Quem não já ficou mais do que 30, 40 e até mais que uma hora esperando um ônibus em Recife

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Quem não já ficou mais do que 30, 40 e até mais que uma hora esperando um ônibus em Recife e outras capitais, depois de muitas reportagens sobre os gestores no que diz a melhora no transporte público, o que vemos é um sistema totalmente desestruturado, faltando profissionais competentes para gerir e conseqüentemente a falta de serviço eficiente, neste ano tivemos diversos aumentos de tarifas e o que a maioria dos gestores falaram foram na melhoria da frota, mas será que a frota foi realmente renovada, e se foi será que só a renovação da frota resolveria esta situação, o que estamo9s vendo em todo o Brasil é que não, é claro que existe cidades com um sistema de transporte aceitável como Curitiba e Urbelândia-MG e outras desenvolvendo um projeto futuro como São Paulo, Recife e Belo Horizonte, mas ainda falta muita coisa para o sistema de transporte no Brasil ser considerado com aceitável, como uma pessoa irar deixar seu carro na garagem e usar o transporte coletivo ainda muito deficiente, é preciso investir mais do que estão investindo hoje, como por exemplo na construção de mais corredores exclusivos para ônibus, paradas mais confortáveis, informações de itinerários para os usuários, segurança, profissionais mais qualificados, etc;, senão não sairemos do caos que já se encontram hoje nas grandes metrópoles brasileiras.
READ MORE - Quem não já ficou mais do que 30, 40 e até mais que uma hora esperando um ônibus em Recife

Usuários do transporte público podem acompanhar trajeto da frota em tempo real em Urbelândia


A novidade já está disponível para os usuários. Basta acessar o portal da Prefeitura. Na página principal, clique no link linha de ônibus, que fica no menu “Utilidade Pública”. No topo da página, vai aparecer outro link “Monitoramento on-line”. Depois de escolher a rota, a figura de um ônibus indica o ponto onde o veículo está no momento do acesso. É possível acompanhar o deslocamento dos veículos em tempo real.
Esse mecanismo já era utilizado por servidores da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran), para administração, gerenciamento e fiscalização do transporte na cidade. “Agora o cidadão pode também saber se o veículo cumpriu devidamente a rota e o horário. Esse é mais um passo importante que damos no sentido de melhorar o transporte público em Uberlândia”, ressalta o secretário Municipal de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira.

O sistema é conhecido como GEOSIT e a tecnologia utilizada é o posicionamento (GPS) junto a rede de transmissão (GPRS) para rastreamento de toda a frota do Sistema Integrado de Transportes (SIT).
A ação faz parte das melhorias que estão sendo implantadas em três fases pela Settran.
Segundo o secretário, a primeira etapa foi concluída no dia 30 de agosto com o fim do processo de licitação. “Uberlândia opera com a frota de ônibus mais nova do Brasil, com todos os veículos com idade inferior a um ano de uso, dos quais 98% estão adaptados com elevadores”, lembra.
Já a implantação de tecnologias como o Geosit, faz parte da segunda etapa do processo, em andamento. Nessa fase, prevista para ser executada em seis meses, motoristas, cobradores e fiscais do transporte coletivo estão recebendo treinamento intensivo. Além disso, estão sendo feitas a revitalização dos terminais e uma pesquisa operacional com o objetivo de redimensionar os trajetos e horários dos ônibus.
A terceira e mais longa etapa, com previsão de três anos de duração, engloba a construção dos quatro novos corredores e terminais de ônibus. “Com tudo isso, esperamos aprimorar o transporte em Uberlândia e dar aos usuários mais conforto, agilidade e condições de acompanhar o trabalho que realizamos”, disse o secretário.
READ MORE - Usuários do transporte público podem acompanhar trajeto da frota em tempo real em Urbelândia

Fortaleza: Mais de 8 mil cartões de gratuidade já foram confeccionados.

