Grande Recife prorroga a venda do Vale Transporte de papel

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O Grande Recife Consórcio de Transporte anuncia a prorrogação – pelo período de 30 dias – da venda do Vale Transporte de papel. A decisão foi tomada pela direção do consórcio para evitar que cerca de 20 mil usuários, vinculados a um universo de duas mil empresas retardatárias que ainda não fizeram a migração da antiga para a nova tecnologia da bilhetagem eletrônica, sejam prejudicados. Os vales terão validade até o dia 31 de agosto Na próxima sexta-feira (31/07), encerra-se o prazo para a utilização de créditos do Vale Transporte Eletrônico, para as mais de 18 mil empresas (públicas e privadas) cadastradas no órgão. A partir do dia 1º de Agosto, todos os equipamentos da antiga tecnologia serão desligados. Desta forma, o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR) passará a operar exclusivamente com o novo modelo, do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM).
A entrega do VEM Trabalhador será feita na Gerência Comercial do Grande Recife, localizada na Avenida Agamenon Magalhães, em um prazo de até 5 dias úteis, a partir da solicitação e confirmação, feitas pelo site. Em caso de dúvida, as empresas deverão entrar em contato com o atendimento através da central telefônica do VEM, pelo número 2101.2177, no horário das 7h às 19h.
READ MORE - Grande Recife prorroga a venda do Vale Transporte de papel

São Paulo: Mais ônibus e mais viagens nas linhas metropolitanas nos finais de semana

A EMTU/SP mudou a programação das linhas com base em pesquisas e sugestões de usuários registradas na Ouvidoria da empresaOs passageiros das linhas intermunicipais da Região Metropolitana da Baixada Santista que usam os serviços de Santos a São Vicente nos finais de semana contarão com mais ônibus e mais viagens nesse trajeto, a partir do próximo sábado, dia 01/08. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos reprogramou as linhas 942TRO, 943TRO e 943BI1, principalmente nos horários da tarde, a fim de atender aos usuários que permanecem na região de Santos para lazer e compras nos centros comerciais. As alterações propostas se fundamentaram nas pesquisas feitas em campo pelos técnicos da EMTU/SP e nas sugestões e reclamações registradas na Ouvidoria da empresa – 0800 7240555. As ações também fazem parte do Projeto Linhaça, um trabalho mais intensivo e específico de melhoria na operação das linhas que mais receberam reclamações nas entrevistas com os usuários para o Programa Índice de Qualidade do Transporte – IQT.

Alterações
Linha 942TRO São Vicente (Humaitá) – Santos (Ponta da Praia), via Ponte dos Barreiros/PraiaCom a nova programação, aos sábados a linha 942TRO fará 18 viagens a mais, pois a frota será redistribuída ao longo da operação.Aos domingos, a frota operacional passará de seis para sete veículos, o que possibilitará o acréscimo de seis viagens na operação.
Linha 943TRO São Vicente (Pq. das Bandeiras Gleba II) – Santos (Ponta da Praia), via Ponte dos Barreiros/PraiaA reprogramação dos horários da linha 943TRO aos sábados também propiciará acréscimo de cinco viagens na operação. Aos domingos serão 10 viagens a mais, por conta do aumento da frota de cinco para seis veículos. Além disso, no sentido Santos – São Vicente o início da operação será antecipado das 06h52 para as 06h25.
Linha 943BI1 São Vicente (Vila Ema) – Santos (Ponta da Praia), via Ponte dos Barreiros/PraiaOs usuários que utilizam a linha 943BI1 também serão beneficiados aos sábados, com o prolongamento do horário de operação. No sentido São Vicente Santos, o início do funcionamento dessa linha passará das 06h30 para as 05h30, com a inclusão de uma viagem às 06h50. O término da operação, nesse mesmo sentido, será prorrogado para as 23 horas.No sentido Santos – São Vicente o início será antecipado das 07h50 para as 06h47, com a inclusão de uma viagem às 08h10. O horário de funcionamento será prorrogado para as 24h15

READ MORE - São Paulo: Mais ônibus e mais viagens nas linhas metropolitanas nos finais de semana

