanol nas ruas. O número corresponde a pouco mais de 1% frota da cidade, que tem 15 mil veículos.
O primeiro ônibus movido a etanol foi lançado em 2007, com a promessa de já ter pelo menos 10 veículos em circulação ainda em 2008. Mas, dois anos de testes foram feitos e nem parte da frota da cidade foi substituída para usar o combustível. De acordo com representantes do governo e das empresas que participaram do projeto, o grande problema está nos custos. O motor e o aditivo que precisam ser usados com o etanol são importados. Por isso, este modelo custa até 25% a mais que o movido a diesel.
Uma alternativa seria produzir esses componentes no Brasil. A fabricante, a Scania, com sede na Suécia, onde toda a frota é movida a etanol, garante que já estuda a possibilidade. Mas enquanto isso não acontece, autoridades brasileiras devem ir até a Suécia para negociar a importação mais barata.
Para a pesquisadora do projeto Best, que incentiva o transporte público mais limpo, Silvana Velazques, o apoio do governo é fundamental para que o ônibus a etanol passe da fase de testes.
READ MORE - Primeiro ônibus a etanol da frota municipal começa a circular em São Paulo

Recife: Corredores de ônibus devem ficar prontos até 2013, diz Dilson Peixoto

Recursos para as obras na RMR já estão garantidos e a licitação do Corredor Norte-Sul deve terminar em abril de 2010; todos os ônibus terão ar-condicionado e serão articulados

Especialistas em transportes públicos de vários estados brasileiros e do exterior vão se encontrar nesta quinta-feira (12), no Recife, para discutir o transporte público na Região Metropolitana do Recife (RMR). O presidente do Grande Recife Consórcio de Transportes, Dilson Peixoto (foto), falou ao Bom Dia Pernambuco sobre as mudanças e garantiu que os projetos dos novos corredores de ônibus já estão em andamento.Uma das maiores preocupações é deixar tudo pronto antes da Copa de 2014. A cidade de São Lourenço da Mata, na RMR, será construída a Cidade da Copa para sediar alguns jogos.

Os recursos para executar as obras já foram confirmados: além dos R$ 500 milhões já previstos no Orçamento Geral da União (OGU), foi aprovado, nesta semana, o empréstimo de R$ 317 milhões com recursos do FGTS.“Além disso, estamos construindo 12 terminais, com recursos do Estado, que devem estar prontos até 2010 e 2011”, afirmou Dilson Peixoto. “O Corredor Leste-Oeste será repaginado no conceito de corredor inteligente, ligando a Conde da Boa Vista a Camaragibe, com uma perna que vai fazer o acesso à Cidade da Copa, pela UR-7. Além disso, haverá um novo terminal em Cosme e Damião e a requalificação da BR-101”.

Outro projeto é a construção do Corredor Norte-Sul, na avenida Agamenon Magalhães. “Esse corredor vai de Igarassu, pela BR-101, a PE-15, passando pela Agamenon até a estação Joana Bezerra”, diz o presidente do Consórcio. “Será construído um elevado sobre o canal, para que os ônibus passem sem prejudicar as faixas de rolamento”. O presidente Dílson Peixoto lembra que os projetos ainda vão entrar em processo de licitação, mas a previsão é de que as obras do Corredor Norte-Sul, estejam concluídas no máximo no final de 2012 ou no início de 2013. “Em janeiro iniciamos a licitação, que deve estar concluída em abril. Em maio do ano que vem começam as obras”, garantiu.

Uma das principais reclamações dos usuários de transporte público é o conforto e a segurança nos ônibus. “Essa é uma preocupação constante. No caso dos corredores Norte-Sul e Leste-Oeste, serão veículos articulados, com ar-condicionado, dotados de toda tecnologia”, prometeu Dilson Peixoto. “No caso dos demais, estamos concluindo uma pesquisa que vai mostrar às empresas que quanto mais conforto, maior rentabilidade. Quanto à segurança, já temos câmeras em todos os ônibus”.

Até o ano que vem, o Grande Recife Consórcio pretende também concluir o processo de implantação da nova bilhetagem eletrônica. “Falta apenas o cartão do idoso. No caso das pessoas com deficiência, já temos o cadastro, estamos fazendo os cartões, que devem estar prontos em março do ano que vem”, disse o presidente. “Depois, faremos o Vale Eletrônico Metropolitano do idoso e o cartão pré-pago”.

O projeto do Corredor Norte-Sul foi desenvolvido pelo arquiteto e urbanista Jaime Lerner, mentor de um dos mais eficazes sistemas de transporte público do Brasil, em Curitiba.

