Redução tarifária do transporte e inclusão abrem Congresso ANTP

sábado, 3 de outubro de 2009

O prefeito de Curitiba, Beto Richa, defendeu a desoneração tarifária para a inclusão social, que faz parte de sua política de governo, nesta terça-feira, 29 de setembro, quando foram instalados a 17º Congresso da Associação Nacional de Transportes Públicos e a VI INTRANS na cidade. Ele relacionou ações de sua administração na área do trânsito e do transporte, e realçou a importância do futuro metrô para a cidade.
O presidente da ANTP, Ailton Brasiliense Pires, falou sobre os objetivos do 17º Congresso, frisando que o papel da entidade é criar as condições para que os especialistas do setor discutam e apontem soluções para o futuro da mobilidade urbana. Os dois eventos, organziados pela ANTP, se estenderão até a próxma sexta, dia 2 de outubro, no Expo Unimed – Curitiba. A tarde da segunda-feira (28) e durante todo a terça-feira foram reservadas para programações de visitas técnicas a empresas e sistemas de transporte de Curitiba, com centenas de participantes.
Como parte da solenidade de abertura, houve a cerimônia de entrega do Prêmio ANTP de Qualidade 2009. Foram inicialmente homenageadas dez organizações finalistas do Prêmio, incluindo as que receberam o Certificado de Melhoria Contínua. Foram também homenageadas as organizações vencedoras do Prêmio ANTP de Qualidade e as empresas que receberam o Certificado de Referencial de Excelência.
Na cerimônia programada para a sequência da instalação do 17º Congresso da ANTP, ocorreu a premiação dos vencedores do Prêmio ANTP de Qualidade 2009. Os nomes dos premiados foram proclamados em 31 de agosto de 2009, logo após a Banca de Juízes do Prêmio ANTP de Qualidade concluir a análise dos resultados fornecidos pela Banca Examinadora. Três organizações foram apontadas como Referencial de Excelência: Empresa de Transporte Coletivo Viamão Ltda, de Viamão/RS; Expresso Medianeira Ltda. de Santa Maria/RS e Viação Belém Novo Ltda. Porto Alegre/RS. Operadoras Rodoviárias.
Na categoria Operadoras Rodoviárias Urbanas e Metropolitanas, venceram a Medianeira Dourados Transportes Ltda, de Dourados/MS e a Viação Urbana , de Fortaleza/CE.
Na categoria Órgão Gestores de Transporte e Trânsito venceu a Companhia de Transporte Urbano da Grande Vitória – Ceturb-GV, de Vitória/ES. O Certificado de Melhoria Contínua foi concedido às seguintes organizações: Companhia de Transporte Urbano da Grande Vitória – Ceturb-GV, de Vitória/ES; Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte S/A - BHTrans, de Belo Horizonte/MG, Medianeira Ponta Porã Transportes Ltda., de Ponta Porã/MS, e Viação Urbana, de Fortaleza/CE.


Rodoviária Metropolitana/ Recife-PE, uma das finalistas no prêmio qualidade em serviço

A relação de finalistas do Prêmio ANTP de Qualidade 2009 é a seguinte: Auto Viação Chapecó Ltda, de Chapecó/SC; Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A - Trensurb, de Porto Alegre/RS; Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte S/A - BHTrans, de Belo Horizonte/MG; Leblon Transporte de Passageiros Ltda, de Fazenda Rio Grande/PR; Medianeira Transporte Ltda, de Ijuí/RS; Medianeira Ponta Porã Transportes Ltda, de Ponta Porã/MS; Rodoviária Metropolitana Ltda, de São Lourenço da Mata/PE; Santa Ignês Transportes Ltda, de São Borja/RS; Viação Nobel Ltda, de Fazenda Rio Grande/PR e Viação Urbana Ltda. Filial (Fantasia Dragão do Mar), de Fortaleza/CE.
READ MORE - Redução tarifária do transporte e inclusão abrem Congresso ANTP