As políticas públicas de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Fortaleza, dentre outras questões, priorizam ações que promovam condições adequadas de deslocamento dos cidadãos no Sistema de Transporte Público, tanto para as pessoas com deficiência como para a sociedade como um todo. Nesse sentido, diversas iniciativas já foram colocadas em prática desde 2005, que têm proporcionado um aumento no número de pessoas transportadas especialmente por ônibus, mas também pelo sistema complementar (vans) e táxis.
A principal iniciativa foi a criação da Gratuidade para Pessoas com Deficiência nos ônibus, que já acontece há mais de um ano. Mais de 8 mil cartões de gratuidade já foram confeccionados, muitos com direito a acompanhante, e a tendência é que mais de 20 mil pessoas se beneficiem da gratuidade. São cidadãos com diferentes tipos de deficiência, e que atendem a determinados critérios sócio-econômicos, que estão se deslocando gratuitamente para escolas, para o trabalho, para o sistema de saúde e etc. Sem restrições de dias, horários, quantidade de viagens ou destino.
Para atender a essa demanda crescente de pessoas com deficiências no transporte público, a Prefeitura de Fortaleza cobra das empresas de ônibus que adaptem suas frotas com elevadores. De 2005 para cá, houve um aumento de mais de 600% na quantidade de carros adaptados, tendo passado de 22 em 2005 para mais de 150 em 2009.
Com relação às vans, o decreto 0112/2009 estabelece que os veículos também deverão ser adaptados para transportar pessoas com deficiência. De acordo com o documento, os carros que entrarem no sistema, daqui por diante, deverão ser maiores e conter elevador para embarque e desembarque de pessoas em cadeiras de rodas, dentre outras especificações técnicas.Também os táxis, em breve, vão contar com veículos adaptados. Está em fase de conclusão processo licitatório que prevê o preenchimento de mais 320 vagas, sendo 40 para veículos com capacidade para fazer transporte de pessoas com mobilidade reduzida.
READ MORE - Fortaleza: Mais de 8 mil cartões de gratuidade já foram confeccionados.

Curitiba: Petrobras fornecerá novo diesel para frota de ônibus


O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, oficializou nesta quarta-feira (16), em Curitiba, o fornecimento do novo diesel S-50, que já está sendo utilizado desde o início do mês de agosto pelos 1,7 mil ônibus urbanos da capital e região metropolitana. “O diesel S-50 tem 50 partes por milhão [ppm] de enxofre, o que reduz a emissão de material particulado para o meio ambiente em até 15%”, afirmou.Os demais veículos a diesel da região usam o diesel S-500, que tem 500 ppm de enxofre. “Para a frota de ônibus, conseguimos reduzir em dez vezes o efeito da poluição. Até 2013, todas as regiões metropolitanas do Brasil já devem estar usando o diesel S-50. Os veículos novos que serão produzidos no Brasil, com nova tecnologia, novos motores, utilizarão o diesel S-10, de 10 ppm de enxofre”, adiantou o diretor.Ele ressaltou que estas medidas são importantes na redução dos efeitos da poluição do meio ambiente das grandes cidades e garantiu que essa redução poderá chegar a 80% quando, além do combustível, forem utilizados motores com tecnologia mais avançada.
READ MORE - Curitiba: Petrobras fornecerá novo diesel para frota de ônibus

Em Manaus, usuários poderão denunciar empresas de transporte coletivo

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou na manhã de hoje (15) um projeto que pretende beneficiar mais de 600 mil usuários do transporte coletivo na capital. As pessoas que utilizam o transporte poderão denunciar as empresas de ônibus através do número de telefone do Instituto Municipal de Transporte Terrestre (IMTT), localizado em placas nos terminais e pontos de parada obrigatória dos coletivos.
O projeto visa alterar a Lei n.º 038, de 02 de maio de 2000, que dispõe sobre a fixação de placas contendo informações aos usuários. O objetivo é detalhar informações sobre horário de saída, itinerário, tempo médio de percurso da rota, local de destino e número de telefone para eventual denúncia do usuário ao IMTT. A autoria do projeto é do vereador Hissa Abrahão (PPS).- As mudanças na lei permitirão que a sociedade exerça o direito de fiscalizar e denunciar as empresas que estejam prestando serviço de má qualidade à população-, afirmou Hissa Abrahão.
READ MORE - Em Manaus, usuários poderão denunciar empresas de transporte coletivo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960