READ MORE - Recife: Corredores de ônibus devem ficar prontos até 2013, diz Dilson Peixoto

Obras do metrô não avançam em Salvador

A imprensa baiana especulou nos últimos dias que a finalização das obras do metrô de Salvador estavam paralisadas devido à ação impetrada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), mediante denúncias de corrupção ligados aos empresários da empresa italiana Impregilo, uma das responsáveis pelas obras do sistema de transporte.
A notícia soou como uma bomba nos órgãos de governo que preparam a cidade para a Copa 2014, já que um sistema de transporte público eficiente é pré-requisito indispensável para a fidelização da cidade como sede do Mundial. Segundo o secretário do TCU, Antonio França, o órgão nunca recomendou a intervenção ou a paralisação da obra. “O que ocorreu foi a retenção de R$ 115 milhões, valor investigado pelo poder público, após constatar sobrepreço nos serviços prestados. No que depende do TCU, as obras não estariam paralisadas”, diz. O que se vê, no entanto, nos canteiros, é uma redução sensível do andamento das obras. O secretario explica que, para o valor ser liberado, a Companhia de Transporte de Salvador (CTS), autarquia da prefeitura, “deve divulgar até o primeiro trimestre de 2010, prazo estipulado em acordo, a planilha de custos das obras do metrô”.
Reconhecendo a importância de um sistema de transporte de massa que atenda às necessidades de mobilidade urbana tendo em vistas o Mundial, o secretário afirmou que o metrô de Salvador é um item indispensável para integrar o sistema de mobilidade urbana da cidade, por isso está certo que será concluído. O secretário acrescentou ainda que, mesmo estando fora da responsabilidade do estado, o sistema de mobilidade urbana é um tema que une todos os níveis de governo, em busca de soluções viáveis e duradouras para a cidade. Ele citou, por exemplo, a expansão de vias exclusivas para ônibus, construção de novas avenidas, viadutos, assim como o projeto para implantação de um sistema de veículo leve sobre trilhos (VLT) ou veículo leve sobre pneus (VLP), que está sendo estudado como uma solução viável para ligar o aeroporto ao estádio. “O metrô é uma necessidade, mas não resume o futuro sistema de transporte que será instalado na cidade.
O VLT é uma boa opção para resolver a questão do transporte público”, diz.Campello antecipou que estará juntamente com o governador Jacques Wagner e o prefeito João Henrique, em Brasília, no próximo dia 24, participando de uma reunião interministerial, com o objetivo de discutir os problemas de infraestrutura das 12 cidades-sede. “Um dos temas que serão aprofundados será sem dúvida a questão da mobilidade urbana”. Segundo o secretário, a reunião contará, inclusive, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Com prazo de conclusão para 2003, o metrô soteropolitano está longe de ser finalizado e certamente será um calo no pé dos gestores públicos. Diante das dúvidas, fica cada vez mais difícil estipular uma data de inauguração dos trens, o que deixa a cidade de Salvador vulnerável a uma reavaliação da Fifa.
Será que os novos projetos de VLT ou VLP, que até então não foram apresentados pelo poder público resolveriam a questão? Será que a implantação do novo sistema seria mais viável que a conclusão do metrô. Estas são perguntas que aguardam respostas.
READ MORE - Obras do metrô não avançam em Salvador

Protestos marcam votação da Lei dos transportes na câmara de vereadores de Teresina

Depois de muita confusão e bate boca na Câmara de Vereadores de Teresina na noite de ontem(12), a presidência da Casa decidiu adiar a votação do projeto de lei que regulamenta o sistema de transporte coletivo de Teresina.
Dezenas de estudantes, liderados por dirigentes da União Municipal de Estudantes Secundaristas (UMES), invadiram o plenário fazendo barulho e defendendo o adiamento da sessão para a próxima terça feira(17) para que os todos os vereadores tomem conhecimentos das 56 alterações propostas no projeto incial da Prefeitura. Os jovens usavam faixas com os frases: "Licitação sim! Enganação não".
O preço da tarifa de ônibus, foi um ponto polêmico. Para vereadora Rosário Bezerra, apenas o executivo decidir pelo preço sem passar pelo Legislativo é “dar muito poder”, por isso defende que passe pela Câmara para que os vereadores não “sejam pegos de surpresa”. O parecer da CLJ foi contrário, por ferir o Código de Postura.
READ MORE - Protestos marcam votação da Lei dos transportes na câmara de vereadores de Teresina