Sistema Integrado da Região Metropolitana da Baixada Santista terá VLT


O Sistema Integrado da Região Metropolitana da Baixada Santista – SIM é uma rede de transporte coletivo metropolitano estruturada por meio de uma linha principal (troncal), de média capacidade de transporte que será operada com a tecnologia VLT (Veículo Leve sobre Trilhos – Metrô Leve).
Esse sistema estruturador do transporte metropolitano será integrado às linhas de ônibus municipais e intermunicipais, que serão operadas por ônibus de maior capacidade.
Contará, ainda, com obras de infraestrutura como instalação de terminais, estações de transferência, pontos de parada, dispositivos de acessibilidade, intervenções no viário e construção de ciclovias.
O SIM é um dos projetos do Plano de Expansão dos Transportes Metropolitanos que, por meio da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, investirá mais de R$ 20 bilhões no Metrô, na CPTM e na EMTU/SP até 2010.
O Plano de Expansão vai inovar com a adoção do Metrô Leve, que é muito mais barato e convive bem com a cidade, pois o trem é menor, confortável, corre em superfície sem a necessidade de muros e pode ter áreas de lazer ao longo do percurso.
O trecho principal (1ª etapa) de obras liga São Vicente (Terminal Barreiros) a Santos (Porto), com extensão de 11 km. Os primeiros testes com esse novo sistema de transporte estão previstos para o segundo semestre de 2010.
READ MORE - Sistema Integrado da Região Metropolitana da Baixada Santista terá VLT

Governo do Estado entrega mais 8 km do Corredor Sumaré - Campinas


O governador José Serra e o secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, inauguram nesta sexta-feira, 2, o trecho Sumaré do Corredor Sumaré - Campinas, entregando à população um conjunto de obras que engloba melhorias em 8km de viário, construção de um viaduto de 35m de extensão sobre a linha férrea, instalação de 18 conjuntos de abrigos duplos e ajustes nas vias do entorno do terminal de Sumaré.
O investimento total foi de R$ 26,5 milhões. Essas ações do Governo de São Paulo propiciarão aos usuários do transporte público mais segurança, conforto e rapidez nas viagens das linhas de ônibus intermunicipais da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Além da pavimentação, sinalização vertical, horizontal e semafórica do viário, estão sendo instaladas 18 estações de embarque e desembarque, com abrigos duplos, que serão concluídas até o mês de novembro. Um dos destaques do Corredor Sumaré – Campinas é o viaduto construído pela EMTU/SP sobre a linha férrea da ALL, uma antiga reivindicação dos moradores da região, que colocará um fim ao estrangulamento do tráfego de veículos na passagem atual.
Construída em 1875, essa via possibilitava até hoje a passagem de apenas um veículo por vez, provocando congestionamentos e morosidade na ligação rodoviária entre os municípios.A extensão total do sistema viário (incluso o viaduto) construído para viabilizar a passagem superior é de 570m. A largura da pista sobre o viaduto é de 9m. Foram construídos também dois passeios com largura de 1,5m cada. O custo do viaduto foi de R$ 3,6 milhões.
O Corredor Sumaré-Campinas tem como principal objetivo organizar o transporte público entre os municípios da RMC, propiciando aos usuários mais opções de transporte, com integração física nos terminais entre as linhas municipais e metropolitanas. O novo sistema acompanha o crescimento das cidades e permite a melhoria das condições ambientais, por conta da redistribuição das linhas e da operação da quantidade de ônibus adequada.

  • Corredor Sumaré-Campinas
O Corredor Sumaré-Campinas tornou-se realidade em setembro de 2008 com a inauguração das obras realizadas sob a coordenação da Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e da EMTU/SP. O investimento do Governo do Estado neste projeto, de R$ 150 milhões, integra o Plano de Expansão do Transporte Metropolitano. O total do investimento, de R$ 20 bilhões, é o maior já destinado ao setor e inclui as três Regiões Metropolitanas do Estado – São Paulo, Campinas e Baixada Santista.Na primeira etapa, foram construídos dois terminais metropolitanos (Campinas e Hortolândia), uma Estação de Transferência (Anhangüera), além da reforma de um terminal (Monte Mor) e melhorias no sistema viário que propiciarão viagens rápidas e seguras a cerca de 3,5 milhões de passageiros por mês.
O trecho de 33 km de extensão liga os municípios de Campinas a Sumaré. Dez quilômetros são de faixas exclusivas para a operação de ônibus.

