Passageiros enfrentam superlotação e risco em vans de SP

sábado, 31 de outubro de 2009

Ao longo da viagem, veículos vão ficando lotados. Motoristas cometem infrações, como dirigir no acostamento.
Motoristas de vans colocam em risco, diariamente, a vida de passageiros que usam transporte coletivo entre as cidades de São Paulo e Guarulhos, na região metropolitana. A viagem começa após um homem tentar levar passageiros para uma rua, ao lado do Terminal Armênia, na Zona Norte de São Paulo. É dela que sai uma van para Guarulhos, sem nenhuma identificação.

Perto do local, há mais vans regulares que, segundo os passageiros, também têm problemas de segurança. O manobrista José Souza relata que batidas e acidentes acontecem. “Eles correm muito, pegam passageiro, vai muito cheio, né? Não tem segurança nenhuma”, completa o vendedor Joel Moreira Santos.

As vans partem do Terminal Carrão, na Zona Leste, e da Estação Armênia. Elas seguem para Guarulhos pela Rodovia Ayrton Senna. O cobrador da lotação regular oferece uma viagem confortável, mas não é isso que se vê ao longo da viagem. A lotação deixa o terminal com todos os passageiros sentados, mas, depois de algumas paradas, a situação muda. Ao entrar na rodovia, muita gente viaja de pé. O calor, lá dentro, leva a mãe a tirar a roupa da criança. A van lotada de pessoas costura entre os carros na Marginal Tietê. Na estrada, os motoristas aceleram e passam dos 120 km/h. A costureira Maria Aparecida Carlos conta que já chegou a descer da van por medo. “Eles correm muito. [Tenho] medo de acontecer acidente”, diz.

Em outra van flagrada pela reportagem, o motorista dirige com apenas uma das mãos ao volante. Na outra ele usa um comunicador. E o trânsito lento não é obstáculo. Para as lotações, o acostamento da estrada vira pista expressa. Uma outra ultrapassa um caminhão-tanque pela direita e também usa o acostamento. Tanto a Polícia Rodoviária quanto a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) informaram que realizam operações de fiscalização. Segundo a Polícia Rodoviária, só neste mês, mais de 400 vans foram autuadas e nove foram apreendidas.
READ MORE - Passageiros enfrentam superlotação e risco em vans de SP

Linhas especiais de ônibus para o vestibular da PUC


A Urbs - Urbanização de Curitiba S/A deverá reforçar algumas linhas de ônibus neste sábado e domingo (dias 31 e 1º de novembro), dias do vestibular da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), das 9h às 13h.
Das 7h às 8h45, ou seja, até 15 minutos antes do fechamento dos portões da PUC, haverá reforço nas linhas Cabral/Portão, Interbairros I (nos sentidos horário e anti-horário) e Interbairros V.
No mesmo horário, ônibus especiais sairão da rua José Loureiro, sentido PUC. A Linha Direta Aeroporto também terá mais ônibus, na mesma faixa horária, com embarque na estação-tubo do Centro Cívico.
Antes do início e durante as provas, fiscais da Urbs estarão controlando as linhas, garantindo o transporte normal dos estudantes que concluem a prova e retornam ao centro ou aos bairros.
READ MORE - Linhas especiais de ônibus para o vestibular da PUC

Moradores protestam e pedem concerto de ruas em Maringá

Os ônibus do transporte coletivo não acessam alguns bairros por conta de problemas nas ruas da região. Os moradores reclamam ainda do excesso de buracos nas vias
Moradores de três bairros de Sarandi, a 12 km de Maringá, realizaram um protesto na manhã desta sexta-feira (30) pedindo o conserto de ruas cuja cobertura de cascalho foi afetada pelas recentes chuvas. A situação provocou a suspensão, por uma semana, do tráfego de ônibus na região. De acordo com a TCCC, empresa que administra o transporte coletivo na cidade, três bairros foram afetados. Os moradores pediram ainda o conserto de ruas esburacadas. Cerca de 30 pessoas participam do ato, que terminou com uma reunião com o chefe de gabinete do prefeito, Ailson Carvalho.
Os ônibus deixaram de acessar os bairros depois que um veículo ficou atolado em uma valeta. O chefe de tráfego da TCCC, Luiz Carlos Alves Pinto, afirma que em dois dos bairros (Jardim Novo Independência e Novo Independência - Parte III), a renovação da camada de cascalho já foi feita e o tráfego de ônibus está normalizado. No outra região afetada, entre os bairros Parque Alvamar I e Parque Alvamar II, o serviço, que é executado pela Prefeitura, está previsto para ser concluído ainda nesta sexta.