Americanos analisam modelo de transporte público da Capital Porto Alegre

Responsável pelo transporte em uma região com população semelhante à de Porto Alegre, o americano David Armijo se surpreendeu com o tamanho do sistema de transporte público na capital gaúcha. Ao lado de 14 gestores de empresas dos Estados Unidos, ele conheceu ontem iniciativas da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). A intenção é analisar as ideias para possível implementação em seu país.
Chefe executivo da Autoridade Regional de Transporte do Condado de Hillsborough (Flórida), Armijo informou que as cidades que compõem a região - a principal delas, Tampa - somam 1,3 milhão de habitantes, mas os 250 ônibus só transportam 46 mil passageiros por dia. Em Porto Alegre, a frota de 1,5 mil ônibus leva 18 vezes mais: 858,8 mil passageiros a cada 24 horas.
- O povo americano ama carro. Temos de providenciar serviços mais atrativos para fazer com que as pessoas usem mais o transporte coletivo - disse Armijo, explicando que o baixo preço de veículos e combustíveis é responsável, em parte, pela situação.
READ MORE - Americanos analisam modelo de transporte público da Capital Porto Alegre

Rio Branco-AC: Projeto propondo a redução da passagem de ônibus para R$ 1 aos domingos

O vereador Alonso Andrade (PSDB) apresentou, na sessão desta quarta-feira, 11, projeto propondo a redução da passagem de ônibus para R$ 1 aos domingos. A intenção, de acordo com o parlamentar, é estimular a visitação de espaços turísticos e históricos de Rio Branco.
Para Alonso Andrade a redução nas tarifas sempre aos domingos não trará prejuízos para as empresas que atuam no transporte coletivo, pois em outras cidades onde acontece a redução, foi registrado um aumento de 40% no número de passageiros.
“Estou apresentando esse projeto e espero que os nobres vereadores possam analisar com muito carinho. Minha intenção é beneficiar as famílias mais carentes, possibilitando que elas possam visitar os espaços turísticos e históricos, além de poder visitar parentes e participar de atividades culturais e religiosas”, explicou.
Alonso Andrade disse que o projeto é uma forma de inclusão social, pois muitos pais de família não tem condições de levar seus filhos para visitar espaços turísticos e culturais, além de participar de atividades religiosas.
READ MORE - Rio Branco-AC: Projeto propondo a redução da passagem de ônibus para R$ 1 aos domingos

Em Bélem, Ação Metrópole reúne lideranças para explicar sistema integrado de transporte


As três principais obras da primeira etapa do Ação Metrópole foram apresentadas esta semana a funcionários dos Correios, professores de escolas particulares, trabalhadores informais, lideranças de centros comunitários, servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) e de órgãos públicos, entre eles Seter, Sagri e Sepaq. O encontro, realizado na sede do Ação Metrópole, na Sacramenta, contou com a participação do deputado estadual Carlos Bordalo (PT). O Governo do Pará investe R$ 131 milhões, financiados pelo Banco do Brasil, para construir o elevado da avenida Júlio César, revitalizar a Rodovia Arthur Bernardes e ampliar a avenida Independência, no chamado "Corredor Norte" de Belém.
O projeto que abre vias alternativas entre o centro de Belém e as áreas de expansão na região metropolitana é a maior intervenção nos últimos 20 anos nos sistemas viário e de transporte público da Região Metropolitana de Belém. Mais de 2 milhões de pessoas serão beneficiadas em Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara, pela redução no tempo dos deslocamentos e pela melhoria na qualidade dos ônibus que fazem o transporte público na região.
Coordenador de planejamento do Ação Metrópole, o arquiteto e urbanista Paulo Ribeiro explicou que o projeto se baseia em estudos feitos desde a década de 90.

A estabilidade econômica e a facilidade de acesso a crédito provocaram um aumento do número de veículos nas ruas, fato que antecipou a saturação das principais vias de Belém, prevista para ocorrer em 2012. Atualmente, nos horários de pico, os congestionamentos se estendem da avenida Doutor Freitas à rodovia Mário Covas, com carros andando a uma velocidade de 5 km/h. "A ideia é criar um sistema integrado com ônibus percorrendo vias exclusivas e maior capacidade para passageiros. Teremos estações e terminais de integração, nos quais serão disponibilizados serviços para a população", adianta Paulo Ribeiro.
READ MORE - Em Bélem, Ação Metrópole reúne lideranças para explicar sistema integrado de transporte

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960