Porto Alegre: Passagem do transporte coletivo terá novo aumento em agosto

As empresas que operam o transporte coletivo na região metropolitana de Porto Alegre estão pedindo aumento de 5,17% nas passagens das linhas urbanas. O pedido está em análise pela Agergs, a agência que regula os serviços públicos concedidos no Estado, e deve vigora a partir de 30 de agosto.Para o usuário de Porto Alegre o aumento vai resultar num acréscimo de 10 centavos na passagem ( vai para R$ 2,40). Mas para outras cidades da região metropolitana, onde as passagens são muitas vezes mais que o dobro da capital, o reajuste vai pesar no bolso do trabalhador. É o caso de Gravataí, que abordamos hoje. (Bruna Cardoso)
Gravataí é uma das cidades que mais cresce na região metropolitana. Tem 265 mil habitantes e, no contexto da região metropolitana de Porto Alegre, é conhecida por sua qualidade de vida e baixos índices de violência.A cidade certa para quem quer fugir dos problemas das grandes metrópoles. Localizada a 22km da capital, boa parte da população gravataiense trabalha em Porto Alegre. Porém o problema que essas pessoas enfrentam todos os dias é outro.
As 46.000 pessoas que usam o transporte público intermunicipal diariamente na cidade reclamam do tratamento que a empresa Sogil dispensa aos seus passageiros. A empresa é a única responsável pelo transporte municipal e intermunicipal de Gravataí e detém desde 1986 o contrato de concessão com a prefeitura da cidade.
As queixas contra a empresa Sogil são muitas, a principal delas é o preço da passagem intermunicipal que varia de R$4,05 chegando até R$5,75, um dos mais caros entre as tarifas urbanas.
Um ônibus de Gravataí faz 36km até o terminal em Porto Alegre. Comparando esses dados com os ônibus da empresa Transversal Metropolitana (TM), percebe-se as distorções. Um ônibus da TM faz em média 70km até chegar ao seu destino, transporta todos os dias 19.000 passageiros e a passagem custa apenas R$2,65.
Outra reclamação constante dos usuários da Sogil são os ônibus são velhos, com poucos horários e a lotação é absurda. Nos horários de pico no centro de Porto Alegre, os passageiros esperam até 30min por um ônibus, que quando chega, lota em pouco tempo.
A lotação é tanta, que além da fila tripla de pessoas no corredor do ônibus e idosos em pé, alguns passageiros viajam sentados nos degraus da porta. “A viagem demora, o trânsito é lento nesse horário. Em pé não tem condições de ir. A saída é sentar aqui no degrau mesmo”, afirma a passageira Maria Adelaide de Souza. Um dos passageiros que conseguiu sentar, conta como é a situação no dia a dia. “Nesse horário um banco é tão disputado quanto um concurso público”, compara João Paulino.

READ MORE - Porto Alegre: Passagem do transporte coletivo terá novo aumento em agosto

Aracaju: Terminais e abrigos mal conservados

O superintendente da SMTT admite a necessidade de reformas e melhorias nos terminais de integração da capital. “Temos o projeto e o aval do prefeito para construirmos um novo terminal nas proximidades do Orlando Dantas. Também identificamos os problemas do terminal DIA e o do Centro. Em duas semanas vamos inaugurar o do Marcos Freire II, que vai racionalizar o transporte naquela região. Há também expectativas quanto à ampliação do terminal do Mercado”, projeta Samarone.
Já os abrigos, que deveriam dar guarida a quem espera pelo coletivo, não estão presentes em muitas paradas de ônibus da capital. Segundo o superintendente, “o orçamento é ridículo, e a nova idéia para construir abrigos é fechar parceria com empresas que queiram explorar sua marca”.
READ MORE - Aracaju: Terminais e abrigos mal conservados

BHTrans espera dobrar velocidade dos ônibus com faixa exclusiva na avenida Nossa Senhora do Carmo

Quem circula de ônibus pela avenida Nossa Senhora do Carmo, região Centro-Sul de Belo Horizonte, deverá fazer viagens mais rápidas desta terça-feira em diante. Durante a manhã, foi inaugurada a faixa de circulação exclusiva para ônibus, com o objetivo de proporcionar mais fluidez no trecho entre as avenidas Uruguai e Contorno. "Nossa expectativa é de dobrar a velocidade dos ônibus entre a avenida Uruguai e Contorno. O projeto ainda precisa de pequenos ajustes, mas está funcionando muito bem", afirmou a diretora de projeto da Empresa de Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), Jussara Bellavinha.
De acordo com ela, entre os ajustes que ainda precisam ser feitos, está a sinalização para pedestres, que ainda não se situaram muito bem com as mudanças e a implantação de alguns gradis para orientar a passagem deles. "É natural que a gente não tenha um domínio absoluto sobre o comportamento dos pedestres e motoristas inicialmente", comentou a diretora.
Na nova faixa circulam 38 linhas de ônibus, sendo 29 de responsabilidade da BHTrans e as restantes do Departamento de Estradas e Rodagem (DER). Agentes da BHTrans estão na avenida desde às 4h para monitorar o trânsito neste primeiro dia e evitar tumulto.
Para os motoristas de automóveis que seguirem na avenida Nossa Senhora do Carmo em direção ao Belvedere, foram disponibilizadas três faixas de trânsito na pista lateral. Quem segue para os bairros Sion e Anchieta pode utilizar as duas faixas da esquerda da pista central e virar na rua Rio Verde.
READ MORE - BHTrans espera dobrar velocidade dos ônibus com faixa exclusiva na avenida Nossa Senhora do Carmo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960