READ MORE - Moradores protestam e pedem concerto de ruas em Maringá

SMTT informa acréscimo de viagens a linha de ônibus em Maceió


Linha Rio Novo/Centro, via Colina, passa a ter novos horários; confira!

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) informa à população que, a partir do dia 3 de novembro, a linha 057 - Rio Novo/Centro (Via Colina) - terá acréscimo de viagens, passando a ter sua programação da seguinte forma:

Dias úteis - 5h, 5h30; 06h; 6h20; 6h40; 7h; 7h20; 7h45; 8h15; 8h45; 9h15; 9h45; 10h15; 10h45; 11h15; 11h45; 12h15; 12h45; 13h15; 13h45; 14h15; 14h45; 15h15; 15h45; 16h10; 16h35; 17h; 17h25; 17h50; 18h20; 19h; 19h40; 20h20; 21h; 21h45; 22h30.

Sábados: 5h, 5h40; 6h20; 7h; 7h40; 8h20; 9h; 9h40; 10h20; 11h; 11h40; 12h20; 13h; 13h40; 14h20; 15h; 15h40; 16h20; 17h; 17h40; 18h20; 19h; 19h40; 20h20; 21h05; 21h50; 22h35.

Domingos: 5h, 5h40; 6h20; 7h; 7h40; 8h20; 9h; 9h40; 10h20; 11h; 11h40; 12h20; 13h; 13h40; 14h20; 15h; 15h40; 16h20; 17h; 17h40; 18h20; 19h; 19h40; 20h20; 21h05; 21h50; 22h35.Já a linha 059 - Rio Novo/Centro/Bebedouro - deixará de passar na Rua do Comércio, seguindo viagem direto pela Rua João Pessoa (antiga Rua do Sol).
READ MORE - SMTT informa acréscimo de viagens a linha de ônibus em Maceió

Fortaleza sedia seminário sobre transporte coletivo

Integrante da comissão e autor do requerimento que originou o seminário na capital cearense, o deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) destaca a importância de trazer a discussão a Fortaleza, onde os problemas de trânsito estão na ordem do dia e o sistema de transporte coletivo terá de ser aperfeiçoado com vistas à Copa do Mundo de 2014. “Dado o histórico brasileiro de prioridade ao transporte rodoviário, esse debate está presente hoje na maioria das capitais.
Mas Fortaleza é um exemplo forte de cidade em que a questão do trânsito preocupa as autoridades e atinge todos os segmentos da população”, destaca Chico Lopes.“Por isso trouxemos esse debate para Fortaleza, como forma de chamar atenção para o problema do trânsito na capital e de discutir as futuras diretrizes nacionais do transporte coletivo, que é fundamental para o trânsito e a qualidade de vida nas grandes cidades”, acrescenta, complementando: “Fortaleza recebe a Comissão Especial sobre as diretrizes do transporte coletivo em um momento em que a cidade se volta para o planejamento para um grande evento, que será a Copa do Mundo de 2014”.
Fortaleza: 5,5 habitantes por veículo
Chico Lopes destaca ainda o desafio da integração entre os municípios da Região Metropolitana de Fortaleza, cidade que tem hoje uma frota de 538.772 veículos para uma população de 2.447.437 habitantes (5,5 habitantes para cada veículo de uso “individual” - automóvel, motos e motonetas).
São 223,6 veículos de uso “individual” para cada veículo público de uso coletivo (frota de ônibus e transporte complementar). “Números preocupantes, que levam a reflexões sobre a necessidade de mudanças no trânsito de nossa cidade”.
READ MORE - Fortaleza sedia seminário sobre transporte coletivo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960