Linhas da EMTU/SP na região de Sumaré

  • 650 - Ouro Verde - SUMARÉ (TERMINAL RODOVIARIO DE SUMARÉ)/ CAMPINAS (NOVA APARECIDA)
  • 653 - Ouro Verde - SUMARÉ (TERMINAL RODOVIARIO DE SUMARÉ)/ CAMPINAS (UNICAMP)
  • 654 - Ouro Verde - SUMARÉ (TERMINAL RODOVIARIO DE SUMARÉ)/ CAMPINAS (SHOPPING IGUATEMI)
  • 656 - Ouro Verde - SUMARÉ (NOVA VENEZA)/ HORTOLANDIA (JARDIM AMANDA)
  • 665 – Ouro Verde - SUMARÉ (NOVA VENEZA)/ HORTOLANDIA (SANTA ESMERALDA) • 668 - Ouro Verde - SUMARÉ (NOVA VENEZA)/ HORTOLANDIA (ROSOLEM)
  • 669 - Ouro Verde – SUMARÉ (TERMINAL RODOVIARIO DE SUMARE)/ HORTOLANDIA (JARDIM ADELAIDE)
  • 670 - Ouro Verde – SUMARÉ (TERMINAL RODOVIARIO DE SUMARE)/ HORTOLANDIA (JARDIM SAO BENTO)
  • 671 - Ouro Verde – SUMARÉ (TERMINAL RODOVIARIO DE SUMARE)/ HORTOLANDIA (JARDIM NOVA BOA VISTA)
READ MORE - Governo do Estado entrega mais 8 km do Corredor Sumaré - Campinas

Curitiba propõe rede de capacitação de trabalhador no transporte


O secretário de Recursos Humanos de Curitiba, Paulo Schmidt, apresentou nesta quarta-feira (30), no 17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito, proposta de criação de redes de colaboração, em nível nacional, voltadas à capacitação de trabalhadores do setor de transporte coletivo.
Em palestra na sessão temática sobre qualificação profissional no transporte, Schmidt falou da experiência curitibana de oferta de educação à distância, que garantiu à rede municipal de ensino ter todos os professores com nível superior. Isso foi possível, explicou, graças à parceria com governo e universidades, o que possibilitou a utilização de novas tecnologias e novas plataformas. "Ao desenvolver experiência que garanta oportunidade e incentivo para que todos os professores do ensino fundamental tivessem formação superior, rompemos conceitos tradicionais e buscamos novas tecnologias.
Curitiba não tem mais professor sem formação em nível superior", disse ele.
Ex-secretário municipal da Educação e até o ano passado presidente da Urbs, Urbanização de Curitiba S/A, Paulo Schmidt defendeu a tese de que é possível, para fazer frente aos desafios, constituir uma rede em novos ambientes de aprendizagem para profissionais do setor de transporte.
A ANTP, disse ele, poderia atuar em uma ampla mobilização para a melhoria da qualidade na área da mobilidade urbana. A instituição, acredita, pode liderar o processo de mobilização que leve à criação de redes de cooperação para qualificação profissional dos trabalhadores no setor em todo o país.
READ MORE - Curitiba propõe rede de capacitação de trabalhador no transporte

Em Fortaleza, Quase 11 mil alunos já utilizam carteira de estudante com créditos

Dia-a-dia, a classe estudantil de Fortaleza adere ao sistema de carteira de estudante com créditos. Para se ter uma idéia, no mês de agosto, 10.776 alunos das redes municipal, estadual e federal de ensino fizeram o pagamento da passagem de ônibus de forma eletrônica, ou seja, através do débito direto na carteira de estudante.
A iniciativa de inserção de valores em reais na carteira foi autorizada pela Prefeitura de Fortaleza para que os alunos pudessem realizar também a Integração Temporal, que é a possibilidade do usuário de ônibus pegar uma combinação de dois veículos para um mesmo destino pagando somente o primeiro, sem passar pelos terminais.
Assim como acontece com o vale-transporte eletrônico, o valor da passagem é debitado no próprio cartão, desde que o aluno tenha previamente inserido créditos nele, no valor que desejar. Mas o débito eletrônico da passagem via carteira de estudante ou vale-transporte pode ser feito para qualquer tipo de viagem, e não apenas para Integração Temporal.
A cobrança eletrônica da passagem agiliza o embarque dos passageiros, tornando a viagem mais segura para todos. Outro aspecto importante da segurança para estudantes e demais passageiros é a redução da circulação de dinheiro no interior dos ônibus, o que pode desestimular assaltos.
READ MORE - Em Fortaleza, Quase 11 mil alunos já utilizam carteira de estudante com créditos

Monitoramento via internet de trens a diesel no Recife

A partir de agora, o tráfego dos trens poderá ser acompanhado através da internet

Um novo sistema de monitoramento via GPS - Global Positioning Sistem está em teste para acompanhamento dos trens da Linha Diesel operados pela Companhia Brasileira de Transportes Urbanos- CBTU, em Recife. Implantado pela empresa Cittati Tecnologia, a partir de agora, o tráfego dos trens poderá ser acompanhado através da internet, permitindo saber o posicionamento das locomotivas a qualquer hora e em qualquer computador conectado à grande rede.
A nova ferramenta foi celebrada pelos operadores pela eficiência e mobilidade de acompanhamento que novo recurso viabilizará no trabalho dos maquinistas e do CCO - Centro de Controle Operacional. Uma das vantagens do novo sistema é a sua capacidade de gerar relatórios com resultados precisos da pontualidade, velocidade e tempo de viagem dos veículos.
Todos os trens receberão o GPS, aparelho que enviará as informações via GSM - Global System for Mobile, para um console no CCO.
O equipamento será fundamental também no rastreamento de veículos quebrados, serviço antes feito manualmente.O Gool System poderá ser acessado por qualquer máquina habilitada e, deste modo, a Linha Diesel otimizará seus serviços em benefício dos usuários. Além de proporcionar maior segurança aos passageiros e maior precisão e agilidade nas ações do CCO.

Fonte:CBTU
READ MORE - Monitoramento via internet de trens a diesel no Recife

Especialistas em transporte e trânsito elogiam experiência curitibana


Secretários estaduais e municipais de Transporte e gestores de unidades de engenharia de trânsito de todo o país que participam do 17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito, em Curitiba, elogiaram a experiência local, depois da participar de palestras e das visitas técnicas feitas a várias regiões da cidade.

"Curitiba foi referência para que Macaé, no Rio de Janeiro, implantasse seu sistema de transporte ágil, moderno, e que agora preconiza a integração físico-tarifária e a modernização da frota de ônibus", disse a diretora de Engenharia de Trânsito de Macaé, engenheira Maria Laysmeire de Castro Meireles.

Depois de conhecer a Linha Verde, durante visita técnica,o diretor da Secretaria de Transportes do Estado da Paraíba, Rizonaldo Rodrigues, buscou informações na Urbs, Urbanização de Curitiba S/A sobre cálculo tarifário, metodologia de integração físico-tarifária e gerenciamento empresarial. Obteve, ainda, todas as informações necessárias sobre a remuneração às empresas.

Rodrigues explicou que a secretaria estadual é responsável pela operação do sistema de transporte na cidade de João Pessoa. "A experiência de Curitiba é exemplar e cai como uma luva para que seja transplantada, permitindo um serviço mais eficaz à população", disse.

Responsável pelo gerenciamento do transporte da Grande Vitória, composta por quatro municípios, onde vivem 1,5 milhão de habitantes, Neivaldo Bragato, secretário de Transportes e Obras Públicas do Espírito Santo, lembra que o modelo local repete o de Curitiba.Segundo Bragato, nos últimos 20 anos, cerca de R$ 500 milhões foram investidos em infraestrutura de transporte, resultando na construção de dez grandes terminais e na implantação de vias exclusivas para ônibus.

"Curitiba é espelho para todo o Brasil", disse, ao lembrar que na Grande Vitória circulam nada menos que 300 linhas de ônibus troncais, ligando as regiões centrais da cidade aos diversos terminais, além de nada menos que 1,1 mil ônibus alimentadores.
READ MORE - Especialistas em transporte e trânsito elogiam experiência curitibana

Cuiába: Campanha para reduzir fraudes no Transporte Coletivo


A partir deste final de semana, a Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) leva às ruas a campanha; “Transporte Coletivo: Quando alguém frauda o sistema quem paga a conta é você”, com objetivo de alertar os usuários das conseqüências de ações ilegais que fraudam o sistema do transporte coletivo e pressionam o preço da tarifa.

Com cartazes, panfletos e busdoors, os cerca de 500 ônibus que circulam em Cuiabá e Várzea Grande estarão mostrando os vários tipos de fraudes que infelizmente estão aumentando nos últimos anos. Entrar pela porta de trás dos ônibus, sem estar nos terminais ; não ser estudante e utilizar o passe livre, entrar e sair pela porta da frente, sem rodar a roleta com exceto idosos e pular a roleta são algumas das fraudes detectadas pela fiscalização das empresas e apontadas como alguns dos motivos para uma redução considerável de passageiros nos últimos 12 meses, portanto bem anterior ao aumento da tarifa em julho último.

Cada vez que alguém comete alguma fraude no transporte coletivo, acaba comprometendo o sistema como um todo e impedindo novos benefícios para quem realmente precisa dos coletivos. “Queremos alertar os usuários de que não devem aceitar esses delitos denunciando aqueles que abusam do bolso de quem paga, pois todos os custos estão incluídos na tarifa”, explica o presidente da MTU, Ricardo Caixeta.
READ MORE - Cuiába: Campanha para reduzir fraudes no Transporte Coletivo

Prefeitura de SP vai mudar os repasses a lotações


A licitação do transporte público, realizado sob permissão do poder público por 5.789 perueiros lotados em oito cooperativas, deve ocorrer em 2010 e será um dos maiores desafios da gestão Gilberto Kassab (DEM). Os contratos de R$ 2,7 bilhões, assinados em 11 de julho de 2003, têm validade de sete anos. Dentro do governo, técnicos já trabalham com o objetivo de formular edital de concorrência que reduza o poder das cooperativas sobre os donos de lotações, que passariam a receber a remuneração por passageiro transportado, por meio de contas individualizadas abertas pela SPTrans (SPTrans). Os lotações transportam 2 milhões de passageiros por dia.
READ MORE - Prefeitura de SP vai mudar os repasses a lotações

Empresa de transporte coletivo em olimpia-SP será conhecida na próxima sexta-feira


O município de Olímpia, por meio do Setor de Licitação, abriu concorrência para empresas interessadas em explorar os serviços do transporte coletivo urbano da cidade, que se encerra na próxima sexta-feira, 9, às 9 horas da manhã. O objetivo é regularizar a situação no setor, que desde abril passado está sendo suprido, emergencialmente, Bontur Turismo Ltda., de Barretos. A atual concessionária teve seu contrato de concessão cancelado no dia 15 de abril passado, mas continua prestando serviços ao município em caráter de emergência mediante contrato assinado no final de abril com validade para 180 dias. Agora o município elaborou novo edital, conforme havia prometido a Procuradoria Jurídica, e novos interessados poderão disputar com a Bontur a concessão dos serviços.
READ MORE - Empresa de transporte coletivo em olimpia-SP será conhecida na próxima sexta-feira

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960